Uma dose de vacina pode ser o suficiente para quem já esteve infetado com covid-19

Sanofi Pasteur / Flickr

Novos dados indicam que quem esteve infetado com covid-19 responde à primeira toma da vacina com níveis de anticorpos comparáveis às quantidades observadas após a segunda dose em pessoas que não estiveram doentes.

O caso da americana Shannon Romano mostra bem o que relatam os muito estudos conhecidos esta semana – que ainda aguardam avaliação pelos pares.

A norte-americana foi diagnosticada com covid-19 em março do ano passado e revela ao jornal New York Times que teve sintomas bastantes fortes.

No início deste mês, quando se tornou elegível para receber a vacina contra a covid-19 – uma vez que é profissional de saúde – compareceu. Contudo, dois dias após a injeção, estava com sintomas muito semelhantes aos que teve quando esteve infetada, mas recuperou rapidamente.

Shannon assume que ficou surpreendida pela intensa reação do seu corpo – porque gerou uma resposta do sistema imunitário semelhante a quem já tomou as duas doses sem nunca ter estado doente.

Essa é a principal conclusão de um dos estudos divulgados no início da semana, no qual se detalha que pessoas anteriormente infetadas com covid-19 relataram mais sintomas como fadiga, dores de cabeça e musculares após a toma da primeira dose da vacina do que aquelas que nunca tinham sido infetadas.

Com base nestes resultados, os autores dos estudos estão agora a defender que as pessoas que já tiveram covid-19 podem precisar apenas de uma dose da vacina.

“Estamos absolutamente convencidos de que uma dose é suficiente”, comentou Florian Krammer, virologista da Escola de Medicina de Icahn, no Monte Sinai, e autor do estudo, citado pelo diário americano, antes de sublinhar que “a confirmar, isto não só pouparia as pessoas de dores evitáveis como permitia uma poupança de doses que podem ser destinadas as outras”.

No entanto, esta opinião não é unânime. John Wherry, diretor do Instituto de Imunologia da Universidade da Pensilvânia, salienta um aspeto importante: é que as pessoas com casos mais ligeiros de covid-19 poderão ter níveis de anticorpos mais baixos e assim ficar sem proteção contra variantes mais contagiosas do vírus. Além disso, dado o enorme volume de assintomáticos, “poderá ser difícil identificar todas as pessoas anteriormente infetadas”.

A comunidade científica garante que os efeitos secundários após a vacinação são relativamente esperados e não surpreendentes. São a prova de que o sistema imunitário está a preparar uma resposta e que assim estará melhor preparado para combater uma infeção se o corpo entrar em contacto com o vírus.

Das vacinas aprovadas, é consensual que tanto a da Pfizer/BioNtech com a da Moderna são particularmente boas a provocar uma resposta forte, pois uma grande percentagem de participantes nos ensaios das duas farmacêuticas relatou dores no local da injeção e alguma fadiga e dores de cabeça.

Agora, os resultados conhecidos também sugerem que a maioria das pessoas experimenta os piores efeitos secundários após a segunda injeção.

É o caso de Susan Malinowski que também esteve infetada com o SARS CoV-2 em março passado e que sentiu igualmente o corpo sob ataque depois de ter recebido a vacina da moderna.

Pablo J. Sánchez, do Instituto de Investigação do Hospital Infantil Nationwide em Columbus, no estado americano do Ohio, é outra voz a assumir que também já lhe chegaram relatos semelhantes – o que o leva a sugerir que isso passe a ser tido em conta quando se determina quem é elegível para vacina.

No twitter, Akiko Iwasaki, uma imunologista da Escola de Medicina de Yale, está a dizer o mesmo: “as pessoas que tiveram covid parecem estar a reagir à primeira dose como se fosse uma segunda dose”. Portanto, uma dose é “provavelmente mais do que suficiente”.

A questão está já a ser avaliada pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) americano, segundo confirmou já Tom Shimabukuro, do comité que, naquele organismo acompanha as vacinações. “Estamos a reunir mais informações”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bilardo foi "distraído" para não saber da morte de Maradona

Carlos Bilardo continua sem saber que Diego Maradona morreu. Família tenta proteger saúde do antigo selecionador argentino. Diego Armando Maradona morreu em novembro e Carlos Bilardo continua sem saber desse falecimento. A família tenta proteger a …

Processo de envelhecimento é imparável, revela estudo

Um novo estudo, que envolveu cientistas de 14 países, confirmou que provavelmente não podemos diminuir a velocidade com que envelhecemos, devido a restrições biológicas. A pesquisa, publicada na quarta-feira na Nature Comunications, inclui especialistas da Universidade …

Inglaterra 0-0 Escócia | Nulo total no dérbi britânico

A Inglaterra empatou hoje 0-0 com a Escócia, em jogo da segunda jornada do Grupo D do Euro 2020 de futebol, e desperdiçou a oportunidade de garantir já um lugar nos oitavos de final do …

Infeção pelo coronavírus pode não garantir proteção prolongada, revela estudo

Um novo estudo britânico sugere que uma infeção pelo SARS-CoV-2 não garante que o hospedeiro desenvolva uma resposta imunitária prolongada contra o vírus, sendo a imunidade "altamente variável de pessoa para pessoa". Segundo a pesquisa do …

Ex-ministro da Bolívia planeou um segundo golpe usando mercenários dos EUA

O vazamento de gravações telefónicas e e-mails revelam que um ex-ministro da Defesa boliviano estava a preparar-se para usar tropas estrangeiras para impedir que o partido de esquerda MAS regressasse ao poder. Os documentos e registos …

Espécie rara de orquídea encontrada em telhado de banco de investimentos em Londres

Uma espécie rara de orquídea, que se acredita estar extinta no Reino Unido, foi descoberta no jardim do telhado de um banco de investimentos em Londres. Segundo o The Guardian, a Serapias parviflora, uma espécie rara …

Pintura de David Bowie comprada por três euros vai agora ser leiloada por milhares

A pintura do ícone do rock, David Bowie, deverá ser vendida por milhares de dólares num leilão de arte online. O retrato, intitulado "DHead XLVI", faz parte de um conjunto de aproximadamente 47 obras que David …

Vila Nova de Milfontes vai ter praia para cães

A praia pet friendly, que fica próxima de Furnas-Rio, vai funcionar já esta época balnear de forma experimental. Uma praia concessionada que também admite cães vai funcionar, nesta época balnear, de forma experimental, em Vila Nova …

Podia ser um quadro de Dalí, mas é só o degelo glacial na Islândia

Na Islândia, o degelo glacial criou uma paisagem deslumbrante que o fotógrafo espanhol Manuel Ismael Gómez de Almería não deixou passar em branco. Faz lembrar a arte surrealista de Salvador Dalí, mas é uma versão ampliada …

Digby, o cão dos bombeiros, ajudou a salvar uma mulher do suicídio

O cão Digby desempenhou um importante papel ao salvar uma mulher que estava a ponderar pôr fim à sua própria vida no Reino Unido. Digby é um cão terapeuta que ajuda as pessoas a lidar com …