May enfrenta moção de censura do próprio partido e pode cair hoje

David Levenson / Pool

Os ingleses foram acordados esta manhã com a notícia de que Theresa May vai enfrentar uma moção de censura esta quarta-feira por parte do próprio grupo parlamentar conservador.

O anúncio foi feito por Graham Brady, responsável pelo Comité 1922, que tem como incumbência receber as cartas de deputados conservadores que queiram ativar o processo. Ao serem recebidas 48, o processo é aberto – que aconteceu esta madrugada. A votação irá decorrer ainda esta quarta-feira e, se Theresa May for derrotada, será automaticamente substituída por um novo líder que os conservadores elejam.

Theresa May esteve a percorrer várias capitais europeias a tentar uma renegociação urgente do acordo, cuja votação foi adiada uma vez que teria sido chumbado no Parlamento.

Enquanto isso, alguns membros do partido conservador estiveram a movimentar-se nos bastidores no sentido de levar pelo menos 48 deputados do partido a comunicarem a perda de confiança na liderança do governo. O deputado Jacob Rees-Mogg, eurocético conhecido pela sua postura a favor de um hard Brexit — deu início a este processo, entregando a primeira das 48 cartas a pedir uma moção de censura.

De acordo com o Observador, os procedimentos do dia já estão agendados, avançou Graham Brady. Ao 12h00, vai acontecer o debate semanas no Parlamento; às 14h00, a primeira-ministra britânica vai reunir com o Conselho de Ministros; e às 17h com o Comité 1922. A votação da moção de censura tem início às 18h00, estando o anúncio dos resultados previsto para pouco depois das 20h00.

Theresa May não se admite

A primeira-ministra já falou sobre a situação, num púlpito à frente da porta da sua residência oficial.

Vou contestar a moção de censura”, anunciou Theresa May. “Vou lutar contra esta moção com todas as forças que tenho.”

“Decidi candidatar-se à liderança porque queria um futuro melhor, uma economia forte, um país onde ninguém fica para trás”, começa por explicar, em jeito de balanço. “Neste momento crucial da nossa História, isso significa conseguir o Brexit mas ter um acordo com a União Europeia.”

Theresa May disse que, durante o dia de terça-feira, esteve reunida com a chanceler alemã Angela Merkel, o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, e o presidente da comissão europeia, Jean-Claude Juncker. “Estamos a fazer progressos”, avançou.

May relembrou que um novo primeiro-ministro teria de suspender ou alargar o período da entrada em vigor do Artigo 50 – que prevê a saída do país da UE a 29 de março de 2019 – , e que isso iria “contra a vontade expressa do povo”.

“Os conservadores não podem ser um partido de um tema só. Nós somos o partido de toda a nação”, disse Theresa May. “Moderados, pragmáticos, mainstream. Comprometidos em unir o país e construir um pais que funciona para todos”, continuou. “Quero cumprir o Brexit pelo qual as pessoas votaram e construir um país que funciona para todos.”

“Semanas passadas a lutarmos internamente só nos enfraqueceria”, declarou, deixando mais uma vez claro porque recusa a hipótese de suspender o processo do Brexit ou realizar um segundo referendo. “Continuo de pé, pronta para acabar este trabalho”, finaliza a primeira-ministra.

A votação secreta da moção de censura está entregue ao Comité 1922, o grupo parlamentar do Partido Conservador. Para vencer, Theresa May precisa de garantir o apoio de metade dos deputados mais um, ou seja, uma maioria simples – 158 votos.

Para já, pelo menos 48 conservadores (15% do total) entregaram cartas com o pedido oficial para a saída de May, mas só Graham Brady sabe exatamente quantos e quem foram. Se vencer, May garante imunidade — não poderá voltar a ser sujeita a uma moção de censura durante o próximo ano.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …

A Cybertruck de Musk poderá ser "incrivelmente barata" de produzir

A Cybertruck de Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, pode ser "incrivelmente barata" de produzir graças à sua inovadora tecnologia de carroçaria, afirmou um especialista em entrevista à Autoline Network. O engenheiro Sandy …

Novo estudo associa o burnout a uma consequência fatal

Uma nova investigação associa o burnout a um aumento de até 20% no risco de desenvolver fibrilhação auricular, a arritmia crónica mais frequente. O burnout é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma …

Pinto da Costa diz ter total confiança em Sérgio Conceição

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, garantiu que tem "total confiança nos jogadores e no treinador", Sérgio Conceição, que no sábado colocou o lugar à disposição, de acordo com a newsletter oficial dos …

Isabel dos Santos utilizou três identidades para entrar e sair de Portugal

A empresária angola Isabel dos Santos utilizou três documentos de identificação distintos durante as últimas viagens que fez entre Portugal e o Reino Unido. "Izabel Dosovna Kukanova", "Isabel José dos Santos" e "Santos Isabel" foram as …

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …

Coronavírus já provocou 56 mortes. China começa a desenvolver vacina

China começou a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, que já provocou a morte a 56 pessoas e infetou 1.975 pessoas no país, informa este domingo o jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). De …