Arquipélago russo em estado de emergência após invasão de ursos polares famintos

Uma região remota da Rússia activou o estado de emergência devido a uma invasão de dezenas de ursos polares à procura de comida.

O alerta foi emitido pelas autoridades do arquipélago de Nova Zembla, onde vivem algumas centenas de pessoas. Há relatos de ursos que atacaram pessoas, e alguns que invadiram mesmo residências e edifícios públicos.

Classificados como espécie ameaçada, estes animais são afetados pelas alterações climáticas e estão cada vez a ser forçados a procurar comida em outros lugares.

Com a redução dos glaciares no oceano Ártico devido ao aquecimento global do planeta, essta espécie de urso é forçada a mudar os hábitos de caça e a passar mais tempo em terra à procura de comida, o que aumenta a possibilidade de conflito com humanos.

Em 2016, cinco cientistas russos estiveram sitiados durante algumas semanas numa estação meteorológica remota em Troynoy, a oeste de Nova Zembla, depois de um grupo de ursos ter cercado o local. A caça de ursos é proibida na Rússia, e a agência federal de Meio Ambiente rejeitou autorização para os abater.

Em Nova Zembla, os ursos perderam o medo dos agentes da polícia e dos sinais usados para os afastar ou conter, o que, segundo as autoridades locais, leva à necessidade de medidas mais drástica. Se todas as outras medidas falharem, o abate pode ser a única solução.

O principal assentamento do arquipélago, Belushya Guba, registou 52 ursos polares nas proximidades, sendo que entre 6 e 10 deles circulam constantemente pelo território.

O administrador do Governo local, Vigansha Musin, afirmou que há pelo menos cinco ursos na região militar local, onde se encontram situadas instalações de defesa aérea da Rússia. “Estou em Nova Zembla desde 1983. Nunca houve uma invasão de ursos desse tipo“, garantiu Musin em comunicado.

O braço direito do administrador local, Alexander Minayev, afirmou que o quotidiano dos habitantes foi afectado pela ameaça dos ursos. “As pessoas estão aterrorizadas, com medo de sair de casa. As rotinas foram modificadas, e pais hesitam em deixar os filhos ir à escola”, disse Minayev.

// BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já falam em abater, não seria melhor transportar-lhes alimento a uma determinada distância que os mantivesse nutridos e ao mesmo tempo afastados dos humanos? Ou será que vão optar pela extinção e mais tarde gastar milhões de euros em experiências em vão tentando reviver a espécie?

  2. Sem duvida….O desaparecimento do seu habitat não é da responsabilidade deste majestoso animal. O aparecimento ser humano foi a pior coisa que aconteceu a este maravilhoso planeta, levando ao drama do desaparecimento das espécies que vemos todos os dias assim como à destruição diária do mesmo . Ainda ponderam abater os animais???? Não será mais fácil criar condições para que estes animais vivam com dignidade? Eles não querem mais do que o direito de ter alimento, alimento esse que o ser humano lhes está a destruir. Lembro que a destruição desta e de outras espécies, destruindo o equilíbrio da Terra será meio caminho andado para o fim da raça humana.

RESPONDER

Onda de pedras-pomes fez uma viagem pelo Pacífico (e traz nova vida à costa da Austrália)

Uma "onda" de pedras-pomes está a chegar à Austrália após uma longa viagem pelo Pacífico. As rochas vulcânicas produzidas na fase de ejeção dos gases contidos na lava, podem trazer um presente para o seu …

Não foram as estrelas de neutrões. A origem do ouro do Universo voltou a ser um mistério

Quando a humanidade detetou a colisão entre duas estrelas de neutrões em 2017, confirmou a teoria de longa data que as explosões criam elementos mais pesados do que o ferro. Assim, pensou-se ter a resposta …

Descoberta uma cripta secreta sob uma capela polaca. Pode levar ao lendário Santo Graal

O lendário Santo Graal, que terá sido usado por Jesus durante a Última Ceia para transformar o vinho em sangue, cativou a imaginação dos caçadores de tesouros durante séculos. Embora possamos nunca saber se esta relíquia …

Pedaço de cabelo de Lincoln (e um telegrama ensanguentado) leiloados por 81 mil dólares

Um anónimo pagou mais de 81 mil dólares (cerca de 71 mil euros) por uma mecha de cabelo de Abraham Lincoln. O exemplar foi retirado da cabeça de Lincoln um dia após a sua morte, …

Descobertos novos detalhes em Pietà de Miguel Ângelo

Uma equipa de especialistas estava a fazer trabalhos de limpeza na Pietà de Florença, esculpida pelo artista italiano Miguel Ângelo, quando encontrou detalhes desconhecidos da obra. Uma Pietà é um tema da arte cristã em que …

Microsoft afundou um data center em 2018. Dois anos depois, revela o que descobriu

Em 2018, a Microsoft aproveitou a tecnologia de submarinos para afundar um data center que poderia fornecer ligação à Internet durante anos na costa de Orkney. Agora, foi recuperado e os investigadores estão a testá-lo …

"James Bond da Filantropia". Bilionário cumpre sonho e doa toda a sua fortuna

Chuck Feeney cumpriu o seu sonho e está oficialmente falido. O empresário e filantropo queria doar toda a sua fortuna antes de morrer e assim o fez. Chuck Feeney é um empresário norte-americano de ascendência irlandesa …

A pandemia chegou à Lapónia e até o Pai Natal já a sente

O turismo da Lapónia prepara-se para sofrer um duro golpe com a pandemia de covid-19. As restrições de viagens deixam a economia da "residência oficial do Pai Natal" em risco. A Lapónia, na Finlândia, é conhecida …

Fruta do dragão e máscaras grátis. Vietname inova e triunfa na segunda vaga

A inovação do povo vietnamita está a ajudar a fazer do país uma história de sucesso não só na primeira vaga, mas também na segunda. Até ao momento, registaram-se pouco mais mil casos. O Vietname foi …

Alunos separados em "bolhas" dentro da escola, mas "encavalitados" antes de entrar

Mil alunos amontoaram-se esta manhã à frente da Escola Secundária Pedro Nunes. A escola adotou método de "turmas bolha", mas à entrada da escola não houve distanciamento e alguns alunos não usavam máscara. A diretora …