Trump terá com toda a certeza a honra de se encontrar com Kim Jong-un

Pete Marovich / POOL / EPA

-

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou esta segunda-feira estar disposto a reunir-se com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, “mediante as circunstâncias adequadas”.

“Se para mim fizer sentido encontrar-me com ele, eu terei, com toda a certeza, a honra de o fazer”, disse Donald Trump numa entrevista hoje à Bloomberg News, numa altura em que sobe a tensão em relação a Pyongyang por causa da alegada preparação de um teste nuclear e das sucessivas ameaças cruzadas entre os dois países.

“Estou a dizer-lhe que, com as condições certas, estou disposto a encontrar-me com ele”, sublinhou Donald Trump, a propósito da possibilidade de se encontrar com o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

O último encontro entre altos dirigentes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte remonta a 2000, quando a então secretária de Estado norte-americana Madeleine Albright, na presidência de Bill Clinton, se reuniu com Kim Jong Il, pai do atual líder norte-coreano.

Kim Jong-Un nunca se encontrou com qualquer dirigente político estrangeiro desde que chegou ao poder em 2011.

Convite a Duterte

Esta é em poucos dias a segunda vez que Donald Trump manifesta disponibilidade para se encontrar com líderes habitualmente envolvidos em polémica.

No sábado passado, Donald Trump convidou Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas,  para uma visita à Casa Branca. A informação foi adiantada por um comunicado da Casa Branca, segundo o qual Trump fará uma visita às Filipinas em Novembro, no âmbito de uma cimeira com vários países asiáticos.

Além das diversas polémicas relacionadas com violações de direitos humanos em que o presidente filipino estará alegadamente envolvido – ou que terá até publicamente defendido, Duterte lançou a polémica nos EUA em setembro do ano passado, depois de ter chamado filho de uma prostituta a Barack Obama, então presidente dos Estados Unidos.

Algo que, aparentemente, parece não ter incomodado Donald Trump, que manteve uma “conversa telefónica muito agradável” com Duterte, na qual terá sido discutida a guerra às drogas nas Filipinas – precisamente uma das áreas em que os métodos do presidente filipino são mais controversos – e a ameaça militar da Coreia do Norte.

Segundo adianta o comunicado da Casa Branca, emitido este domingo, depois desta chamada a aliança entre os Estados Unidos e as Filipinas está “no bom caminho”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só tenho a dizer… 4 anos é muito tempo. Este Trump não tem nível, competência, sabedoria emuito menos bom senso para ser presidente nem sequer de uma colectividade. Corram com este animal enquanto é tempo! Impeachment já!..

    É que com o Obama ou com uma pessoa normal na presidência, nem nunca se tinha chegado a esta escalada de tensão e de perigo para o mundo.

    O Duterte meu Deus… Como é que alguém pode sequer dirigir a palavra a um facínora dessa espécie. Criminosos ao poder, é o que é!.. Não me admira que não tarda nada, Trump se torne grande amigo de Kim Jong-un e juntos resolvama destruir o mundo para depois o difidirem a meio, lol…

RESPONDER

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Num novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os investigadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O estudo, …

Brexit. May diz que acordo “ainda é possível”, mas divergência que resta é “frustrante”

A primeira-ministra britânica, Theresa May, admitiu esta segunda-feira que "ainda é possível" um acordo que permita uma saída ordeira do Reino Unido da União Europeia, mas a divergência que resta com Bruxelas é "frustrante. Numa declaração …

Abrandamento económico pode dificultar consolidação orçamental em Portugal

A agência de notação financeira Fitch reconhece a "trajetória firme de descida" da dívida pública portuguesa, mas adverte que o abrandamento da economia e as pressões sobre o investimento poderão dificultar a consolidação orçamental nos …

Cinco detidos na Turquia após morte de 22 migrantes em acidente de viação

Cinco pessoas foram esta segunda-feira detidas na província de Izmir, no sudoeste da Turquia, após um acidente de viação que matou no domingo 22 imigrantes, incluindo crianças, informou a agência turca estatal Anadolu. Entre os detidos …

Celebridade chinesa da internet detida por "desrespeitar" hino da China

A lei do Hino, aprovada no ano passado, prevê detenções até 15 dias ou prisão até três anos para quem cantar a Marcha dos Voluntários de forma "distorcida ou desrespeitosa", em público. Uma celebridade da internet …

Ex-presidente do BPP condenado a cinco anos de prisão

O antigo presidente Banco Privado Português (BPP) João Rendeiro foi esta segunda-feira condenado a cinco anos de prisão por falsidade informática e falsificação de documentos. O fundador do banco poderá ver a pena ser suspensa …

Seis aviões comerciais avistam OVNIs no Chile

Pelo menos seis aviões comerciais — cinco deles da Latam Chile e um da Copa Airlines — comunicaram ao Comité de Estudos de Fenómenos Aéreos Anómalos (CEFAA) o avistamento de objetos voadores não identificados no …

Príncipe Harry e Meghan Markle vão ser pais

O príncipe Harry e a duquesa de Sussex, Megan Markle, estão à espera do primeiro filho. O bebé deverá nascer na primavera, anunciou esta sgeunda-feira o Palácio de Kensington, em comunicado. Megan Markle, a duquesa de …

Carros autónomos chegam hoje às estradas portuguesas

Esta segunda-feira vão começar os primeiros testes a carros autónomos nas estradas portuguesas. A A9/CREL - Circular Regional Externa de Lisboa -, em Lisboa, servirá de teste para as fabricantes. Em parceria com a Brisa e …

Portugueses querem a mesma hora durante o ano inteiro

O resultado de uma sondagem recente revela que a maioria dos portugueses prefere ter a mesma hora durante o ano inteiro, um resultado que vai ao encontro dos resultados do inquérito da Comissão Europeia. O resultado …