Partido Trabalhista vai chumbar acordo para o Brexit e pedir eleições antecipadas

Andy Rain / EPA

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn

O partido Trabalhista, principal partido da oposição, vai chumbar o acordo negociado pelo governo britânico para a saída do Reino Unido da União Europeia e quer eleições antecipadas, afirmou nesta terça-feira o líder, Jeremy Corbyn.

“Se a primeira-ministra é incapaz de negociar um acordo que consiga ganhar uma maioria no parlamento e funcionar para o país todo, o plano alternativo do Labour pode e deve tomar o seu lugar”, disse, no encerramento da conferência anual da organização patronal Confederação da Indústria Britânica, em Londres.

A totalidade dos partidos da oposição, dezenas de deputados do partido Conservador e até o Partido Democrata Unionista, cujos 10 deputados sustêm a maioria do governo na Câmara dos Comuns, já afirmaram a intenção de chumbar o texto, pondo em causa a necessária aprovação no parlamento britânico.

Corbyn apelou para um “acordo sensato” que garanta uma “relação forte” com o mercado único europeu e que mantenha os direitos dos trabalhadores, dos consumidores ou para a proteção do ambiente ao nível dos estabelecidos pela UE

O líder dos trabalhistas defendeu ainda “uma nova união aduaneira abrangente e permanente com um poder de decisão britânico em futuros acordos comerciais que assegure que não vai haver uma fronteira física na Irlanda do Norte e evite a necessidade da solução mal negociada pelo governo”.

Corbyn admitiu que, se não forem convocadas eleições legislativas, o partido Trabalhista mantém-se aberto a outras opções, “incluindo alguma forma de voto público”.

O que o Labour não aceitará é o cenário da falta de acordo, garantiu, confiante de que “nem o governo nem o parlamento apoiariam um caminho tão extremo e francamente perigoso” e que preocupa os empresários.

“A ameaça simplesmente não é realista. Se o governo acreditasse que a falta de acordo era uma opção genuína, teria feito preparativos sérios, mas não fez”, sublinhou.

CBI disposta a continuar a falar

A secretária-geral da CBI, Carolyn Fairbairn, comentou na introdução a Corbyn estar em “em desacordo” com “muitos aspetos” das propostas do partido Trabalhista, mas mostrou-se disposta a “continuar a falar”.

Antes, durante a tarde, criticou a intervenção da primeira-ministra, Theresa May, que deu destaque ao controlo da imigração como um dos maiores benefícios do Brexit e do acordo de saída da União Europeia.

“No futuro já não será possível aos cidadãos da UE, independentemente das competências ou da experiência que têm a oferecer, poderem passar na fila à frente dos engenheiros de Sydney ou dos programadores de informática de Deli”, prometeu Theresa May.

A diretora da CBI, organização que agrega cerca de 190 mil empresas, lamentou que o governo não esteja a ter em conta as necessidades de empresas de trabalhadores com qualificações menos elevadas, mas igualmente necessárias.

“A livre circulação de pessoas está a acabar e um novo sistema de imigração representa uma mudança sísmica, a que as empresas em todo o país precisam de tempo para se adaptar. Uma falsa escolha entre trabalhadores com qualificações altas e baixas privaria empresas, desde construtoras de casas a prestadoras de cuidados de saúde, de competências vitais que elas precisam para prosperar”, enfatizou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …

Vaticano acusado de conhecer má conduta de bispo argentino desde 2015

O Vaticano recebeu informações entre 2015 e 2017 de que um bispo argentino próximo do papa exibia um comportamento "obsceno" e foi acusado de má conduta com seminaristas, segundo um religioso citado pela Associated Press. As …