O tango dança-se a dois. Mas com Biden no poder, o “Trump dos Trópicos” não tem par

Chris Kleponis / EPA

Líder da maior economia da América Latina, Jair Bolsonaro seguiu o exemplo de Donald Trump, merecendo o título de “Trump dos Trópicos”. Agora que o ainda Presidente dos Estados Unidos está prestes a dizer adeus à Casa Branca, o Presidente brasileiro fica sozinho a dançar este tango.

Rubens Ricupero, antigo embaixador do Brasil nos Estados Unidos, foi sucinto: “Ele vai ficar sozinho”. “Bolsonaro tem uma relação má com a União Europeia, França, Alemanha e com a China. Além disso, começou o seu relacionamento com o Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, com o pé errado”, disse, em declarações ao Al Jazeera.

Recentemente, o recém-eleito Presidente norte-americano sugeriu que o Brasil poderia enfrentar sanções se não impedisse a destruição da Amazónia. A 11 de novembro, Bolsonaro respondeu.

“Recentemente, vimos um grande candidato a chefe de Estado dizer que, se eu não apagar o fogo na Amazónia, colocará barreiras comerciais contra o Brasil. O que podemos fazer para enfrentar isso? A diplomacia por si só não funciona… Quando a saliva acaba, temos que ter pólvora“, disse Jair Bolsonaro.

Mas à medida que Donald Trump se aproxima de conceder a transição formal para o Governo de Biden, pode não restar outra opção a Bolsonaro que não a diplomacia.

Ricupero acredita que o Brasil tem agora a oportunidade de “mudar a sua desastrosa política externa“, mas está cético sobre se será o Governo de Bolsonaro a dar esse passo.

Durante décadas, a política externa do Brasil foi ditada pelo pragmatismo: evitar interferir nos assuntos internos de outro país e não perder uma oportunidade de negócios. Mas Bolsonaro seguiu o exemplo de Trump nas relações exteriores, mesmo quando a matemática política e económica não era propriamente favorável.

Em relação à Saúde, o mesmo aconteceu: tal como o Presidente norte-americano, Bolsonaro minimizou a pandemia de covid-19, chamando-a de “gripezinha” e culpou a China pela disseminação do vírus. À semelhança de Trump, evitou usar máscara, contraiu a doença e usou a sua própria recuperação para mostrar que o vírus não é assim tão fatal.

Mas os números contam uma história diferente: atrás dos Estados Unidos, o Brasil surge na segunda posição quanto ao número de mortes causadas pela covid-19.

Para Ruben Barbosa, ex-embaixador do Brasil nos Estados Unidos e no Reino Unido e atual presidente do Instituto de Relações Internacionais e Comércio exterior, a derrota de Trump também pode ser vista como um golpe para o “populismo nacional” nos Estados Unidos e no Brasil.

“Será difícil para Bolsonaro manter este tipo de movimento, a menos que Trump seja capaz de manter o controlo do Partido Republicano depois de deixar a Casa Branca e, até certo ponto, dirigir a política dos Estados Unidos”, disse à Al Jazeera.

A derrota de Trump enfraquecerá Bolsonaro e a direita conservadora, que tem ignorado as minorias”, disse a ativista Rose Cipriano à Al Jazeera. “Na América do Sul, países vizinhos como Argentina e Bolívia voltaram para governos de centro-esquerda. No Chile, protestos em massa convenceram as pessoas a reformar a Constituição e a reduzir a desigualdade social. No Brasil, vai acontecer o mesmo.”

Mas toda a moeda tem dois lados e o Brasil, assim como os Estados Unidos, está dividido: aqueles que apoioam Bolsonaro ecoam as visões dos apoiantes de Trump de que a culpa é do sistema, e não do Presidente.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ninguém sabe do paradeiro dos Evangelhos Garima, um dos maiores tesouros do mundo cristão

Depois de terem sobrevivido a 1.500 anos de história num mosteiro remoto, os Evangelhos Garima enfrentam agora a sua ameaça mais grave. Um dos maiores tesouros do mundo cristão, guardado durante mais de 1.500 anos no …

"Estou preocupado". Ex-piloto da Marinha dos EUA diz que via OVNIs "todos os dias"

Um antigo piloto da Marinha dos Estados Unidos diz que, durante anos, viu Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) "todos os dias". Depois de anos a ignorar a questão, uma task force do Pentágono prepara-se para revelar …

Peru está a investigar se a lixívia pode curar a covid-19

O congresso do Peru votou para investigar se beber ou injetar uma lixívia industrial poderia curar a covid-19. A moção foi aprovada com 49 votos a favor e 39 votos contra. Está a ser criado um …

Há vestígios de ouro nesta imagem de satélite

As operações de mineração num dos maiores depósitos de ouro da Rússia, em Aldan, incluem um método que deixa rastos na paisagem. E são visíveis do Espaço. A imagem de satélite, tirada em setembro de 2019, …

Dezenas de corpos de vítimas de covid-19 encontrados nas margens do rio Ganges

Ciclone Tauktae faz pelo menos 33 mortos na Índia (e paralisa vacinação contra covid-19)

Pelo menos 33 pessoas morreram e quase cem estão desaparecidas na Índia, devido ao impacto do ciclone Tauktae, esta terça-feira. O país também registou o maior número de mortes diárias provocadas pela covid-19. Centenas de milhares …

Cientistas criam dispositivos de testagem que produzem resultados em tempo recorde

Cientistas criaram dispositivos que permitem detetar infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 num segundo ou em menos de 30 minutos, conforme a técnica usada, revelam dois estudos distintos divulgados esta terça-feira na imprensa da especialidade. Investigadores das …

CP está a vender bilhetes com 80% de desconto

A CP tem uma nova campanha, que entra em vigor esta terça-feira, através da qual disponibiliza cerca de 17.920 viagens com descontos até 80% nos comboios intercidades. De acordo com o jornal Público, os bilhetes abrangidos …

Mais de 40 pessoas, quase todas crianças, no hospital de Beja com vómitos

Um total de 35 crianças e seis adultos oriundos de diversas escolas do concelho de Beja deram esta terça-feira entrada no Hospital José Joaquim Fernandes, naquela cidade alentejana. A notícia foi avançada por fonte hospitalar, que …

Novo Banco. "Não era um banco bom, foi preciso fazer dele um bom banco", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou esta terça-feira que o Novo Banco “não era um banco bom” e “foi preciso fazer dele um bom banco”, recordando o “legado do BES” que marca …

Ensino superior com vagas especiais para lusodescendentes

O Governo alargou o contingente especial de acesso ao ensino superior dirigido a emigrantes e seus familiares permitindo que, no próximo ano letivo, se possam candidatar todos os lusodescendentes, de nacionalidade portuguesa e residentes no …