Trump afunda. Hillary já está a 11 pontos

(dr) heatst.com

-

A candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton, está 11 pontos percentuais à frente do republicano Donald Trump na corrida eleitoral para a presidência dos Estados Unidos.

Segundo uma sondagem, elaborada pela rede de televisão norte-americana NBC News, em parceria com The Wall Street Journal, divulgada este domingo, Hillary reúne 48% da preferência do eleitorado contra 37% de Trump. As eleições são no dia 8 de novembro.

O distanciamento de Hillary em relação a Trump ocorre a três dias do terceiro debate ente os dois candidatos, marcado para quarta-feira, em Las Vegas, no estado de Nevada. O debate será a última oportunidade de Trump recuperar eleitores.

Há duas semanas, todas as sondagens mostravam uma pequena margem de diferença entre os dois candidatos.

Porém, a divulgação de um vídeo de 2005, em que Trump faz comentários ofensivos em relação às mulheres, e o surgimento de vários relatos de mulheres que disseram ter sido assediadas pelo candidato, em períodos que variam entre há 7 e 30 anos atrás, provocaram a queda do apoio ao republicano.

Diante dos resultados das novas sondagens, Donald Trump intensificou os comentários nas redes sociais que colocam em dúvida a integridade do processo eleitoral norte-americano.

Em mensagem publicada este domingo no Twitter, Trump disse que “as eleições estão a ser manipuladas pela imprensa desonesta, favorecendo Hillary Clinton. Isso é mau”.

O comentário foi feito depois de o governador do Indiana, Mike Pence, que concorre a vice-presidente com Trump, ter dado uma entrevista ao programa Meet the Press, da NBC News, com expressões conciliadoras sobre os rumos da eleição norte-americana.

Pence disse que Trump “vai aceitar com certeza o resultado da eleição”.

Nos últimos dias, porém, em diferentes comícios, Trump atacou a postura crítica da imprensa, citando especificamente o jornal The New York Times.

Segundo o republicano, esse posicionamento da imprensa faz parte de uma conspiração internacional que tem o objetivo de destruir a democracia americana.

Apesar da posição conciliatória de Pence, dois outros conselheiros de Trump – Newt Gingrich e Rudolph Giuliani – incentivam as críticas radicais do candidato republicano.

Newt Gingrich, ex-presidente da Câmara dos Representantes e Rudolph Giuliani, ex-presidente da Câmara de de Nova Iorque, insinuam que os democratas estão a contabilizar até votos de pessoas que já morreram, para tentar provar o avanço de Hillary Clinton na corrida eleitoral.

O senador republicano Jef Sessions, que representa o estado do Alabama – um dos mais próximos apoiantes de Donald Trump – afirma também que as eleições estão a ser manipuladas.

Alguns políticos republicanos, porém, não partilham dessa visão radical dos conselheiros de Trump.

Um deles, o actual presidente da Câmara de Representantes, Paul Ryan, diz que a democracia americana “depende da confiança no resultado das eleições”.

Paul Ryan “está totalmente confiante de que as eleições serão realizadas com integridade.”

ZAP / Agência Brasil

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Imprensa portuguesa ao serviço da Killary, nem uma palavra das criticas no sentido oposto, e existem milhares de coisas a apontar.

RESPONDER

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …