Um terço do Fundo de Resolução é assegurado pela CGD e pelo BCP

Manuel de Almeida / Lusa

Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD)

A Caixa Geral de Depósitos e o BCP meteram 1,3 mil milhões no Fundo de Resolução desde 2013. As contribuições do banco público somaram cerca de 230 milhões de euros, enquanto as do BCP ascenderam a 235,9 milhões. 

São mais de 50 as entidades que contribuem para o Fundo de Resolução, pagando as resoluções do BES e do Banif. No entanto, mais de um terço dessas contribuições são asseguradas pelo BCP e pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), avança esta terça-feira o Dinheiro Vivo.

Segundo o jornal, o banco público fez contribuições de cerca de 230 milhões de euros, enquanto que o banco liderado por Miguel Maya já injetou 235,9 milhões de euros. As duas entidades já asseguram mais de um terço dos 1,3 mil milhões de euros colocados pela banca no Fundo de Resolução.

No caso do BCP, 182 milhões de euros foram referentes à contribuição sobre o setor bancário e 53,9 milhões eram referentes aos pagamentos específicos para o Fundo de Resolução, adiantou fonte oficial da instituição.

Já no que diz respeito à CGD, o jornal cita informação constante nos relatórios, e assumindo que a contribuição periódica se manteve semelhante aos anos anteriores, adianta que o banco público terá colocado cerca de 230 milhões no Fundo de Resolução.

Os valores colocados pelo banco público para pagar as despesas com o BES/Novo Banco e com o Banif levaram Marcelo Rebelo de Sousa a contrariar o Governo.

Costa e Centeno têm defendido que não há dinheiro dos contribuintes envolvido, mas o Presidente da República afirmou que “há dinheiro dos contribuintes direta e indiretamente envolvido – diretamente envolvido através da Caixa Geral de Depósitos, indiretamente envolvido através de financiamentos que vão aumentar a dívida pública do Estado”. Por esse motivo, considera que se deve fazer uma auditoria ao que se passou no Novo Banco já depois da resolução.

O jornal adianta ainda que outro dos grandes bancos no sistema nacional – o Santander Totta – fez contribuições de quase 130 milhões (105 milhões relativos à contribuição sobre o setor e 24 milhões em pagamentos para o Fundo de Resolução).

Além destes pagamentos, os bancos têm também de fazer contribuições para o mecanismo europeu de resolução.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, "cura milagrosa" para o cancro pode matar

O jornal britânico The Guardian denuncia o esquema do autoproclamado "Genesis II Church of Health and Healing" - que na verdade não é nem uma igreja nem uma instituição de saúde. Este sábado terá lugar em …

Há uma cidade na Venezuela que é "invisível"

Guanta está lá, embora não seja fácil vê-la. Vistas a partir de El Morro, do outro lado da baía, as suas luzes piscam sob uma nuvem baixa. É uma nuvem diferente das outras, mais espessa, mais …

Há novas regras para subir ao Everest. E é preciso apresentar currículo

O Nepal acaba de anunciar novas regras para escalar o Evereste. Com 8848 metros de altitude, é a montanha mais alta do mundo e verdadeira obsessão para alguns alpinistas, colecionadores de cumes, e cujo número …

"Não há comida, nem dinheiro". Bolsonaro reduz horário do exército

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse esta sexta-feira que todo o país "está sem dinheiro", o que levará o Exército a trabalhar em horário reduzido, acrescentando que há falta de comida para os recrutas. "O Exército …

“Vacinada contra o socialismo”, Zita Seabra troca PSD pelo Iniciativa Liberal

A ex-dirigente comunista Zita Seabra, que até há poucos meses era militante do PSD, deixou os sociais-democratas para os trocar pela recém-criada Iniciativa Liberal. Zita Seabra disse ao Expresso que acredita que “os caminhos para refazer …

O bom gigante que quis voltar agora não quer sair

O Sporting ainda está a preparar o plantel para a época que acaba de arrancar, e a cada vez mais provável permanência de Bruno Fernandes obriga a SAD a vender alguns dos seus ativos. Bas …

"Lá vai o 'experto' dos pneumáticos". Ana Gomes volta a provocar Luís Filipe Vieira

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, utilizou um artigo publicado na revista económica norte-americana Forbes para voltar ao tema do financiamento de clubes de futebol. Nas redes sociais, Ana Gomes provocou o "experto dos pneumáticos" com a …

Fenprof acusa Governo de eleitoralismo com antecipação de colocação de docentes

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) acusou o Ministério da Educação de ter mais interesse nas eleições do que nas escolas e nos professores, comentando desta forma a antecipação da divulgação das listas de colocação …

Guimarães vê perigo em pedreiras e fecha estrada. Ministério do Ambiente não

A freguesia de Airão Santa Maria tem uma estrada encerrada entre duas pedreiras desde março. A Câmara Municipal de Guimarães entendeu que estava em causa a segurança da população e mandou cortar o caminho com …

Água do mar está mais fria no Algarve do que no Minho (e já se sabe porquê)

Nas regiões mais a sul do país, em especial na costa ocidental mas mesmo em algumas zonas do Algarve, a água do mar está mais fria do que no norte do país. A culpa, escreve o …