Sem obra, tráfego ferroviário na Ponte 25 de Abril terá de ser reduzido

André Kosters / Lusa

Ouvido no Parlamento, o presidente do Laboratório Nacional de Engenharia Civil admitiu que, se não houver obras será necessário impor restrições à circulação do comboio que cruza a Ponte 25 de Abril.

Carlos Pina, presidente do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) que identificou o risco de colapso da Ponte 25 de Abril, foi ao Parlamento falar sobre o agravamento das falhas estruturais identificadas na ponte. Sem intervenção para as corrigir, o tráfego ferroviário terá que ser reduzido.

“Se não houvesse obras, admito que em quatro ou cinco anos seria necessário impor alguma restrição, o que no caso da 25 de Abril seria o comboio” que, aponta, é o principal fator de desgaste da estrutura.

Algumas das possíveis restrições sinalizadas por Carlos Pina seriam comboios de passageiros com menos carruagens e diminuição ou eliminação do tráfego de mercadorias.

Carlos Pina aproveitou também para reafirmar a total segurança da Ponte 25 de Abril para a circulação atual de automóveis e comboios. E explicou que a expressão usada em relatórios técnicos de monitorização da estrutura de “risco de colapso a curto prazo”, refere-se a alguns elementos da estrutura e não à própria estrutura.

O significado da palavra “colapso”, que aparece no relatório do Instituto de Soldadura e Qualidade, citado na notícia inicial da revista Visão, e não num documento do LNEC, suscitou aliás uma acesa discussão entre os deputados, conta o Observador.

Em resposta ao deputado do CDS, Hélder Amaral, o presidente do LNEC explicou que as anomalias no comportamento estrutural da Ponte 25 de Abril foram detetadas em 2011. Em 2014 foi identificada a necessidade de realizar uma intervenção de fundo, tendo-se iniciado a preparação do projeto.

Carlos Pina revelou que a projetista da ponte, a empresa americana Parsons, chegou a sugerir que a intervenção fosse realizada com uma forte restrição do tráfego, cenário que foi afastado.

Os problemas detetados, e que estiveram ser a monitorizados, prendem-se com as treliças que suportam os tabuleiros rodoviário e ferroviário. Estes elementos têm duas ligações à viga principal da ponte, uma fixa, e outra que deveria deslizar para se ajustar aos grandes movimentos a que ponte é sujeita e que foram especialmente acentuados com a introdução do comboio na viragem do século.

Com o desgaste da infraestrutura, essas componentes ficaram imóveis, dando origem às tais fissuras, que se verificam sobretudo nas ligações ao tabuleiro superior, o rodoviário. Estas falhas vão-se agravando com o tempo se nada for feito para corrigir o problema.

PCP quer nova ponte sobre o Tejo

De acordo com a Renascença, o PCP considera “absolutamente necessário” construir uma terceira travessia sobre o Tejo.

O deputado do PCP Miguel Tiago defende que “essa é a mais razoável das propostas que possam existir” e a situação de risco revelada pelo LNEC em relação à ponte 25 de abril “comprova que faz cada vez mais sentido começar a pensar nessa travessia”.

Miguel Tiago avisa que, da parte do PCP, “há intenção de continuar a pressionar para que esse projeto se concretize o mais rapidamente possível” e que essa pressão vai existir “independentemente dos governos”.

O deputado nota que “PS, PSD CDS optam por um modelo de investimento que acaba por implicar as parcerias público-privadas” e que essa “não é” a opção dos comunistas, mas “ainda assim neste momento concreto é necessário avançar com essa travessia”, acrescenta.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se esta ponte tem reparação para quê nova? Não iniciam obra porquê? Estão á espera que haja um colapso? Sim porque quando PS está no governo é colapsos uns atrás dos outros e depois não se passou nada nem ninguém é responsável! Quem se LIXA é sempre o Povo que paga impostos p/ andar a manter esta gentalha da classe politica.

    • Amigo, com uma nova ponte o tráfego na actual ponte iria diminuir e por conseguinte a reparação seria mais efectiva. A palavra “colapso” como diz o relatório é de partes pontuais da estrutura e não da ponte. Pagamento de portagens na ponte sim, mas o valor esse para a manutenção da mesma e não para empresas que recebem uma parte significativa desse valor com um contrato feito por um ministro que depois passou para essa empresa. Venha a nova travessia que já tem estudo prévio feito e pago por todos os portugueses. Siga para concurso publico.

RESPONDER

Não há limite de velocidade num universo de superfluidos (e já sabemos porquê)

O superfluido ainda obedece às leis da Relatividade Geral. Ainda assim, é seguro afirmar que, num superfluido, não há limite de velocidade. Um superfluido é um líquido a uma temperatura extremamente baixa, próxima do zero absoluto. …

Não é um quasar. Astrónomos descobrem galáxia com radiação UV intensa

Cientistas descobriram uma galáxia jovem que brilha em comprimentos de onda ultravioleta, de maneira tão brilhante quanto um quasar. Uma equipa de cientistas descobriu a galáxia BOSS-EUVLG1, com a ajuda do Gran Telescopio Canarias de La …

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …