/

Troço de estrada ruiu em Évora. Há quatro a cinco pessoas submersas

1

Nuno Veiga / Lusa

A Proteção Civil suspeita que quatro a cinco pessoas poderão ter ficado submersas esta segunda-feira numa pedreira na zona de Borba, no distrito de Évora, depois de uma estrada ter abatido, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora adiantou que, na sequência de um aluimento de terras entre Borba e Vila Viçosa, a estrada abateu para dentro da pedreira, que fica contígua.

“Há a suspeita de quatro a cinco vítimas que estarão submersas no interior da pedreira”, relatou a fonte, referindo que o alerta foi dado às 15:45.

De acordo com o jornal Público, que cita fonte da Proteção Civil, o acidente “provocou ainda o arrastamento de algumas viaturas e operários, ainda em número indeterminado”.

O alerta foi dado por volta das 15h45, dando conta, segundo o INEM, de um “aluimento de terras junto a uma pedreira”. “Deste aluimento uma retro-escavadora terá ficado soterrada, tendo outros dois veículos sido arrastados”, acrescentou a fonte ao diário.

Segundo o site da Proteção Civil, as operações de socorro mobilizavam pelas 17h39 47 operacionais e 16 veículos das autoridades, além de um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

A pedreira está localizada junto à Estrada Nacional 255. Desconhecem-se, para já, as circunstâncias em que se deu o abatimento.

  ZAP // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.