Arquipélago russo em estado de emergência após invasão de ursos polares famintos

Uma região remota da Rússia activou o estado de emergência devido a uma invasão de dezenas de ursos polares à procura de comida.

O alerta foi emitido pelas autoridades do arquipélago de Nova Zembla, onde vivem algumas centenas de pessoas. Há relatos de ursos que atacaram pessoas, e alguns que invadiram mesmo residências e edifícios públicos.

Classificados como espécie ameaçada, estes animais são afetados pelas alterações climáticas e estão cada vez a ser forçados a procurar comida em outros lugares.

Com a redução dos glaciares no oceano Ártico devido ao aquecimento global do planeta, essta espécie de urso é forçada a mudar os hábitos de caça e a passar mais tempo em terra à procura de comida, o que aumenta a possibilidade de conflito com humanos.

Em 2016, cinco cientistas russos estiveram sitiados durante algumas semanas numa estação meteorológica remota em Troynoy, a oeste de Nova Zembla, depois de um grupo de ursos ter cercado o local. A caça de ursos é proibida na Rússia, e a agência federal de Meio Ambiente rejeitou autorização para os abater.

Em Nova Zembla, os ursos perderam o medo dos agentes da polícia e dos sinais usados para os afastar ou conter, o que, segundo as autoridades locais, leva à necessidade de medidas mais drástica. Se todas as outras medidas falharem, o abate pode ser a única solução.

O principal assentamento do arquipélago, Belushya Guba, registou 52 ursos polares nas proximidades, sendo que entre 6 e 10 deles circulam constantemente pelo território.

O administrador do Governo local, Vigansha Musin, afirmou que há pelo menos cinco ursos na região militar local, onde se encontram situadas instalações de defesa aérea da Rússia. “Estou em Nova Zembla desde 1983. Nunca houve uma invasão de ursos desse tipo“, garantiu Musin em comunicado.

O braço direito do administrador local, Alexander Minayev, afirmou que o quotidiano dos habitantes foi afectado pela ameaça dos ursos. “As pessoas estão aterrorizadas, com medo de sair de casa. As rotinas foram modificadas, e pais hesitam em deixar os filhos ir à escola”, disse Minayev.

// BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já falam em abater, não seria melhor transportar-lhes alimento a uma determinada distância que os mantivesse nutridos e ao mesmo tempo afastados dos humanos? Ou será que vão optar pela extinção e mais tarde gastar milhões de euros em experiências em vão tentando reviver a espécie?

  2. Sem duvida….O desaparecimento do seu habitat não é da responsabilidade deste majestoso animal. O aparecimento ser humano foi a pior coisa que aconteceu a este maravilhoso planeta, levando ao drama do desaparecimento das espécies que vemos todos os dias assim como à destruição diária do mesmo . Ainda ponderam abater os animais???? Não será mais fácil criar condições para que estes animais vivam com dignidade? Eles não querem mais do que o direito de ter alimento, alimento esse que o ser humano lhes está a destruir. Lembro que a destruição desta e de outras espécies, destruindo o equilíbrio da Terra será meio caminho andado para o fim da raça humana.

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …