Trump diz que sai da Casa Branca se vitória de Biden for confirmada (mas volta a falar em fraude)

Chris Kleponis / EPA Pool

O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump disse esta quinta-feira que deixará a Casa Branca se a vitória presidencial de Joe Biden for oficialmente confirmada, apesar de reiterar que não admite a própria derrota.

Questionado se deixaria a Casa Branca no caso do colégio dos grande eleitores confirmar a vitória do democrata Joe Biden, Trump afirmou: “Claro que vou. E você sabe disso”. Contudo, acrescentou: “Se o fizerem estarão a cometer um erro e será algo muito difícil de aceitar”.

Donald Trump repetiu esta quinta-feira acusações, sem fundamentar, de existência de “fraude maciça” e “dirigentes corruptos” que provocaram a sua derrota eleitoral e anunciou um comício no Estado da Geórgia, antes da eleição de dois senadores.

 

“Ainda há muito caminho para andar”, disse Trump na noite do Dia da Ação de Graças, apesar do facto de o Presidente eleito, Joe Biden, ter ganho a eleição. “Esta eleição foi uma fraude. Foi uma eleição manipulada”, acusou Trump, sem avançar provas.

Trump falou aos jornalistas na Casa Branca depois de ter estado em contacto com lideres militares dos Estados Unidos deslocados no estrangeiro.

Depois, e pela primeira vez desde o dia da votação para a Presidência, Trump aceitou perguntas e, de forma irritada, criticou dirigentes da Geórgia e Pensilvânia, dois Estados que contribuíram para a vitória de Joe Biden, acusando-os de “inimigos do povo” e culpados de fraude eleitoral.

Porém, até agora, dirigentes estaduais e observadores internacionais têm assegurado que não há provas de fraude maciça e os processos que a campanha de Trump tem apresentado sucessivamente em tribunal não têm vingado.

Trump disse também que iria fazer um comício com milhares de apoiantes na Geórgia, para apoiar dois candidatos republicanos ao Senado, os incumbentes David Perdue e Kelly Loeffler. Esta eleição, marcada para 5 de janeiro, vai determinar qual o partido que vai dominar o Senado.

Esta semana, a Administração de Serviços Gerais dos Estados Unidos apurou que Joe Biden é o “aparente vencedor” das eleições presidenciais, “abrindo caminho” para a transição formal que estava a ser bloqueada pela administração Trump.

O Colégio Eleitoral é um órgão integrado por 538 delgados eleitos pelos estados em função da sua população. O candidato vencedor em cada estado, mesmo que seja por um único voto, garante todos os representantes desse estado, com exceção do Nebrasca e Maine.

O próximo Presidente dos Estados Unidos toma posse a 20 de janeiro de 2021.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …