Trump abdica de tarifas sobre importações se UE abolir barreiras

(dp) sgt. Brigitte N. Brantley / DoD

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (ao canto, o Secretário da Defesa, Jim Mattis)

O presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que renuncia aos impostos sobre as importações de aço e alumínio aplicados à União Europeia, se os 28 abdicarem das barreiras aos produtos dos Estados Unidos.

Os impostos de 25% sobre as importações de aço e 10% sobre as de alumínio anunciadas por Trump têm sido criticadas pelos europeus e outros parceiros comerciais dos EUA, como o Japão, mas não foi encontrada uma solução hoje nas conversações entre representantes das três partes, em Bruxelas.

“A União Europeia, países maravilhosos que tratam muito mal os Estados Unidos no comércio, queixa-se dos impostos sobre o aço e o alumínio. Se eles abandonarem os seus horríveis obstáculos e os seus direitos aduaneiros sobre produtos norte-americanos, nós abandonaremos os nossos. Se não, taxamos as viaturas, etc. Justiça!”, escreveu o presidente na rede social Twitter.

Depois do encontro de hoje, na capital belga, os europeus manifestaram o seu desapontamento ao representante norte-americano do Comércio Robert Lighthizer. A reunião incluiu ainda a comissária do Comércio Cecilia Malmström e o ministro japonês da Economia, Hiroshige Seko.

O Japão, como a União Europeia, exige isenção dos impostos.

“A discussão foi franca, mas não obtivemos clareza imediata sobre o procedimento sobre como ficar isento e as discussões continuarão na próxima semana”, disse Malmström na sua conta do Twitter, após a reunião que durou cerca de quatro horas.

Os EUA vão começar a aplicar tarifas aduaneiras de 25% às importações de aço e de 10% às de alumínio dentro de 15 dias, com o Canadá e o México excluídos destes direitos aduaneiros, anunciou na quinta-feira a Casa Branca.

Entretanto, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, advertiu os EUA de que as guerras comerciais “são más e fáceis de perder“.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Não deixa de ter uma certa razão. Porque é que a UE aplica uma taxa aos carros Americanos muito superior à taxa aplicada pelos EUA aos carros Europeus?

    • Onde viu isso? Que taxa é essa?
      Além disso, há um pequeno pormenor: alguns fabricantes europeus (MB, BMW, VW) tem fabricas nos EUA e os fabricantes americanos não tem fabricas na Europa!

      • Por exemplo aqui: https://www.caranddriver.com/features/free-trade-cars-why-a-useurope-free-trade-agreement-is-a-good-idea-feature

        Os EUA aplicam uma taxa de 2.5% sobre carros importados. A UE aplica 10%. Olhando apenas a este número, a UE sai a ganhar largamente.

        Mais a importação de camiões e pickups nos EUA é taxada a 25%. A Ford tem fábricas na Europa. Ou seja, não faço ideia quem é que fica a ganhar.

        Uma coisa é certa: ninguém parece querer estas novas taxas que o Trump quer aplicar, mesmo nos EUA a opinião geral é contra, e toda a gente vai ficar a perder caso isto leve a uma guerra comercial.

        • Pode ser, mas não estou muito convencido com o valor dessas taxas (e principalmente da sua aplicação)…
          A MB faz carros nos EUA (ML, GLS, por exemplo) para depois vender em todo o mundo, assim, como a BMW (Z3, Z4, X3, X5, X6, etc) – alguns deles são/foram construídos exclusivamente nos EUA para o mercado mundial, logo, para desses carros entrarem na Europa, supostamente, teriam que pagar os tais 10% – o que me parece muito elevado/estranho…
          A Ford “europeia” (Ford Europe) não é bem a Ford (casa mãe) – é uma “sucursal” da Ford que projecta, desenvolve e fabrica carros na Europa, principalmente para o mercado europeu e desconheço se alguns modelos da Ford Europe são vendidos nos EUA – mas acho que não; portanto, sendo taxados “apenas” a 2,5% isso até faria muito mais sentido do que a MB e a BMW fabricar carros exclusivamente nos EUA para depois vender na Europa (etc)…
          O que é certo é que com mais esta “Trampada” populista, ninguém vai ficar a ganhar…

  2. Se só for de carros que estamos a falar, então deve ser fácil resolver desde que os referidos carros importados cumpram a legislação ambiental europeia… De resto, se estivermos a falar de «lixo», então, obrigado, mas, não obrigado!

  3. Para trazer umas quaisquer vitaminas dos Estados Unidos, paga-se quase 22 euros de alfandega, e depois veêm os dirigentes europeus dizer que querem livre comércio. Ridiculo. Tomara Portugal ter um presidente como Trump

    • E quem é que precisa de vitaminas dos EUA?!
      Só se for mesmo alguém que opoie um palerma como Trampa!…
      O pior é que, nesses casos, as vitaminas servem de pouco!…

RESPONDER

Médicos italianos investigados por homicídio negligente de Davide Astori

Dois médicos italianos estão a ser investigados por homicídio negligente na morte de Davide Astori, jogador e capitão da Fiorentina que morreu no passado mês de março na sequência de uma paragem cardiorrespiratória. A notícia, avançada …

Foi a gota de água. Passageiros "em desespero" invadiram barco da Transtejo

Uma dezena de passageiros invadiu, nesta terça-feira de manhã, um barco da Transtejo que faz a ligação entre o Seixal e o Cais do Sodré, em Lisboa. Foi o "desespero" pelos sucessivos atrasos que levam …

Hipatia, a primeira matemática da História, morreu de forma brutal (e ninguém sabe porquê)

O assassinato brutal de Hipatia está envolvo em mistério. E o enigma não é quem cometeu o crime, nem como, mas sim porquê. Em meados do primeiro milénio, uma mulher erudita foi despedaçada por uma multidão …

Freiras desviaram 500 milhões de escola católica para jogar em Las Vegas

Duas freiras norte-americanas admitiram terem desviado fundos escolares estimados em 500 milhões de dólares para realizarem viagens aos casinos de Las Vegas, anunciou na segunda-feira a arquidiocese de Los Angeles. O desvio de fundos destinados a …

Greve dos enfermeiros. “Não posso garantir” que não haja pessoas a morrer, diz bastonário

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, esteve na segunda-feira reunido com vários diretores clínicos de hospitais afetados pela greve dos enfermeiros da área cirúrgica. À saída, foi questionado: "Pode garantir que não haja doentes a …

PJ faz buscas na Inspecção-Geral de Finanças após denúncias de subornos

Inspectores da Unidade de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) estão a realizar buscas na Inspecção-Geral de Finanças (IGF) em Lisboa, e em instalações dos ministérios das Finanças e da Defesa e também da …

Empresa que facturou 16 milhões tem sede num casebre sem luz

Uma empresa que facturou 16 milhões de euros em 2012 tem como sede uma casa em ruínas, sem electricidade e quase sem janelas, em Mira. Suspeita-se da ligação a uma fraude fiscal com a exportação …

Bruno de Carvalho suspeito de tirar meio milhão de euros ao Sporting

Duas avultadas transferências de dinheiro, que saíram do Sporting a 24 de junho, estão sob suspeita. Estão em causa cerca de meio milhão de euros que terão sido pagos a duas construtoras. Não se sabe exatamente …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera - a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …

Bombeiros não informaram Proteção Civil de 50% das ocorrências

O corte de relações entre os bombeiros voluntários e a Proteção Civil está a fazer-se sentir. Os bombeiros não informaram a Proteção Civil de 50% das ocorrências no país. A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) …