Trump vangloria-se do ataque que matou o general iraniano. Democratas querem limitar a sua ação militar

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Trumo declarou que o ataque contra Soleimani foi feito em nome da “justiça americana”, minimizando as críticas dos líderes democratas. A Câmara dos Representantes quer agora limitar a sua ação militar.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, aproveitou o primeiro comício eleitoral do ano, em Ohio, para se vangloriar do ataque aéreo de sexta-feira passada em Bagdade que matou o general iraniano Qassem Soleimani.

No regresso à campanha eleitoral, na quinta-feira à noite, Trump declarou que o ataque contra Soleimani foi feito em nome da “justiça americana” e minimizou os líderes democratas que o criticaram por não ter consultado previamente o Congresso.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, controlada pelos democratas, aprovou hoje uma resolução para limitar o poder do Presidente, Donald Trump, de iniciar operações militares contra o Irão, mas a medida ainda terá de ser aprovada pelo Senado.

De acordo com agência France-Presse, a resolução que insta o chefe de Estado norte-americano a “acabar” com todas as operações militares contra Teerão na ausência da aprovação do Congresso foi aprovada com 224 votos a favor, três deles de membros republicanos, e 194 contra.

No entanto, a medida poderá não passar de um ato simbólico, uma vez que é mais difícil a sua aprovação no Senado dos EUA, controlado pelos republicanos que, na maioria, apoiam Donald Trump.

Ao discursar perante os apoiantes, o chefe de Estado não poupou as já habituais críticas a Pelosi e chamou o candidato às primárias Democratas Bernie Sanders, que também levantou objeções à forma como foi realizado o ataque contra Soleimani, de “Bernie maluco”.

A crise com o Irão, que ofuscou o iminente processo de destituição de Trump, também abriu uma nova frente na campanha presidencial do atual Presidente, que em 2016 prometeu acabar com o envolvimento norte-americano em “guerras intermináveis”.

O vice-Presidente dos EUA, Mike Pence, que se juntou a Trump no comício, disse que o Presidente merecia crédito por ter eliminado um “terrorista perigoso” e ao mesmo tempo por ter conseguido evitar uma escalada do conflito.

“Quando as vidas dos norte-americanos estavam ameaçadas pelo terrorista mais perigoso do mundo, o Presidente Donald Trump entrou em ação e Qasem Soleimani foi abatido”, disse Pence.

“Na sequência desse ataque, o Irão respondeu, mas graças ao profissionalismo dos nossos militares, não sofremos nenhuma baixa e o Irão parece estar a desistir. Isto é liderança“, declarou.

O Irão retaliou na madrugada de quarta-feira, lançando mísseis contra duas bases da coligação internacional anti-jihadista, liderada pelos Estados Unidos, em Ain al-Assad e Erbil, no Iraque.

A televisão estatal iraniana referiu que aquela operação militar foi designada “Mártir Soleimani” e que matou “pelo menos 80 militares norte-americanos”, mas Donald Trump negou a existência de baixas.

 

 

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …