Trump anuncia plano para reabrir a economia em três etapas

Esta quinta-feira, o Presidente dos Estados Unidos apresentou um plano para relançar a economia norte-americana em três etapas.

O documento, divulgado pela CNN, inclui diretrizes que sugerem que Donald Trump terá uma abordagem cautelosa para relança a economia dos Estados Unidos, adotando um retorno gradual das pessoas aos espaços públicos, ainda que sem especificar datas.

“De acordo com os dados mais recentes, a nossa equipa de especialistas concorda que podemos iniciar uma nova frente nesta guerra, que chamaremos de ‘reabertura dos Estados Unidos'”, declarou Trump.

Durante uma conferência de imprensa, a partir da Casa Branca, o governante sublinhou que manter as restrições “não é uma solução sustentável a longo prazo” e que a sua administração emitirá um guia para dar aos governadores poder de decisão, dependendo do número de casos.

“Vamos abrir o nosso país. Os americanos querem que aconteça.”

De acordo com o Diário de Notícias, na primeira fase, as escolas vão manter-se fechadas, continuam a não ser permitidas visitas em lares de idosos e as viagens não essenciais devem ser evitadas. Sempre que possível, deve dar-se prioridade ao teletrabalho.

Além disso, a população mais vulnerável deve manter-se em casa. Os teatros, recintos desportivos e igrejas podem abrir, mas “sob estritos protocolos de distanciamento físico”.

A segunda fase implica que as viagem não essenciais possam ser retomadas e que escolas, creches e acampamentos podem reabrir. Por último, a terceira fase baseia-se no regresso à normalidade, com a maioria dos norte-americanos a manter as práticas de higiene e o distanciamento social.

“Vamos recomeçar a nossa vida novamente, vamos rejuvenescer a economia novamente”, afirmou o Presidente dos Estados Unidos.

Nas últimas 24 horas, o país registou 4.491 mortes devido à covid-19, elevando para cerca de 33 mil o total de vítimas mortais, indicou a Universidade Johns Hopkins esta quinta-feira. Este número poderá incluir óbitos “provavelmente relacionados” com a Covid-19, mas que inicialmente não tinham sido contabilizados.

Esta semana, a cidade de Nova Iorque anunciou que ia acrescentar 3.778 mortes provavelmente causadas pelo novo coronavírus ao número de óbitos locais.

De acordo com os centros de prevenção e de luta conta as doenças norte-americanos (CDC), o país contava às 20h00 TMG (21h00 em Lisboa) 31.071 mortos, incluindo 4.141 provavelmente causados pela covid-19, um número ligeiramente inferior ao avançado pela Universidade Johns Hopkins.

Os Estados Unidos são atualmente o país com mais óbitos no mundo, à frente da Itália (com 22.170 mortos), Espanha (19.130) e França (17.920) e Reino Unido (13.729 mortos).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Trump devia ler a 9 emenda primeiro Coitado nem sabe as próprias leis. Os governadores é quem tem o poder de fechar e abrir as economias. A única coisa que podia fazer para facilitar e não faz era facilitar os testes em massa e compra dos EPI o que parece não quer financiar. Resumidamente se tivessem metido um macaco verdadeiro como presidente era provável não dar tantas atrapalhadas diárias

RESPONDER

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …