Transição no poder em Cuba é “ilegítima”, acusa secretário-geral da OEA

oasoea / Flickr

Luis Almagro, secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA)

A transição no poder em Cuba “é ilegítima”, considerou o secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA).

A vitória da ditadura sobre a liberdade não se chama revolução. A sucessão presidencial à qual assistimos em Cuba é uma tentativa de manutenção de um regime autocrático dinástico e familiar. A isso chama-se uma ditadura”, afirmou Luis Almagro, esta quinta-feira, em comunicado.

A eleição de Miguel Díaz-Canel pela Assembleia Nacional “decorreu sem a livre expressão do povo cubano”, acrescentou no documento, com o título “Cuba, uma transição ilegítima”.

A chegada de Diaz-Canel ao poder “significa décadas de falta de democracia e de violações dos direitos humanos e de liberdades fundamentais”, escreveu o secretário-geral da OEA.

“Em 2018, um regime que prende e cala opositores e dissidentes (…) não pode ser considerado um sistema cuja prática política é aceitável”, declarou o responsável, para quem as ações do regime cubano têm sido extremamente negativas para a estabilidade e segurança regionais”.

No ano passado, Almagro foi convidado a visitar o país para receber um prémio em memória do dissidente cubano Oswaldo Payá, morto em 2012, mas as autoridades negaram-lhe o visto.

“Número dois” do regime cubano, Miguel Díaz-Canel foi eleito esta quinta-feira para suceder ao Presidente Raúl Castro, pondo fim a cerca de seis décadas de poder dos irmãos Castro em Cuba.

Cuba foi liderada pelo “histórico” Fidel Castro de 1976 a 2008 (o líder da revolução esteve antes como primeiro-ministro de 1959 a 1976) e depois com Raúl até agora.

Apesar de deixar o poder, Raúl continuará como secretário-geral do Partido Comunista de Cuba até ao próximo congresso, previsto para 2021, o que faz muitos cubanos pensarem que a passagem de testemunho para Díaz-Canel não trará mudanças significativas.

Designado como o único candidato, o vice-presidente de 57 anos foi confirmado pelos parlamentares por um período renovável de cinco anos, com 603 votos dos 604 possíveis, ou 99,83% dos votos, informou o Cubadebate, o portal oficial cubano na Internet.

Juntamente com Díaz-Canel, foram também eleitos os restantes membros do Conselho de Estado (principal órgão de governo em Cuba), com o veterano Salvador Valdés Mesa como primeiro vice-presidente da ilha.

O grupo de cinco vice-presidentes estará integrado pelo “histórico” Ramiro Valdés, o ministro de Saúde Roberto Morales, a responsável de contas públicas Gladys Bejerano, a diretora do Instituto de Recursos Hidráulicos de Cuba Inés María Chapman e a presidente da Assembleia provincial de Santiago de Cuba, Beatriz Johnson.

O Conselho de Estado também fica composto por outros 23 vogais e um secretário, cargo ocupado novamente por Homero Acosta.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Achados da Idade do Bronze descobertos em Mafra

Vestígios da Idade do Bronze foram encontrados durante a construção do Centro de Saúde de Mafra e são os mais antigos até agora descobertos na vila, disse esta segunda-feira à Lusa a arqueóloga Ana Catarina …

Filho de José Eduardo dos Santos em prisão preventiva

O filho do ex-Presidente angolano está em prisão preventiva por suspeita de vários crimes. Vários jornais estão a avançar que José Filomeno dos Santos, filho do ex-Presidente angolano, está em prisão preventiva. Em causa estão os crimes …

Metallica regressam a Portugal

A banda americana regressa a Portugal a 1 de maio de 2019, num concerto no estádio do Restelo, em Lisboa. O concerto em solo luso da digressão WorldWired será o primeiro de 20 concertos agendados …

Jovem indonésio sobreviveu 48 dias à deriva no Pacífico

Um jovem indonésio sobreviveu 48 dias com a ajuda de uma plataforma para captura de peixe até ter sido resgatado por um cargueiro a cerca de dois mil quilómetros do território norte-americano de Guam, no …

Câmara de Braga condenada a pagar mais 4 milhões pelo Estádio

Construído nos mandatos de Mesquita Machado, o estádio tinha um orçamento inicial de 65 milhões, mas acabou por custar mais de 150 milhões. O Tribunal Administrativo e Fiscal condenou a Câmara de Braga a pagar mais …

Movimento de Rui Moreira confronta António Costa sobre Infarmed

A Associação Cívica Porto, o Nosso Movimento pediu, este domingo, ao primeiro-ministro que esclareça se apoiou o ministro da Saúde na decisão de reavaliar a eventual transferência do Infarmed para o Porto. A associação Porto, o …

Nova acusação de assédio sexual contra juiz nomeado por Trump para o Supremo

O juiz nomeado pelo Presidente dos EUA para o Supremo Tribunal foi acusado por uma segunda mulher, este domingo, de assédio sexual na década de 80.  A New Yorker noticiou, este domingo, que os democratas que …

"Hard Brexit" pode ser o fim do Reino Unido

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, tem sido alertada por elementos do seu Executivo para o possível desmembramento do Reino Unido, num cenário de saída da União Europeia sem acordo, o chamado ‘hard Brexit’. Após …

Duas sondas japonesas pousaram num asteróide e fizeram História

Pela primeira vez na história, o Homem conseguiu aterrar dois rovers não tripulados num asteróide. A proeza histórica aconteceu este sábado e deveu-se aos japoneses. "Fiquei impressionado com o que conquistamos no Japão. Este é apenas …

Milionário da Somague declara falência e pede perdão de 67 milhões de euros

O ex-presidente da Somague, Diogo Vaz Guedes, declarou falência, pedindo o perdão de dívidas superiores a 67 milhões de euros. O Novo Banco e o BCP estão entre os credores do milionário. O jornal Correio da …