Turquia acusa Trump de querer fechar os olhos à morte de Jamal Khashoggi

Daniel Kopatsch / EPA

Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan

A Turquia afirmou esta sexta-feira que as declarações do Presidente norte-americano sobre o assassínio de Jamal Khashoggi indicam que Donald Trump pretende “fechar os olhos” em relação ao caso.

“De certa forma, Trump diz: ‘eu vou fechar os meus olhos’ sobre o assassínio do jornalista saudita”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlüt Cavusoglu, numa entrevista ao canal privado CNN-Türk.

O jornalista saudita Jamal Khashoggi foi assassinado a 2 de outubro no consulado da Arábia Saudita em Istambul, na Turquia. O seu assassínio prejudicou a imagem do reino saudita, designadamente do príncipe herdeiro, acusado pela comunicação social e dirigentes turcos anónimos de ter ordenado a morte do jornalista.

Donald Trump declarou, na terça-feira, que a agência de inteligência norte-americana, a CIA, não tinhaencontrado nada absolutamente concreto” e reafirmou o seu apoio aos líderes do reino saudita.

“Podia ser que o príncipe herdeiro [Mohammed bin Salman] tivesse conhecimento deste acontecimento trágico. Talvez tenha tido ou talvez não!”, indicou Donald Trump, num comunicado esta sexta-feira divulgado.

“Talvez nunca iremos conhecer todos os factos relacionados com a morte de Jamal Khashoggi. Em qualquer dos casos, a nossa relação é com o reino da Arábia Saudita. Os Estados Unidos pretendem permanecer um parceiro inabalável da Arábia Saudita”, frisou o chefe de Estado norte-americano.

No entanto, Mevlüt Cavusoglu declarou hoje que “não é só o dinheiro que conta”, em referência ao argumento de Trump sobre as compras de armas dos Estados Unidos e a estabilidade dos preços do petróleo para justificar seu apoio contínuo a Riade.

“Para nós, também a Arábia Saudita é um país importante”, disse Cavusoglu acrescentando que, entretanto, “houve um assassínio premeditado atroz”.

Segundo a investigação turca, Khashoggi foi morto por um esquadrão de agentes sauditas que viajaram para Istambul com esse fim. O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse por várias vezes que a ordem para matar Khashoggi “foi dada ao mais alto nível do Estado” saudita.

As autoridades sauditas detiveram 21 suspeitos de ligações à morte do jornalista e adiantaram que 11 foram já acusados.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pavilhão de escola de Matosinhos fechado devido a estirpe de legionella

O pavilhão desportivo da Escola Secundária Abel Salazar, em Matosinhos, está fechado devido à presença de uma estirpe de legionella detetada nas canalizações, mas que "não constitui qualquer perigo para a saúde", confirmou a câmara …

TAP regista um prejuízo recorde de 1,2 mil milhões em 2020

Com menos 12,4 milhões de passageiros transportados, a TAP apresentou um resultado líquido negativo de 1,230 mil milhões de euros em 2020, contra um prejuízo de 106 milhões de euros em 2019, segundo dados enviados …

Chega organiza Convenção para "Governar Portugal" no fim de maio, mas promete "uso das máscaras"

O Chega vai organizar a sua III Convenção Nacional entre 28 e 30 de maio, em Coimbra, tendo por base a moção estratégica "Governar Portugal" do presidente reeleito, André Ventura, disse hoje à Agência Lusa …

Falta de plano e reservas face à viabilidade. Banco de Fomento chumba empréstimo à Groundforce

O Banco Português de Fomento (BPF) não aprovou o empréstimo de 30 milhões de euros pedido pelo Conselho de Administração da Groundforce, por não haver um plano de reestruturação da empresa e por falta de …

Operação Lex. Juiz Luís Vaz das Neves arrisca reforma compulsiva

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa e arguido na Operação Lex, arrisca passar à aposentação compulsiva.  De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quinta-feira, …

Nove administradores e 24 diretores. Banco de Fomento já terá fechado estrutura

O jornal ECO avança, esta quinta-feira, que a estrutura do Banco Português de Fomento vai contar com nove administradores, dos quais quatro são executivos, e 24 diretores. A estrutura do Banco de Fomento já estará fechada, …

Guerra aberta no PSD. Rui Rio arrisca repreensão, Adão Silva pode perder o mandato

Rui Rio, presidente do PSD, e Adão Silva, líder do grupo parlamentar, estão a ser alvo de um processo disciplinar aberto pelo Conselho de Jurisdição do partido e arriscam sanções. A decisão ainda não está tomada, …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Um terramoto devastador pode abalar a Nova Zelândia nos próximos 50 anos

Um novo estudo revela que as hipóteses de a Falha Alpina da Ilha do Sul da Nova Zelândia provocar um terramoto devastador nos próximos 50 anos são muito maiores do que se pensava.  Um estudo conduzido …

"Um incendiário como chefe dos bombeiros". Irão na Comissão sobre o Estatuto da Mulher gera indignação

O Irão foi eleito esta segunda-feira para a Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher durante um mandato de quatro anos, juntamente com China, Japão, Líbano e Paquistão. A Comissão sobre o Estatuto da …