Vacinação suspensa no Queimódromo do Porto por suspeitas de falha na cadeia de frio

Sedat Suna / EPA

A vacinação contra a covid-19 no Queimódromo do Porto encontra-se suspensa por causa de uma alegada falha na cadeia de frio.

Em comunicado, a task force responsável pelo plano de vacinação contra a covid-19 explica que a suspensão decorre para que possa ser averiguado o cumprimento das normas e procedimentos em vigor, depois de uma alegada falha na cadeia de frio, e que será pedida uma investigação à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS).

“Os agendamentos previstos para este centro de vacinação serão reagendados para outros centros nas proximidades”, acrescenta.

A task force esclarece ainda que os utentes vacinados nos dias 10 e 11 de agosto (terça e quarta-feira) serão contactados pelas entidades de saúde, até à próxima semana, para “monitorizar a eficácia das vacinas inoculadas”.

Contudo, sublinha que, dadas as características das vacinas contra a covid-19, “não é expectável que a falha ocorrida no processo de conservação tenha impacto na saúde dos utentes”.

A task force diz ainda que o Infarmed está a acompanhar a situação e acrescenta que, qualquer reação adversa deve ser comunicada através do Portal RAM. Poderão ainda esclarecer as suas dúvidas sobre a vacinação através do e-mail [email protected], adianta a nota.

Entretanto, em declarações aos jornalistas num centro de vacinação no Porto, o coordenador da task force revelou que foram afetadas 980 pessoas por esta alegada falha na cadeia de frio, que tinham sido inoculadas com vacinas da Pfizer e da Janssen.

“Não há nenhum risco para a saúde dessas pessoas, o único risco que pode haver é a vacinação ser considerada nula. Através do Infarmed, estamos a aplicar um protocolo que vai medir a evolução do resultado da vacina”, explicou Gouveia e Melo, citado pelo jornal online Observador, indicando que vai depender “dos anticorpos detetados para perceber se pode ser considerado um ato vacinal ou não”.

“Se não for considerado é um novo protocolo e as pessoas terão de ser chamadas a vacinar-se outra vez”, acrescentou.

Para além destas 980 doses do Queimódromo, o vice-almirante informou ainda que estão sob vigilância mais mil doses.

“Estão em vigilância um conjunto de cerca de mais mil vacinas. Estes protocolos são muito rigorosos, em termos de controlo de temperatura e manuseamento, é preferível perder vacinas do que arriscar a administração nula de uma vacina”, sublinhou.

Todas as pessoas que estavam agendadas no centro de vacinação do Queimódromo estão a ser reencaminhadas para o Regimento de Engenharia até que a situação seja corrigida.

Esta quinta-feira, recorde-se, começou o autoagendamento da vacina para pessoas entre os 12 e os 15 anos, sendo possível realizar o pedido até sábado.

De acordo com o calendário divulgado na quarta-feira pela task force, os jovens que façam o autoagendamento até sábado serão vacinados em dois fins-de-semana: 21 e 22 de agosto e 28 e 29 de agosto.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …