Urso polar localizado em cidade russa longe do habitat natural

Um urso polar emagrecido foi visto numa cidade industrial da Sibéria, afastado para sul dos seus territórios de caça.

As entidades de emergência da cidade de Norilsk, no Ártico Russo, alertaram na terça-feira os residentes locais sobre um urso localizado numa cidade do distrito, a procurar alimentos no lixo, a mais de 800 quilómetros do seu habitat natural.

Anatoly Nikolaichuk, chefe do departamento de caça local, disse à agência de notícias Tass que a última vez que um urso polar foi visto na área envolvente de Norilsk foi há mais de 40 anos. A mesma fonte acrescentou que as autoridades locais vão agora decidir como podem apanhar o animal e devolvê-lo ao norte.

As testemunhas dizem que o predador não tem pressa em deixar Norilsk e todas as vezes que caminha para o norte, acaba por virar e voltar para a cidade.

As incursões de ursos polares em busca de comida são cada vez mais frequentes na região norte da Rússia, à medida que seu habitat e sua alimentação se deterioram em consequência da mudança climática e do degelo.

Os ambientalistas afirmam que os animais selvagens estão a sofrer com a redução do ambiente de caça e a diminuição do gelo, à medida que o ártico vai ficando mais quente. Na Rússia os ursos polares são considerados uma espécie em risco de extinção e a sua caça é proibida.

Em fevereiro, os moradores do arquipélago ártico de Nova Zembla registaram uma invasão de dezenas de ursos polares agressivos que procuravam comida. As autoridades declararam estado de emergência, mas os ursos só abandonaram a região dez dias mais tarde.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Foi a escuridão (e não o frio) que ditou a extinção dos dinossauros

Uma nova investigação sobre o asteróide que causou a extinção dos dinossauros sugere que foi a escuridão, ainda antes do frio, que ditou o fim destes animais. De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram …

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …