Trump pondera proibir voos do Brasil (e acha “apropriado” tomar hidroxicloroquina)

Jim Lo Scalzo / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump

O Presidente norte-americano está a considerar proibir voos provenientes do Brasil, declarando que “não quer pessoas” a deslocar-se para os Estados Unidos para “infetar” o seu povo.

“Estamos a considerar isso. (…) Não quero pessoas a virem para cá e a infetarem o nosso povo. Também não quero que as pessoas fiquem doentes por lá. Estamos a ajudar o Brasil com ventiladores, estamos a enviar ventiladores para lá. O Brasil está a ter problemas, não há dúvida sobre isso”, disse Donald Trump em conferência de imprensa.

Esta não é a primeira vez que o Presidente norte-americano avalia a suspensão de voos a partir do Brasil. No final do mês passado, Trump afirmou que estava a “acompanhar de perto” o “surto sério” do novo coronavírus no país sul-americano, dizendo ao governador da Florida que essa medida seria possível.

“Se precisar [de interromper voos do Brasil], avise-nos”, afirmou o chefe de Estado a Ron DeSantis, citado pela imprensa.

O Brasil é o epicentro da covid-19 na América Latina e ocupa o terceiro lugar a nível mundial de países com maior número de casos ativos, apenas atrás dos EUA e da Rússia, segundo o portal Worldometer, que compila quase em tempo real informações da Organização Mundial da Saúde, dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças, de fontes oficiais dos países, de publicações científicas e de órgãos de informação.

A Casa Branca já vetou o acesso ao país a viajantes provenientes da China e de grande parte da Europa para conter a disseminação do novo coronavírus, algo que não evitou os contágios no país.

Questionado hoje sobre quando tenciona levantar o veto a estrangeiros de grande parte da Europa, Trump respondeu: “Eu adoraria reabrir o mais rápido possível, mas temos de garantir que estamos a ir bem, e que eles também estão a ir bem”.

Trump diz ser “apropriado” tomar hidroxicloroquina

O Presidente norte-americano admitiu, esta segunda-feira, que está a tomar hidroxicloroquina para se prevenir da covid-19, medicamento usado para prevenção e tratamento da malária, mesmo sabendo que as autoridades de saúde não têm ainda uma conclusão sobre o uso desta substância.

Esta terça-feira, escreve o jornal Público, durante uma reunião do seu gabinete, o chefe de Estado afirmou que achou que seria “apropriado” tomar este medicamento depois de dois funcionários da Casa Branca terem testado positivo para a covid-19.

“Alguém bem próximo de mim, um cavalheiro jovem e simpático, testou positivo. Além disso, eu lido muito com o Mike Pence e alguém muito próximo dele, que eu também costumo ver, testou positivo. Por isso pensei que, do meu ponto de vista, não era uma má altura para tomar”, declarou.

No mês passado, a Administração de Alimentos e Medicamentos norte-americana (FDA) emitiu um comunicado no qual afirmou que a hidroxicloroquina “não demonstrou ser segura e eficaz” no combate à doença.

A FDA alertou ainda para o facto de este medicamento poder causar problemas sérios no ritmo cardíaco de pacientes infetados com covid-19 e, por isso, está contra a sua utilização fora de contexto hospitalar.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

"Lupin". Livros originais regressam aos mais vendidos com série na Netflix

Novo fenómeno da Netflix, a série francesa Lupin estreou a bater recordes no ecrã… e não só. Com o sucesso da adaptação moderna da história clássica do ladrão Arsène Lupin, os livros originais voltaram aos …

Escavações revelam canibalismo azteca durante invasão espanhola

Centenas de invasores espanhóis capturados na localidade azteca de Tecoaque em 1520 terão sido sacrificados e devorados pelos indígenas, motivando um posterior massacre ordenado pelo "conquistador" Hernan Cortés. Um estudo publicado pelo Instituto Nacional de Antropologia …

A carrinha NV350 da Nissan inaugura uma nova forma de teletrabalho

O teletrabalho pode tornar-se menos aborrecido graças à Nissan. A fabricante japonesa apresentou a sua carrinha NV350 através do YouTube, na semana passada. A empresa destacou a principal caraterística deste veículo: pode ser formatado para …

Hospitais estão no limite. Modelos computacionais podem ajudar a manter as portas abertas

Modelos computacionais podem ser aplicados para ajudar a fazer uma melhor gestão das camas disponíveis para o internamento de doentes infetados com o novo coronavírus. A covid-19 está a causar pressão nos serviços de saúde em …

Guardas diabólicas. Mulheres comuns pertenceram à SS (e torturaram outras em campo de concentração)

Prosseguir, torturar e matar judeus não foi uma ação impulsionada apenas por homens. Na altura da Segunda Guerra Mundial foram muitas as mulheres que se juntaram à SS para fiscalizar e realizar tarefas nos campos …

Sp. Braga 2-1 Benfica | Braga bate Benfica no jogo aéreo e volta à final da Taça da Liga

O Sporting de Braga venceu esta quarta-feira o Benfica por 2-1, com dois golos de cabeça, e vai defender o título na Taça da Liga em futebol na final de sábado, frente ao Sporting, em …

EUA. Com medo da covid-19, homem esconde-se em aeroporto durante três meses

Com receio de ir para casa devido à covid-19, um homem de 36 anos ficou durante três meses no Aeroporto Internacional O'Hare, em Chicago, nos Estados Unidos (EUA), sem ser descoberto. De acordo com um artigo …

Congeladores em vez de assentos. Empresa remodela avião para transportar vacinas contra a covid-19

O transporte de vacinas contra a covid-19 acabou de se tornar mais fácil graças a uma empresa aeronáutica italiana que remodelou uma avião para o efeito. A empresa italiana Tecnam normalmente fabrica peças de aeronaves para fabricantes, além …

Netanyahu tem a seringa com que foi vacinado contra a covid-19 exposta no seu escritório

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, guardou a seringa com que foi vacinado contra a covid-19. O objeto está agora exposto no seu escritório no interior de uma caixa de vidro com uma base em …

Presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusado de 11 crimes

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande foi acusado de 11 crimes na sequência dos incêndios de junho de 2017, sete de homicídio por negligência e quatro de ofensa à integridade física por negligência. Numa informação …