Uma em cada cinco peças de roupa de algodão envolve trabalho forçado uigur

(dr) End Uyghur Forced Labour

Uma nova coligação exige que várias marcas de roupa mundiais deixem de recorrer a fornecedores ligados ao trabalho forçado de uigures na província de Xinjiang, na China.

Cerca de 200 organizações de defesa dos direitos humanos, provenientes de mais de 35 países, formaram uma coligação para pedir a algumas das mais famosas marcas de roupa para garantir que não estão a apoiar ou a beneficiar-se do trabalho forçado de uigures, minoria muçulmana na China.

“O Governo chinês submete os uigures a um trabalho forçado sistemático. As marcas de moda são cúmplices desta situação”, lê-se no site da coligação.

Segundo os números revelados por estas organizações, 84% do algodão produzido na China vem de Xinjiang, a região onde vive esta minoria étnica, sendo que 20% do algodão mundial tem origem nesta província chinesa.

Além disso, uma em cada cinco peças de roupa de algodão no mercado de vestuário global envolve trabalho forçado uigur.

“Estamos a pedir às marcas que deixem de fora a região uigur de todos os níveis da sua cadeia de abastecimento, desde algodão aos produtos finalizados, para impedir o uso de trabalho forçado dos uigures e de outros grupos, e para que acabem com as suas ligações com estes fornecedores que apoiam o trabalho forçado”, pedem as organizações.

“As marcas devem adotar cada uma destas etapas para cumprir as suas obrigações de responsabilidade corporativa pelos direitos humanos, conforme definido pelos princípios internacionais como é o caso dos Princípios Orientadores da ONU sobre Negócios e Direitos Humanos.

Segundo o site Business Insider, os ativistas nomearam 38 empresas que, segundo dizem, com base em investigações credíveis, têm produtos ligados ao trabalho forçado uigur. Entre elas estão marcas como a Abercrombie & Fitch, a Adidas, a Amazon, a Calvin Klein, a GAP, a H&M, a Nike, a Tommy Hilfiger, a Victoria’s Secret e a Zara. A lista com todos os nomes pode ser vista neste comunicado.

A coligação também pede aos Governos para que “fortaleçam e façam cumprir as leis existentes que proíbem o comércio de bens produzidos através de trabalho forçado”.

A China tem enfrentado uma crescente pressão diplomática devido às acusações de que mantém em centros de detenção cerca de um milhão de membros desta minoria étnica.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, o Princípio da Equivalência de Einstein foi verificado em quasares

Investigadores conseguiram medir o desvio para o vermelho gravitacional em quasares e assim estender o teste a regiões muito distantes de onde a luz foi emitida quando o nosso Universo era jovem. De acordo com a …

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …