Tribunal dos EUA autoriza expedição polémica para resgatar telégrafo do Titanic (e cortar o navio)

Teufelbeutel / Wikimedia

“Viagem inaugural do Titanic”, óleo de Karl Beutel

Uma juíza de um tribunal norte-americano autorizou uma empresa a recuperar o telégrafo que se encontra no Titanic, o transatlântico que se afundou na viagem inaugural, em 1912, tirando a vida a mais de 1.500 pessoas.

Esta expedição marca a primeira autorização para fazer um corte na estrutura do icónico navio, sublinha o jornal norte-americano The Washington Post.

Segundo a imprensa norte-americana, a juíza do tribunal federal de Norfolk, no Estado da Virgínia, aprovou segunda-feira a expedição organizada pela empresa RMS Titanic Inc, que considerou a iniciativa “uma oportunidade única para recuperar um artefacto que contribuirá para o legado deixado pela indelével perda” do navio.

A decisão de Rebeca Beach Smith, juíza especialista em Direito do Mar e que preside o tribunal encarregado de gerir os assuntos relacionados com o Titanic, vai, porém, contra a decisão aprovada pelo mesmo tribunal, em 2000, quando ficou decidido que não se podia cortar ou subtrair nenhuma parte do navio.

Em 2000, nota a imprensa, Rebeca Beach Smith ainda não estava nesse tribunal.

Apesar da nova decisão, a realização da expedição não está assegurada, uma vez que está ainda por definir o financiamento do projeto, o que poderá antever-se difícil face à atual pandemia de covid-19.

Se a empresa conseguir obter o necessário financiamento, ainda por definir, a RMS Titanic Inc poderá começar a operação já no próximo verão, com a utilização de tecnologia de ponta para retirar o telégrafo, sem fios, um dos primeiros a ser fabricado pela Marconi.

No entanto, a falta de financiamento pode não ser o único travão ao projeto, uma vez que, segundo a imprensa local, a Administração Nacional dos Oceanos e Atmosfera (NOAA) dos Estados Unidos argumentou, perante a juíza, que o Titanic deve ser respeitado, pois é o local onde estão sepultadas as cerca de 1.500 pessoas que morreram no naufrágio.

Telégrafo enviou pedidos de socorro

O telégrafo sem fios do Titanic teve um papel de protagonismo no naufrágio, pois foi através dele que a tripulação do navio recebeu os alertas sobre a presença de icebergues, avisos que foram ignorados, e que os técnicos de comunicações, mais tarde, enviaram pedidos de socorro. Ficou vulgarmente conhecido como a “voz do Titanic”.

O Titanic, considerado o paquete mais luxuoso à época, zarpou a 10 de abril de 1912 de Southampton (sul de Inglaterra) com o objetivo de cruzar o oceano Atlântico até Nova Iorque, naquela que era a viagem inaugural.

Após fazer escala em França e na Irlanda, o Titanic colidiu com um icebergue cinco dias depois, tendo-se afundado em duas horas e 42 minutos a sul da Terra Nova (Canadá), arrastando consigo mais de 1.500 passageiros e tripulantes.

Apenas 705 passageiros sobreviveram à tragédia.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …

Min Nyo é jornalista, cobriu os protestos em Myanmar e foi condenado a 3 anos de prisão

Min Nyo, um jornalista birmanês de 51 anos, foi condenado a três anos de prisão pela sua cobertura dos protestos na sequência do golpe de Estado em Myanmar. Min Nyo, que trabalhava para a DVB (Voz …