Mais três mortes e 312 novos casos de covid-19 em Portugal

Tiago Petinga / Pool / Lusa

Portugal regista, esta sexta-feira, mais três mortes e 312 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quinta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS.

Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 312 novos casos, 236 são na região de Lisboa e Vale do Tejo (75,6%). No total, o número de pessoas infetadas pela doença é agora de 48.077.

Na região Norte há mais 40 infetados do que nas últimas 24 horas, no Centro há mais 10, no Alentejo há mais 18, no Algarve há mais sete doentes e nos Açores mais um.

Estão também confirmadas 1682 mortes devido à covid-19, mais três óbitos do que nas últimas 24 horas. Todas as vítimas mortais estavam acima dos 80 anos, tratando-se de duas mulheres e de um homem (dois óbitos em Lisboa e Vale do Tejo e um no Norte).

Neste momento, existem 447 doentes internados (menos 29 do que ontem), dos quais 67 estão nos cuidados intensivos (menos cinco do que ontem). O boletim da DGS também aponta para mais 314 doentes recuperados, verificando-se já um total de 32.790 pessoas.

Há ainda 35.150 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde e 1735 aguardam resultado laboratorial para saber se estão infetadas.

Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais casos de infeção (23.806), seguida pelo Norte (18.293), pelo Centro (4.340), pelo Algarve (764) e pelo Alentejo (623). Há ainda 152 casos registados nos Açores e 99 na Madeira.

Relativamente ao número total de óbitos, 827 foram registados no Norte, 555 na região de Lisboa, 251 no Centro, 19 no Alentejo, 15 no Algarve e 15 nos Açores. O arquipélago da Madeira continua sem registar vítimas mortais.

Há 134 surtos ativos em Lisboa e Vale do Tejo

Na habitual conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, a ministra da Saúde, Marta Temido, revelou que, neste momento, existem 134 surtos ativos em Lisboa e Vale do Tejo. Há 41 surtos ativos no Norte, 13 no Centro, cinco no Alentejo e 13 no Algarve.

Sobre os 447 doentes internados, a governante referiu que 385 estão internados em Lisboa e Vale do Tejo e, deste número, 302 estão em hospitais que servem os cinco concelhos que ainda estão em estado de calamidade.

Relativamente ao risco de transmissão (RT) para os dias 10 a 14 de julho, a ministra declarou que é de 0,96, “valor que indica que o número de novos casos se mantém aproximadamente constante, ainda que a baixar um bocadinho”.

A nível regional, a distribuição do RT é a seguinte: 1,04 na região Norte, 0,94 na região Centro, 0,94 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 0,89 na região do Alentejo e 1,17 na região do Algarve.

Segundo Temido, as autoridades de saúde continuaram nos últimos dias a “política de deteção precoce dos novos casos através da utilização intensiva de testes de diagnóstico” e revelou que, no dia 15 de julho, o último sobre o qual existem dados contabilizados, foram realizados 15.866 testes, dos quais 658 (4,1%) foram positivos.

Questionada sobre os 30 ventiladores, provenientes da China, recebidos no Algarve, que apresentam falhas técnicas, a ministra disse que “não foram comprados pelo SNS, foram uma doação, e o generoso doador está já a tratar das questões com o fornecedor”.

A ministra explicou que, em março, foram “identificados mais de 1.100 ventiladores para serem afetos” a doentes covid-19, reforçados, até ao momento, com mais 1743. Destes, o SNS comprou 946, alguns dos quais já entregues, 156 correspondem a um empréstimo e 522 foram doados.

Temido contraria ministro das Infraestruturas

Questionada sobre as declarações do ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, sobre a possibilidade de acabar com as limitações à lotação dos transportes públicos, Temido diz que, para já, não vê motivo para alterar o que está definido.

“As recomendações de saúde publica têm um caráter evolutivo, até em função daquilo que são as novas recomendações das organizações internacionais, mas neste momento não vejo motivo para podermos alterar aquilo que tem estado a ser definido”, afirmou.

Reconhecendo que o tema da concentração de pessoas em espaços fechados “suscita a maior preocupação” e que as autoridades de saúde e o Governo têm sido “muito cuidadosos” nas decisões sobre esta matéria, Temido lembrou que os transportes públicos acumulam “um número significativo de pessoas” e representam espaços “fechados e de difícil arejamento”, preferindo prudência na reavaliação das medidas.

“É um facto que há estudos que apontam no sentido de que não haja causalidade direta entre as viagens de transportes públicos e transmissão da infeção, porque é difícil identificar uma causalidade direta, mas há um risco por si só nessa circunstância e temos, na fase atual que ainda enfrentamos na pandemia, de ter a maior das cautelas na apreciação de alternativas”, vincou, assinalando que “outros países” também adotaram restrições nos transportes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Hong Kong. Magnata da imprensa Jimmy Lai libertado sob caução

O magnata da imprensa e uma das principais figuras do movimento pró-democracia de Hong Kong Jimmy Lai foi esta terça-feira libertado sob caução, constatou a agência France-Presse. Jimmy Lai tinha sido detido na segunda-feira, ao …

Lar de Reguengos de Monsaraz diz ter feito tudo para salvar vidas

A direção do lar de Reguengos de Monsaraz (Évora) onde surgiu o surto de covid-19 que causou 18 mortos garantiu ter feito “tudo” ao seu “alcance” para “salvar vidas”, nesta “crise” com “contornos dramáticos”. A Fundação …

Israel fecha os olhos e deixa palestinianos cruzarem a fronteira para ir a banhos

As autoridades israelitas têm deixado milhares de palestinianos cruzar a barreira de separação entre os dois territórios para poderem ir às praias. Este foi um fim-de-semana muito especial para Siham e os seus cinco filhos. …

Diabéticos e hipertensos voltam a ter faltas justificadas

Os diabéticos e hipertensos sem condições para desempenharem funções em teletrabalho voltam a ter direito a justificar as faltas ao trabalho devido à pandemia de covid-19, segundo um diploma publicado em Diário da República. “Os imunodeprimidos …

Deputada da Coreia do Sul debaixo de fogo. Usou um vestido no Parlamento

Na semana passada, a deputada sul-coreana Ryu Ho-jeong usou um vestido numa assembleia legislativa, sendo bombardeada com críticas que gerou um debate sobre sexismo e a cultura patriacal do país. De acordo com a CNN, na …

SC Braga oficializa "top gun" Gaitán por duas temporadas

O internacional argentino Nicolas Gaitán assinou um contrato com o Sporting de Braga válido por uma época, com outra de opção, informou esta terça-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Formado no Boca Juniors, …

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …