Tsipras extrema posições e chama criminosos ao FMI e à UE

Julien Warnand / EPA

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras

Alexis Tsipras, o primeiro-ministro da Grécia, acusa os credores internacionais de terem um plano para “humilhar o povo grego” e de agirem como verdadeiros “criminosos”. Um discurso desafiante e que vem alimentar os receios da saída dos gregos da Zona Euro.

“A Europa deve decidir se quer uma solução que assegure o futuro da Grécia e da Zona Euro ou se quer humilhar o povo grego”, foi desta forma que Alexis Tsipras se dirigiu a elementos do seu partido, o Syriza, reunidos no Parlamento da Grécia para analisarem a difícil situação económica do país.

“Pedem-nos para adoptar um acordo que não apenas não solucionará o problema, mas abismará a economia do país na recessão”, disse ainda Tsipras que coloca assim nas costas dos seus pares da União Europeia a responsabilidade de resolverem o impasse que prossegue nas negociações.

Com a Grécia no limite da bancarrota, o Governo grego joga com os receios da saída da Zona Euro, circunstância de consequências imprevisíveis e que pode acarretar muitos efeitos negativos para todos os Estados membros.

Os credores internacionais exigem ao Governo grego mais cortes, nomeadamente nas pensões, mas Tsipras e companhia não dão sinais de cedência. O primeiro-ministro grego tem argumentado que 45% dos pensionistas gregos já vivem abaixo do limiar da pobreza, recusando assim quaisquer reduções neste domínio.

Mas os ministros do Eurogrupo vão apresentar ao governo de Tsipras números que comprovam que a Grécia é o Estado-membro que mais gasta em pensões, reporta o jornal El Mundo.

De acordo com este diário, o Estado grego dedica ao pagamento de pensões 16,2% do seu PIB, enquanto em Portugal esse valor é de 13,8% e na Holanda de apenas 6,9%.

Os ministros do Eurogrupo vão acenar com estes dados aos responsáveis gregos, na tentativa de os convencerem a fazerem um esforço para, pelo menos, se situarem nos níveis médios da Europa. Falta saber se isso chegará.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O bloco de esqª de lá parece aquele menino dono da bola no recreio… Só se joga qdo e com que ele decide. E qdo um mais ousado lhe tira a bola vai logo ao parlamento dizer “eles são criminosos”!
    Afinal a Grécia é o país da União que maior fatia afecta a pensões! Mais de 16% do pib e nós um pouco menos…

  2. Não gosto lá muito de radicais, mas há um mérito que temos que reconhecer aos ditos: Têm que ter os sobreditos ditos no sítio para sustentarem, totalmente isolados, a sua posição.
    É de facto fácil, desde o início, perceber que é inevitável um acordo. O Euro é como um copo de vidro: Se lhe tirarmos um bocado, só ficam cacos. A seriedade do assunto, aconselha a que não seja tema que sirva para ninguém dar ou tirar, qualquer espécie de “lições”. Afirmações como “Portugal não é a Grécia”, podem fácilmente transformar-se em “A Espanha não é Portugal”, e por aí fora …

    • Talvez os “mercados” já tenham percebido que uma economia a 26 não será contaminada por um único membro só porque é “radical” e a coberto do manto “povo grego” que manifestamente aparece preocupado. Não é razoável evocar o berço da democracia qdo se passa ao lado do facto do facto, de entre outros europeus, o povo português, na penúria, lá ter metido dinheiros…

RESPONDER

Espeleólogos portugueses já começaram a sair da gruta

Dois dos espeleólogos portugueses presos na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, já foram resgatados com sucesso e estão bem de saúde. Dois dos quatro espeleólogos portugueses retidos desde sábado numa gruta no norte de Espanha já …

Três espécies de insetos comestíveis à espera de lei em Portugal

Em maio de 2013 a FAO defendeu que os insetos consumidos anualmente por dois mil milhões de pessoas são uma alternativa promissora à produção convencional de carne, com vantagens para a saúde e para o …

Ativista brasileiro vê semelhanças na chegada ao Parlamento de Ventura e Bolsonaro

O ativista brasileiro Anderson França encontra semelhanças na chegada ao Parlamento de André Ventura, em Portugal, e de Bolsonaro à Câmara dos Deputados, no Brasil, e recomenda que esta nova presença seja estudada e levada …

"Repetitivo e confuso". Acordo para o Brexit não será votado hoje

John Bercow, presidente da Câmara dos Comuns, recusou que o Parlamento britânico votasse esta segunda-feira o acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia. Bercow considerou que não estavam reunidas as condições para que …

Pérola com 8 mil anos vai estar em exposição pela primeira vez

O Louvre Abu Dhabi, nos Emirados Árabos Unidos, vai ter uma pérola com 8 mil anos em exposição. Considerada como a mais antigo do mundo, será a primeira vez que vai ser exibida ao público. A …

Anúncios para crianças vão banir alimentos com mais açúcar, sal e gorduras

A publicidade a alimentos com elevado teor de açucar, sal e gordura como os chocolates, barras energéticas e refrigerantes, está proibida a partir de hoje num raio de 100 metros das escolas e em programas …

Eleições em Moçambique. Dirigente local da oposição e marido abatidos a tiro

Uma dirigente local da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), maior partido da oposição, e o seu marido foram abatidos a tiro por desconhecidos no interior de Moçambique, sendo o mais recente caso conhecido de homicídio de …

Johnson retira lote de pó de talco para bebé (mas insiste que é seguro)

A Johnson & Johnson decidiu mandar retirar um lote de pó de talco para bebé, vendido online nos Estados Unidos, depois de ter contestado várias vezes a existência de vestígios de amianto nos seus produtos. A …

Augusto Inácio abandona comando técnico do Desportivo das Aves

O treinador Augusto Inácio deixou hoje o comando técnico do Desportivo das Aves, informou em comunicado o 18.º e último classificado da I Liga de futebol. "Augusto Inácio já não é treinador do Clube Desportivo das …

"A Google sabe sempre onde são os primeiros surtos de gripe"

Hoje em dia, "há uma tendência para disponibilizar tudo na Internet", o que pode ser perigoso e ter consequências para toda a vida. O alerta é da presidente da Comissão Nacional de Protecção de Dados …