/

Turquia 0-3 Itália | Euro arranca com vitória italiana

Alessandra Tarantino / EPA

A Itália, campeã europeia em 1968, venceu hoje a Turquia por 3-0, no encontro inaugural do Euro2020 de futebol, disputado no Estádio Olímpico de Roma, a contar para a primeira jornada do Grupo A.

A 16.ª edição do Europeu de futebol arrancou hoje no Estádio Olímpico de Roma, quase com um ano de atraso, com o turco Burak Yilmaz a dar o ‘pontapé de saída’, no embate entre Turquia e Itália.

Às 21:00 locais (20:00 em Lisboa), arrancou a mais ‘dispersa’ competição do ‘velho continente’, que se vai realizar em 11 cidades de 11 países e tem o seu epílogo marcado para 11 de julho, no Estádio de Wembley, em Londres.

Com o apito inicial do árbitro holandês Danny Makkelie, Turcos e italianos começaram a disputar o primeiro dos 51 jogos da fase final do Euro2020, os mesmos realizados no Euro2016, que Portugal conquistou.

O central da Juventus Merih Demiral, marcou na própria baliza, aos 53 minutos, fazendo o 0-1 para a Itália e tornando-se o primeiro jogador a marcar no Euro 2020. O jogador turco, formado pelo Sporting, apontou o 688.º golo em fases finais do Euro, ao 287.º encontro.

O golo 687 tinha pertencido ao avançado internacional português Éder, que, em entrou aos 79 minutos, para o lugar de Renato Sanches, e resolveu aos 109 a final do Euro2016, na qual Portugal bateu a França por 1-0.

A Itália marcou o segundo golo por Ciro Immobile, aos 66, e Lorenzo Insigne, aos 79, marcou pela terceira vez para a equipa transalpina, encerrando o marcador em 0-3.

Antes do arranque do jogo inaugural, realizou-se no Estádio Olímpico de Roma, com 25% da lotação (cerca de 16.000 espetadores), a cerimónia de abertura, que teve como ponto alto a atuação do tenor italiano Andrea Bocelli.

Domínio desde o apito inicial

O EURO 2020 já começou e logo da melhor forma. Desde 1976 que um jogo de abertura não tinha tantos golos por parte de uma so equipa, no caso Itália que, no Olímpico de Roma, dominou e “atropelou” a Turquia com três golos sem resposta.

Os tentos surgiram apenas na segunda parte, um autogolo de Mehdu Demiral e golos de Ciro Immobile e Lorenzo Insigne, a coroar uma prestação sem mácula dos comandados de Roberto Mancini.

O primeiro remate do EURO 2020 aconteceu aos três minutos e foi da autoria de Ciro Immobile, às malhas laterais. Foi uma espécie de pedra de toque para uma primeira parte de sentido único.

A Itália pegou no jogo e partiu para cima de uma Turquia que assumiu a opção de defender a todo o custo, ao ponto de chegar ao intervalo sem qualquer remate… contra 14 dos homens “da casa”, três enquadrados, 19 acções na área contrária contra duas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O primeiro golo do Europeu foi um… autogolo, de Demiral (52′), após grande lance de Berardi, um momento que desmanchou os turcos. Itália aproveitou para derrubar o que restava da muralha contrária, com golos de Immobile (66′) e Insigne (79′), e números de uma superioridade avassaladora, que no segundo tempo teve o ingrediente da eficácia ofensiva.

Melhor em Campo

Enorme jogo do ítalo-brasileiro Jorginho, que encheu o campo desde o apito inicial. O médio do Chelsea foi o segundo em acções com bola, atrás apenas de Chiellini, mas somou o máximo de passes certos (76), fez três passes para finalização, um de ruptura e disse “presente” nos momentos defensivos, com três desarmes e quatro intercepções.

Jorginho foi o “patrão” do meio-campo transalpino, terminando com um GoalPoint Rating de 7.7.

Destaques na Turquia:

Okay Yokuşlu 6.5 – O médio-defensivo foi o melhor entre os turcos, o que não espanta dada a opção de contenção da equipa. Destaque para dois desarmes, três intercepções e dois bloqueios de remate.

Uğurcan Çakır 5.4 – O guardião da Turquia foi aguentando o nulo, mas no segundo tempo nada pôde fazer para evitar a derrota. Ao todo somou seis defesas, quatro a remates na sua grande área.

Hakan Çalhanoğlu 5.3 – O craque do Milan foi dos menos maus da Turquia, com registo para uma ocasião de golo criada, desperdiçada por Burak Yılmaz.

Destaques na Itália:

Ciro Immobile 7.6 – Uma dor de cabeça constante para a defesa turca, pela movimentação e facilidade em surgir soltou, nos espaços vazios da grande área. Marcou um golo, fez uma assistência e foi o mais rematador da partida, com seis disparos.

Lorenzo Insigne 7.4 – Outro jogador veloz e móvel com o qual a defesa turca não conseguiu lidar. A surgir da esquerda, somou o máximo de acções com bola na área contrária (7), fez um golo, cinco remates e sete passes ofensivos valiosos.

Domenico Berardi 7.1 – O extremo do Sassuolo fez a cabeça em água a Umut Meraş, até sair lesionado (82′). Até lá fez quatro remates, cinco passes para finalização, um de ruptura, seis ofensivos valiosos, somou seis acções com bola na área contrária e foi dele o centro que acabou no autogolo de Demiral.

Resumo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

 

A primeira ronda do grupo A completa-se no sábado, às 14h, com o embate entre o País de Gales, de de Gareth Bale, e a Suíça, benfiquista Seferovic. O jogo está marcado para Baku, no Azerbaijão.

 


CLASSIFICAÇÃO DO GRUPOCalendário de Jogos patrocinado por Solverde

Calendário de jogos no Especial ZAP Euro 2020


Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.