“The Times” diz que Theresa May vai ativar o “Brexit” a 9 de março

UK Parliament / Flickr

Theresa May, Primeira-Ministra britânica

Theresa May, Primeira-Ministra britânica

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, vai ativar o “Brexit”, a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), no próximo dia 9 de março, coincidindo com a cimeira europeia de Malta, afirma hoje o jornal “The Times”.

May pretende que a legislação que aprove a invocação do artigo 50 do Tratado de Lisboa, responsável por iniciar as negociações formais sobre a saída de um país comunitário da UE, esteja aprovada pelo parlamento no dia 7 de março, acrescenta o jornal.

A primeira-ministra tinha indicado até agora que iria ativar o processo antes do final de março, mas ontem, segundo o diário britânico, o governo comunicou à Câmara dos Lordes (alta) que quer que o projeto de lei fique aprovado para o dia 7 de março.

Os deputados britânicos começam a debater hoje na Câmara dos Comuns o projeto de lei que autorize a invocação do decisivo artigo, depois da Justiça britânica ter opinado na semana passada que o governo precisa da permissão parlamentar para comunicar o “Brexit”.

Assim, a câmara irá debater o projeto hoje e amanhã, fazendo-se depois uma primeira votação.

Em seguida, o projeto entrará na fase de comités, o que permitirá aos partidos de oposição fazer alterações ao texto legislativo, e espera-se que a Câmara dos Comuns dê o seu sinal verde no dia 9 de fevereiro, após o qual entrará – possivelmente no dia 20 de fevereiro, após uma semana de recesso parlamentar – na Câmara dos Lordes.

No entanto, este calendário pode ser alterado caso os lordes fizerem mudanças no projeto.

O “The Times” afirma que os líderes dos ainda 28 membros da UE vão-se reunir no dia 9 de março, em Malta, o que dará a Theresa May a oportunidade de comunicar a ativação do artigo 50.

Uma vez iniciadas as negociações formais, espera-se que o Reino Unido esteja fora da UE em 2019.

// EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. 2019??… Vão esperando sentados. O Reino unido deverá andar quase uma década em negociações. Esqueçam a hsitória dos 2 anos. Isso é puro “wishful thinking”!..

    Com esta criancice do Brexit, os Britanicos deram um dos mais espectaculares tiros no pé da história da humanidade. Quando um avião toma a rota errada, corrige-se a rota. Não se salta do avião nem se faz o avião cair. O Reino unido deveria ter ficado dentro e unido com outros países descontentes, ter feito lobby para combater os eurocratas e o défice democrático da UE. Isto vai ser péssimo para todos… E pra quem duvida, daqui a um ano estaremos aqui para ver.

RESPONDER

Metallica regressam a Portugal

A banda americana regressa a Portugal a 1 de maio de 2019, num concerto no estádio do Restelo, em Lisboa. O concerto em solo luso da digressão WorldWired será o primeiro de 20 concertos agendados …

Jovem indonésio sobreviveu 48 dias à deriva no Pacífico

Um jovem indonésio sobreviveu 48 dias com a ajuda de uma plataforma para captura de peixe até ter sido resgatado por um cargueiro a cerca de dois mil quilómetros do território norte-americano de Guam, no …

Câmara de Braga condenada a pagar mais 4 milhões pelo Estádio

Construído nos mandatos de Mesquita Machado, o estádio tinha um orçamento inicial de 65 milhões, mas acabou por custar mais de 150 milhões. O Tribunal Administrativo e Fiscal condenou a Câmara de Braga a pagar mais …

Movimento de Rui Moreira confronta António Costa sobre Infarmed

A Associação Cívica Porto, o Nosso Movimento pediu, este domingo, ao primeiro-ministro que esclareça se apoiou o ministro da Saúde na decisão de reavaliar a eventual transferência do Infarmed para o Porto. A associação Porto, o …

Nova acusação de assédio sexual contra juiz nomeado por Trump para o Supremo

O juiz nomeado pelo Presidente dos EUA para o Supremo Tribunal foi acusado por uma segunda mulher, este domingo, de assédio sexual na década de 80.  A New Yorker noticiou, este domingo, que os democratas que …

"Hard Brexit" pode ser o fim do Reino Unido

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, tem sido alertada por elementos do seu Executivo para o possível desmembramento do Reino Unido, num cenário de saída da União Europeia sem acordo, o chamado ‘hard Brexit’. Após …

Duas sondas japonesas pousaram num asteróide e fizeram História

Pela primeira vez na história, o Homem conseguiu aterrar dois rovers não tripulados num asteróide. A proeza histórica aconteceu este sábado e deveu-se aos japoneses. "Fiquei impressionado com o que conquistamos no Japão. Este é apenas …

Milionário da Somague declara falência e pede perdão de 67 milhões de euros

O ex-presidente da Somague, Diogo Vaz Guedes, declarou falência, pedindo o perdão de dívidas superiores a 67 milhões de euros. O Novo Banco e o BCP estão entre os credores do milionário. O jornal Correio da …

A China está (literalmente) a comprar um país africano

A Zâmbia corre o risco de perder a sua soberania devido à enorme dívida externa que tem com a China. O país poderá ser obrigado a entregar a Pequim a propriedade das suas principais infraestruturas de …

Conselho Superior de Magistratura não abre inquérito a juízes que desvalorizaram violação

O Conselho Superior de Magistratura considera que não existem "erros grosseiros" ou "linguagem manifestamente inadequada" no acórdão que confirma pena suspensa de dois homens julgados em primeira instância por violação. O Conselho Superior de Magistratura não …