Trump diz que opção militar contra a Coreia do Norte está pronta para ser acionada

Olivier Douliery / POOL / EPA

Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos voltou, esta sexta-feira, a ameaçar a Coreia do Norte e disse que a opção militar está pronta para ser acionada.

“As soluções militares estão plenamente operacionais, preparadas e armadas, para o caso de a Coreia do Norte se comportar imprudentemente. Espero que Kim Jong-un opte por outro caminho”, escreveu Donald Trump na sua conta do Twitter.

A declaração insere-se numa escalada da retórica entre Washington e Pyongyang. Na terça-feira, Trump ameaçou o regime coreano com “fogo e fúria nunca vistos” se Pyongyang persistir nas ameaças aos EUA.

Em resposta, os norte-coreanos disseram estar a preparar planos para atacar a base norte-americana em Guam, 3.430 quilómetros a sudeste da Coreia do Norte.

O exército norte-coreano “está a analisar seriamente o plano” para executar um ataque envolvendo quatro mísseis Hwasong-12, de médio alcance, em direção a Guam para enviar “um forte sinal de advertência aos EUA”, disse, esta quinta-feira, a agência oficial norte-coreana KCNA.

A China já pediu aos dois países para “mostrarem prudência” e “agirem mais ativamente” visando acabar com “uma situação tensa”.

“Apelamos a todas as partes para mostrarem prudência nas suas palavras e ações e a fazerem mais para atenuar as tensões”, declarou Geng Shuang, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, num comunicado.

Devem esforçar-se para “aumentar a sua confiança mútua em vez de recorrerem a velhas receitas que consistem em encadear demonstrações de força”, adiantou o governo chinês.

No entanto, segundo a Reuters, o jornal estatal chinês Global Times também já deixou um alerta: vai ser neutra se a Coreia do Norte lançar primeiro um ataque mas irá reagir se forem os EUA a atacar a Coreia do Sul.

“A China deve deixar claro que se a Coreia do Norte lançar mísseis que ameacem o solo dos EUA e os EUA retaliarem, a China vai ser neutra. Se os EUA e a Coreia do Norte realizarem ataques e tentarem derrubar o regime norte-coreano e mudar o padrão polícia da Península da Coreia, a China vai impedi-los”, cita o Diário de Notícias.

A China, membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, aprovou no sábado uma sétima série de sanções económicas internacionais contra a Coreia do Norte, em resposta aos disparos do país de mísseis intercontinentais.

O país propôs várias vezes uma dupla “moratória”: a paragem simultânea dos ensaios nucleares e balísticos de Pyongyang e dos exercícios militares conjuntos dos EUA e da Coreia do Sul.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Itália mantém recolher obrigatório no Natal e Ano Novo

O ministro dos Assuntos Regionais italiano anunciou esta segunda-feira que o recolher obrigatório se vai manter durante o Natal e Ano Novo, no mesmo dia em que o Governo aprovou um novo plano de apoio …

Papa Francisco defende distanciamento social e é criticado por radicais de direita

Num artigo no New York Times sobre o Dia de Ação de Graças, o Papa Francisco defendeu as restrições levantadas para combater a pandemia covid-19, acabando por ser criticado por alguns radicais de direita, que …

Dez empresas e três pessoas acusadas no caso do vulcão na Nova Zelândia que fez 22 mortes

Dez empresas e três pessoas foram acusados de não cumprirem obrigações de segurança quando um vulcão na Nova Zelândia entrou em erupção em 2019, matando 22 pessoas, anunciou hoje a agência responsável pelas normas de …

Taxa de desemprego desce em setembro para os 7,9%

A taxa de desemprego recuou em setembro para 7,9%, menos 0,2 pontos do que em agosto e mais 1,4 pontos que no mesmo mês de 2019, segundo dados esta segunda-feira anunciados pelo Instituto Nacional de …

Multinacionais com mais respeito pelos direitos humanos e ambiente? Suíços dizem não

A Suíça rejeitou este domingo, em referendo, uma iniciativa que queria impor obrigações legais mais rígidas às empresas, no que se refere ao respeito pelos direitos humanos e padrões ambientais, segundo projeções adiantadas por instituto …

Brasil. Forças alternativas a Bolsonaro e Lula conquistam metade das capitais estaduais

Na segunda volta das municipais brasileiras, disputadas em 57 dos 5565 municípios do país e envolvendo mais de 38 milhões de eleitores, os políticos apoiados pelo Presidente Jair Bolsonaro e os candidatos do Partido dos …

Surto de gripe aviária no Reino Unido origina o abate de 10 mil perus

Mais de 10 mil perus vão ser abatidos no Reino Unido, devido a um surto de gripe aviária detetado numa quinta na cidade de Yorshire, no norte do país, anunciou este domingo o Governo britânico. Segundo …

Portugal com mais 78 mortos e 3.262 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais 78 mortos relacionados com a covid-19 e 3.262 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 4.505 …

Ministra da Saúde timorense ordena apagar referências a uso de preservativos em cartazes

A ministra da Saúde timorense ordenou retirar a recomendação de uso de preservativo em cartazes distribuídos pelo país para marcar o Dia Mundial de Luta contra a SIDA, por oposição “moral” ao que considera ser …

Messi marcou na goleada do Barça e homenageou Maradona

O Barcelona regressou neste domingo às vitórias na Liga espanhola de futebol e subiu ao sétimo lugar da prova, ao golear por 4-0 na recepção ao Osasuna, em jogo da 11.ª jornada, marcado por homenagens …