Trump queixa-se de caça às bruxas após “relatório” russo comprometedor

Gage Skidmore / Flickr

O milionário e candidato republicano às eleições norte-americanas Donald Trump

O milionário e candidato republicano às eleições norte-americanas Donald Trump

Donald Trump disse estar a ser alvo de um “caça às bruxas política”, após notícias de que foi avisado pelos serviços de informação norte-americanos que a Rússia tem na sua posse material alegadamente comprometedor sobre o Presidente eleito.

“Notícias falsas – uma total caça às bruxas política!”, escreveu Trump na sua conta de Twitter, usando apenas letras maiúsculas, depois de a CNN noticiar que os chefes dos serviços de informação o alertaram, na semana passada, sobre este material, durante uma reunião em que discutiram o alegado envolvimento da Rússia nas eleições norte-americanas.

O material sintetizado em duas páginas foi apresentado a Trump durante a com o diretor das Informações Nacionais (DNI), James Clapper, da polícia federal (FBI), James Comey, e das agências Central de Informações (CIA), John Brennan, e da Segurança Nacional (NSA), Mike Rogers.

A estação televisiva sustenta a sua história em “múltiplos” funcionários norte-americanos com conhecimento dessas reuniões.

O jornal New York Times acrescenta que não conseguiu comprovar uma série de detalhes que estavam incluídos nos documentos, entre os quais estão vídeos de teor sexual que envolvem Donald Trump e prostitutas russas, numa visita a Moscovo em 2013, que seria usados pela Rússia para chantagear Trump.

Pelo menos parte da informação apurada foi obtida por um ex-agente do serviço de informações britânico MI6, que esteve colocado em Moscovo na década de 1990 e agora tem uma empresa, adianta a televisão de Atlanta. As suas investigações começaram por ser financiadas por apoiantes de opositores de Trump durante as primárias republicanas.

As duas páginas com alegada informação comprometedora, de caráter pessoal e financeiro, segundo a CNN, serão de conhecimento muito reservado. Apenas Obama, Trump e os quatro líderes partidários do Congresso e os quatro principais membros das comissões de Informações do Senado e da Casa dos Representantes conheceriam o seu conteúdo, além dos dirigentes dos serviços de informações.

As páginas sintetizariam um conjunto de 35 – que a CNN garantiu já ter visto e que foram entretanto publicadas pelo site Buzzfeed News – que o senador republicano John McCain já teria entregue ao diretor do FBI.

Além da eventual informação pessoal e financeira comprometedora, a CNN adiantou ainda que a sinopse de duas páginas incluiria alegações da existência de um fluxo contínuo de informação entre Trump e o Governo russo, com recurso a vários intermediários.

Moscovo nega ter informação comprometedora

Um porta-voz do chefe de Estado russo negou, esta quarta-feira, que o Kremlin tinha reunido informação comprometedora sobre o Presidente eleito dos Estados Unidos.

Dmitry Peskov considerou as declarações de um responsável norte-americano à agência noticiosa Associated Press (AP) “completamente falsas e absolutamente disparatadas”, e insistiu que o Kremlin “não procura obter informação comprometedora”.

O site WikiLeaks informou que as alegações de que “agentes russos” possuiriam informações comprometedoras sobre o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, não são confiáveis.

“O ficheiro de 35 páginas publicado pelo Buzzfeed sobre Trump não é um relatório de inteligência. O estilo, os factos e as datas não mostram credibilidade”, escreveu o WikiLeaks no Twitter.

“Nós não aprovamos o documento publicado pelo Buzzfeed, que é claramente fictício”, comentou o WikiLeaks. De acordo com os media, o FBI está a investigar a credibilidade dos dados.

ZAP // Lusa / SN

2 COMENTÁRIOS

  1. Sendo ou não legítimo, o documento, há muito que desconfio das ligacoes do Wikileaks ao FSB e esta prontidão deles para deixar um tweet, para semear mais dúvidas só me deixa mais desconfiado.

    -JS

  2. Os media estão a cair na sua própria malha. Fake news? podem ser todos. Nem sequer verificam as suas fontes…Tristeza. Repetem tudo uns dos outros…

RESPONDER

FMI admite: Troika não protegeu os pobres (e a culpa foi do Governo)

O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela 'troika' em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos …

Bebidas dietéticas podem levar ao aumento de peso

Uma vez anunciados como substitutos do açúcar, os adoçantes artificiais como a sucralose e o aspartame foram bem recebidos pelo público - até há pouco tempo. Recentemente, os investigadores começaram a olhar com crescente suspeita para …

Pedrógão: PGR não explica segredo de justiça, Governo optou por não levantar

Uma empresária de Lisboa fez, por conta própria, um levantamento do número de mortos vítimas do incêndio. No final, chegou ao número 73 que contrasta com os 64 oficiais avançados pelas autoridades. Dúvidas instaladas, pede-se …

China diz à Índia para retirar tropas e não abusar da sorte

A China avisou a Índia para não subestimar a sua determinação em salvaguardar o que considera território seu, numa altura de renovada tensão entre os dois países vizinhos, em torno de uma área disputada nos …

Revolta de pais com problemas nas matrículas obrigou à intervenção da polícia

Um protesto de pais contra as alegadas irregularidades nas matrículas na Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, por causa de supostas moradas falsas, obrigou a polícia a intervir para acalmar os ânimos. O relato do caso …

Operadoras de telecomunicações obrigadas a baixar preços ou a aceitar rescisões

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) anunciou "medidas correctivas" às operadoras de telecomunicações Meo, Nos, Nowo e Vodafone, no sentido de baixarem preços aos consumidores ou de permitirem a rescisão de contratos sem custos adicionais. Segundo …

Israel substitui detetores de metais por videovigilância na Esplanada das Mesquitas

As forças de segurança israelitas estão a remover os detetores de metais instalados à entrada da mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém Oriental ocupada, noticia a Al Jazeera, que cita o diretor da mesquita. Israel começou a …

Afinal, Cristiano Ronaldo vai continuar no Real Madrid

O internacional português garantiu que vai continuar no Real Madrid, acabando com os rumores que diziam que iria sair do clube por estar insatisfeito com a forma como o Fisco espanhol o tem tratado. Em declarações …

Homem armado com faca ataca posto de fronteiriço espanhol de Melilla

O atacante, que estava armado com uma faca, atacou o posto fronteiriço a gritar "Alá é Grande". Provocou ferimentos ligeiros num polícia e acabou por ser detido. Um homem munido de uma faca atacou o posto …

Investigação desmente Governo e confirma queda de helicóptero no incêndio de Alijó

O Ministério da Administração Interna tinha negado a tese de queda de um helicóptero no combate a um incêndio em Alijó, mas o relatório que investigou o caso desmente o Governo e confirma o acidente, …