UE está “chocada” com a morte de George Floyd. “Vidas negras importam”

Craig Lassig / EPA

Protestos em Minneapolis, no Minnesota, Estados Unidos, contra a morte de George Floyd

Expressando o apoio da União Europeia ao “direito a protestos pacíficos”, Josep Borrell, alto Representante da UE para a Política Externa, condenou “todos os atos de violência e de racismo”.

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, comentou esta terça-feira que a morte de George Floyd provocou choque na Europa, tal como nos Estados Unidos, e adotou também o slogan antirracismo das manifestações, ao afirmar que “as vidas negras importam”.

“Nós aqui na Europa, tal como as pessoas nos Estados Unidos, estamos chocados e estupefactos com a morte de George Floyd”, disse o Alto Representante da União Europeia para a Política Externa, durante uma conferência de imprensa na sede da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Defendendo que as sociedades “devem permanecer vigilantes relativamente ao uso excessivo de força” e “garantir que todos os incidentes são lidados de forma rápida, eficaz e em total respeito pelo direitos humanos”, Josep Borrell sublinhou que tal ainda é mais verdade em sociedades democráticas, nas quais “os guardiões da ordem não devem agir de forma desproporcionada”.

Referindo-se em concreto ao caso “muito, muito infeliz” que levou à morte do afro-americano George Floyd, às mãos de agentes da polícia de Minneapolis, Minnesota, o chefe da diplomacia europeia apontou que se tratou obviamente de um “abuso de poder” por parte das forças policiais, que “deve ser combatido nos Estados Unidos e em todo o lado”.

Expressando o apoio da União Europeia ao “direito a protestos pacíficos” e condenando “todos os atos de violência e de racismo, de qualquer tipo”, o Alto Representante apelou à contenção de todas as partes para reduzir o clima de grande tensão a que se assiste hoje nos Estados Unidos.

“Acreditamos na capacidade dos norte-americanos de se reunificarem e de se curarem como uma nação”, declarou.

A concluir, sublinhou o princípio de que “todas as vidas importam, e as vidas negras também importam”, recorrendo ao slongan que tem marcado as manifestações dos últimos dias nos Estados Unidos de protesto contra a violência e racismo policial.

George Floyd, um afro-americano de 46 anos, morreu em 25 de maio, em Minneapolis (Minnesota), depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de Floyd dizer que não conseguia respirar.

A morte de Floyd ocorreu durante a sua detenção por suspeita de ter usado uma nota falsa de 20 dólares, cerca de 18 euros, numa loja. Desde a divulgação das imagens nas redes sociais, têm-se sucedido os protestos contra a violência policial e o racismo em dezenas de cidades norte-americanas, algumas das quais foram palco de atos de pilhagem.

Pelo menos quatro mil pessoas foram detidas e o recolher obrigatório foi imposto em várias cidades, incluindo Washington e Nova Iorque, mas diversos comentários do Presidente norte-americano, Donald Trump, contra os manifestantes têm intensificado os protestos.

Os quatro polícias envolvidos no incidente foram despedidos, e o agente Derek Chauvin, que colocou o joelho no pescoço de Floyd, foi detido, acusado de assassínio em terceiro grau e de homicídio involuntário.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …