Trump reconhece que Rússia é responsável por “hacking” dos democratas

O Presidente eleito dos Estados Unidos disse esta quarta-feira numa conferência de imprensa, em Nova Iorque, que acredita que a Rússia esteve por trás das fugas de informação do Comité Nacional Democrata.

Acho que foi a Rússia, mas também somos ‘hacked’ por outros países e outras pessoas. O Comité Nacional Democrata estava completamente aberto a ser ‘hacked’. Fizeram um muito mau trabalho”, disse Donald Trump.

A conferência de imprensa, que aconteceu na Trump Tower, na Quinta Avenida, foi a primeira do Presidente eleito desde julho, quando ainda era o candidato presidencial dos republicanos.

Se Putin gosta de Donald Trump, adivinhem, isso chama-se uma vantagem e não um defeito”, explicou, questionado porque é que não tinha sido alvo dos mesmos ataques.

“Eu ‘twittei’ que não tenho relações com a Rússia. Não tenho negócios na Rússia. Não tenho negócios na Rússia porque nos mantivemos longe. E não tenho nenhuns empréstimos na Rússia. Como empresário de imobiliário, tenho muito, muito pouca dívida”, disse.

A CNN, o Washington Post e o New York Times, entre outros, publicaram na terça-feira notícias citando um relatório dos serviços de informações dos EUA segundo o qual a Rússia tem informação comprometedora suficiente para “chantagear” Donald Trump.

Trump chamou as notícias de “uma desgraça” e criticou os órgãos de informação CNN e Buzzfeed por publicarem o relatório integralmente.

Ainda sobre a Rússia, disse que Putin não “devia estar a fazê-lo [espionagem eletrónica a organizações americanas] e não o vai fazer.”

A Rússia vai ter muito mais respeito pelo nosso país quando eu o liderar do que quando outras pessoas o lideraram”, disse.

Sobre a reforma do sistema nacional de saúde conhecida por Obamacare, que assegura cuidados de saúde a mais de 20 milhões de pessoas, Trump disse que “é um completo e total desastre” e que “está a implodir”.

O republicano acrescentou que Obamacare “era um problema dos democratas” e que lhes estava “a fazer um grande favor” ao revogar a lei.

Trump explicou ainda que revogar o sistema de saúde e a aprovação de um substituto acontecerá “essencialmente em simultâneo”.

O responsável disse também que não vai esperar pela negociação com o México para construir a muralha na fronteira com o país, uma das suas grandes promessas de campanha, e que por isso vai avançar com a sua construção de imediato, mas que o o vizinho do sul “vai devolver” o custo da obra, nem que seja “através de um imposto”.

Uma advogada de Donald Trump explicou durante a conferência de imprensa que o empresário vai abdicar de todos os cargos na sua empresa, bem como a sua filha, para evitar conflitos de interesses e que a organização será gerida por dois dos seus filhos, Don e Eric Trump.

A advogada explicou também que qualquer contribuição de um governo estrangeiro para os hotéis da sua marca serão doados ao tesouro norte-americano, uma vez mais para evitar conflitos de interesses.

Os jornalistas perguntaram também se Trump iria mostrar a sua declaração de impostos, mas Trump repetiu que continua sob investigação do serviço norte-americano de impostos, IRS, e que o tema não é importante.

“Os únicos que se preocupam com a minha declaração de impostos são os jornalistas”, disse, acrescentando que a prova desse facto é que tinha ganho a eleição.

Trump toma posse como Presidente dos EUA no próximo dia 20 de janeiro.

// Lusa

RESPONDER

-

Biquínis enfeitiçados: marca cria coleção inspirada nas princesas da Disney

Com o verão a chegar, a Enchanted acaba de lançar uma nova linha de roupa de banho. A nova colecção de biquínis é inspirada nas princesas da Disney.  A loja e marca de roupa de banho …

Marine Le Pen em comício da Frente Nacional durante a campanha para as presidenciais francesas

Marine Le Pen diz que se ganhar as eleições a União Europeia vai morrer

A candidata da extrema-direita francesa Marine Le Pen afirmou este domingo que se for eleita presidente da França a União Europeia (UE) "vai morrer", porque "as pessoas já não a querem". As afirmações da candidata presidencial …

-

Trump não para de mexer em coisas nas reuniões (entre outras desordens mentais)

O estado mental do novo presidente dos Estados Unidos tornou-se um agitado tema de discussão nas redes sociais, nos meios de comunicação - e até no seio da comunidade científica norte-americana. "Eu não sei o que …

-

Bloco quer preparar com urgência o país para a saída do Euro

A coordenadora do Bloco de Esquerda defendeu hoje a urgência de preparar o país para a saída do euro, rejeitando que Portugal fique "no pelotão da frente" de uma Europa que "caminha para o abismo". Em …

O que poderá ser o novo super-carro McLaren BP23, tal como imaginado pela Autocar

Novo McLaren BP23 vai custar 2,3 milhões de euros

Apesar do seu preço exorbitante, todos os 106 unidades que serão produzidas estão já reservadas por clientes que, além de um sinal de cinco dígitos, tem de já ter hoje em casa, pelo menos, um …

-

Tribunal egípcio condena 56 pessoas por naufrágio que vitimou emigrantes

O Tribunal Penal de Rashid, no Egito, condenou hoje 56 pessoas a penas de dois a 13 anos de prisão pelo naufrágio de um barco que provocou a morte de 203 emigrantes em setembro passado, …

-

Físicos provam que é impossível arrefecer um objecto a zero absoluto

Os físicos Lluís Masanes e Jonathan Oppenheim, da Universidade College London, no Reino Unido, derivaram a terceira lei da termodinâmica a partir dos primeiros princípios. Em janeiro, físicos do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos EUA …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Coreia ameaça ataque preventivo sem piedade e sem aviso

A Coreia do Norte ameaçou este domingo realizar um ataque preventivo caso detecte qualquer tentativa de abalar a sua liderança e a sua soberania, em resposta às manobras militares que a Coreia do Sul e …

-

Líder da oposição da Rússia detido durante mega-manifestação contra a corrupção

O opositor russo Alexeï Navalny foi hoje detido pela polícia durante a manifestação contra a corrupção que reuniu milhares de pessoas no centro de Moscovo, anunciou a sua porta-voz. O líder oposicionista Alexeï Navalny “foi detido …

-

Bancos cobram comissões ilegais aos clientes sem prestar qualquer serviço

A Deco acusa a banca de cobrar comissões aos clientes sem prestar qualquer serviço, como por processamento de prestação de crédito ou manutenção de conta, e de querer compensar as perdas da intermediação financeira com …