Moda, espetáculos e desporto. Casos de trabalho infantil ainda subsistem em Portugal

No Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, a Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI) alerta para casos de trabalho infantil que ainda subsistem em Portugal.

Na moda, nos espetáculos e no desporto: ainda há “muitas crianças a trabalhar”, denuncia Fátima Pinto, presidente da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI) à TSF, que acrescenta que há também casos de trabalho infantil em setores industriais como o têxtil ou a restauração.

A maioria das crianças em situação de trabalho infantil têm 14 anos ou mais e a maioria das ilegalidades prendem-se com o tempo de trabalho, que é muitas vezes superior ao previsto na lei que permite a participação de crianças no setor das artes e espetáculo.

Além disso, o incumprimento dos contratos é outra das preocupações. Fátima Pinto denuncia um caso em que a empresa contratante pagava em géneros. “Propuseram-lhe um tratamento dentário para corrigir os dentes e no final da novela a criança foi embora sem a correção dos dentes, não recebeu nada e nunca mais voltou a ser chamada”, conta.

A presidente chama ainda a atenção para o facto de, ao contrário do trabalho infantil nos setores tradicionais, a sociedade quase incentivar “as crianças a participarem para se tornarem famosas“. “Este glamour dos espetáculos ainda prepondera na nossa sociedade e as crianças são muitas vezes incentivadas pelos pais a participarem e a trabalharem nas artes e espetáculos e no desporto.”

Nos anos 90, constataram-se situações graves de exploração de mão-de-obra infantil no Vale do Ave, sobretudo nos setores do têxtil e do calçado conta a presidente da CNASTI. “Lembro-me de um relatório que dizia que eram 200 mil as crianças a trabalhar em Portugal. Muita gente tentou desmontar este número mas a verdade é que seriam até mais.”

Este retrato só começou a mudar quando “o Governo aceitou que havia trabalho infantil em Portugal e decidiu que era necessário combatê-lo”. Para isso, criou uma comissão nacional de combate ao trabalho infantil.

Em declarações à TSF, Fátima Pinto disse ainda que “é um ato da mais elementar justiça” que quem começou a trabalhar ainda em criança possa hoje ter acesso a uma pensão de reforma sem penalizações após 40 anos de carreira contributiva e independentemente da idade.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Trabalho nunca matou ninguém. Desde que o abestalhado humano passou a encriminar o trabalho para jovens com idade suficiente para o aprendizado de como se ganha o pão que lhe sustenta, que com o raciocínio do menos capaz podera vir os desocupados
    preencherem os seus dias com ações que quiçá obstruirá um futuro brilhante.

    • Bem Francine… o seu pensamento é certamente de uma enorme clareza que a minha insuficiente impreparação não consegue vislumbrar. Ainda assim parabéns pelo seu contributo em prol seja lá do que for!

RESPONDER

António Costa vai responder por escrito a 100 perguntas sobre Tancos

Apesar de sempre ter defendido que o testemunho devia ser presencial, o Juiz Carlos Alexandre aceitou que António Costa possa depor por escrito sobre o caso do furto e recuperação das armas de tantos. O …

ERC regista como "publicação de informação" site de propaganda

A ERC registou o Notícias Viriato como "publicação de informação", em novembro do ano passado, quando o projeto do Medialab diz que se trata, na verdade, de um "site de propaganda". Segundo o Diário de Notícias, a …

Conselho da Europa pede que polícia portuguesa tenha mais treino sobre direitos humanos

O Conselho da Europa (CE) acredita que teria sido uma boa ideia incluir no próximo recenseamento da população portuguesa, marcado para 2021, uma questão sobre a origem étnica. A proposta chegou a ser avaliada por …

Encontradas sete bombas da 2ª Guerra Mundial no espaço da futura fábrica da Tesla

A polícia alemã informou no domingo que técnicos em explosivos desativaram sete bombas da 2ª Guerra Mundial encontradas num terreno onde irá funcionar a fábrica da Tesla, nas proximidades de Berlim. A Tesla decidiu na última …

Estado compra coleção de arte do BPN por 5 milhões de euros

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, anunciou esta segunda-feira que o Estado comprou a coleção de arte do ex-BPN por 5 milhões de euros. Esta irá ser fixada em Coimbra. Em entrevista ao Observador, a ministra …

Para alívio do Governo, Salvini saiu derrotado das eleições em Emília-Romanha

Nas eleições regionais na Emília-Romanha, no norte de Itália, o partido do antigo vice-primeiro-ministro saiu derrotado com quase oito pontos de diferença. O Partido Democrático (PD) manteve o poder no bastião da esquerda da Emília-Romanha, na sequência …

PJ intercepta veleiro com 1820 quilos de cocaína. Dois estrangeiros detidos na operação

A Polícia Judiciária (PJ) interceptou um veleiro com 1820 quilos de cocaína, no âmbito de uma "complexa operação de combate ao tráfico transcontinental de estupefacientes por via marítima", anunciou a Polícia, chamada Operação Glória. Esta operação …

A "pior gata do mundo" está para adoção. "Pensávamos que estava doente, mas é só mesmo parva"

Responsáveis do abrigo de animais do condado de Mitchell, na Carolina do Norte, colocaram um anúncio no Facebook para a adoção da "pior gata do mundo". "Conheçam Perdita, a gata que não é para os fracos …

Offshore de Isabel dos Santos na Ilha de Man foi montado em Portugal

Um offshore de Isabel dos Santos na Ilha de Man foi criado com o apoio de uma sociedade de advogados portuguesa. A informação foi encontrada nos documentos revelados pelo Luanda Leaks. Em 2014, a Andco Corporate …

Gage Skidmore

Livro de John Bolton revela como Trump fez depender ajuda à Ucrânia de investigação a Biden

O rascunho de um livro do antigo conselheiro de segurança nacional John Bolton revela como o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe falou da sua determinação em reter a ajuda militar à Ucrânia até …