Trump engana tropas sobre aumento salarial na visita ao Iraque (outra vez)

Michael Reynolds / EPA

Na última quarta-feira Donald Trump fez uma visita surpresa ao Iraque — foi a primeira viagem, enquanto presidente dos EUA, a uma zona de combate.

Na visita à base área Al Asad, a oeste de Bagdade, Trump discursou perante uma multidão de soldados e, no decorrer do discurso, repetiu argumentos falaciosos sobre os salários dos militares.

“Quero que todos saibam que vamos sempre proteger quem nos protege. Vocês protegem-nos. Nós vamos sempre proteger-vos”, começou por dizer. “E vocês acabaram de ver isso, porque vocês acabaram de receber um dos maiores aumentos que alguma vez receberam. Vocês não recebem um aumento há mais de 10 anos… e nós conseguimos um aumento grande para vocês. Eu consegui”, continuou.

“Eles disseram: ‘Sabes, podemos fazer um aumento mais pequeno. Podemos ficar nos 3%. Podemos ficar nos 2%’. Eu disse: ‘Não. Façam de 10%. Façam mais de 10%‘. Já passaram mais de dez anos. É muito tempo”, repetiu falsamente Trump, naquela que foi a primeira visita ao Iraque, acompanhado pela primeira-dama Melania Trump.

De acordo com a CNN e a Business Insider, os salários dos militares têm aumentado anualmente há mais de 30 anos. Em 2018 assistiu-se a um aumento de 2,4% e para 2019, à conta da Lei de Autorização de Defesa Nacional, está previsto outro acrescento de 2,6%. O aumento no orçamento para 2019 foi o maior nos últimos nove anos, mas o aumento salarial não tem nada de novo.

Trump frequentemente invoca o salário militar como prova do seu compromisso com as forças armadas. Em maio, o presidente norte-americano disse às mães e esposas de soldados num evento na Casa Branca que tinha conseguido aumentar o salário dos militares “pela primeira vez em dez anos”.

A viagem de Donald Trump pode também ter comprometido as identidades e as localizações secretas dos Navy Seals no Iraque após ter publicado um vídeo ao lado da equipa esta quarta-feira no Twitter.

O vídeo foi publicado depois de o presidente norte-americano ter visitado os militares destacados no país, mas isso constitui uma “quebra do protocolo que normalmente protege as identidades dos membros das forças especiais em zonas de combate”, de acordo com Malcolm Nance, um especialista em serviços de informações da Marinha.

Agora “a segurança operacional” daquela unidade especial terá ficado comprometida, avisa o especialista, uma vez que ninguém sabia, até agora, que militares norte-americanos estavam no país.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …