“The Times” diz que Theresa May vai ativar o “Brexit” a 9 de março

UK Parliament / Flickr

Theresa May, Primeira-Ministra britânica

Theresa May, Primeira-Ministra britânica

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, vai ativar o “Brexit”, a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), no próximo dia 9 de março, coincidindo com a cimeira europeia de Malta, afirma hoje o jornal “The Times”.

May pretende que a legislação que aprove a invocação do artigo 50 do Tratado de Lisboa, responsável por iniciar as negociações formais sobre a saída de um país comunitário da UE, esteja aprovada pelo parlamento no dia 7 de março, acrescenta o jornal.

A primeira-ministra tinha indicado até agora que iria ativar o processo antes do final de março, mas ontem, segundo o diário britânico, o governo comunicou à Câmara dos Lordes (alta) que quer que o projeto de lei fique aprovado para o dia 7 de março.

Os deputados britânicos começam a debater hoje na Câmara dos Comuns o projeto de lei que autorize a invocação do decisivo artigo, depois da Justiça britânica ter opinado na semana passada que o governo precisa da permissão parlamentar para comunicar o “Brexit”.

Assim, a câmara irá debater o projeto hoje e amanhã, fazendo-se depois uma primeira votação.

Em seguida, o projeto entrará na fase de comités, o que permitirá aos partidos de oposição fazer alterações ao texto legislativo, e espera-se que a Câmara dos Comuns dê o seu sinal verde no dia 9 de fevereiro, após o qual entrará – possivelmente no dia 20 de fevereiro, após uma semana de recesso parlamentar – na Câmara dos Lordes.

No entanto, este calendário pode ser alterado caso os lordes fizerem mudanças no projeto.

O “The Times” afirma que os líderes dos ainda 28 membros da UE vão-se reunir no dia 9 de março, em Malta, o que dará a Theresa May a oportunidade de comunicar a ativação do artigo 50.

Uma vez iniciadas as negociações formais, espera-se que o Reino Unido esteja fora da UE em 2019.

// EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. 2019??… Vão esperando sentados. O Reino unido deverá andar quase uma década em negociações. Esqueçam a hsitória dos 2 anos. Isso é puro “wishful thinking”!..

    Com esta criancice do Brexit, os Britanicos deram um dos mais espectaculares tiros no pé da história da humanidade. Quando um avião toma a rota errada, corrige-se a rota. Não se salta do avião nem se faz o avião cair. O Reino unido deveria ter ficado dentro e unido com outros países descontentes, ter feito lobby para combater os eurocratas e o défice democrático da UE. Isto vai ser péssimo para todos… E pra quem duvida, daqui a um ano estaremos aqui para ver.

RESPONDER

Mais cinco minutos? Adiar o despertador não é uma boa ideia

Mais cinco minutos na cama ou acordar mal toque o despertador? Apesar de esse cochilo parecer inofensivo, a verdade é que adiar o despertador não é uma boa ideia. Se faz parte da equipa dos mais …

Há uma planta na Austrália que é masculina, feminina e bissexual

Cientistas da Bucknell University (Austrália) descobriram uma espécie de planta que pode ser masculina, feminina e bissexual. Os investigadores publicaram a descoberta na revista PhytoKeys e chamaram a amostra, que foi descrita em 1970, mas não …

Astrónomos descobrem a mais antiga colisão de galáxias conhecida

Uma equipa internacional de investigadores descobriram o exemplo mais antigo de uma colisão entre duas galáxias. A luz dessa fusão teve de viajar durante 13 mil milhões de anos para chegar até nós, uma vez …

Asteróide do tamanho da Torre Eiffel vai passar pela Terra. É a segunda maior aproximação em 120 anos

Na segunda-feira, dia de S. João no Porto, um asteróide muito grande - que pode ser tão grande como a Torre Eiffel - vai passar pela Terra a mais de 45 mil quilómetros por hora. O …

As eleições foram repetidas em Istambul. Erdogan voltou a perder (e por mais)

O candidato da oposição Ekrem Imamoglu ganhou hoje de novo as eleições municipais em Istambul, após a anulação de uma primeira votação, infligindo ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, o pior revés eleitoral em 17 …

No Azerbaijão, há chamas que ardem há quatro mil anos

Chamas altas dançam sem descanso num trecho de 10 metros de encosta. É o Yanar Dag - que significa "montanha em chamas" - na Península Absheron, no Azerbaijão. "Este fogo queimou 4.000 anos e nunca parou", …

A lendária Cidade Perdida do Deus Macaco é um refúgio de espécies "extintas"

A Cidade Branca, imponente sítio arqueológico detetado em 2012 nas selvas das Honduras, é também um "ecossistema prístino e próspero, cheio de espécies raras e únicas". A ONG americana Conservation International chegou a essa conclusão depois …

As mulheres têm mais doenças autoimunes do que os homens. A culpa pode ser da placenta

A hipótese da compensação da gravidez mostra que a evolução pode ter tido um papel importante no sistema imunológico das mulheres. Há cerca de 65 milhões de aos, depois da época dos dinossauros, surgiu o primeiro …

Cientistas conseguiram registar canto de uma das baleias mais raras do mundo

Cientistas conseguiram, pela primeira vez, registar sons de um pequeno grupo de baleias-francas-do-pacífico (Eubalaena japonica). Pela primeira vez, investigadores da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) conseguiram gravar sons de um pequeno grupo de baleias-francas-do-pacífico (Eubalaena …

Único racismo português "é contra os ciganos" (e Portugal devia pedir-lhes desculpa)

O antropólogo e investigador José Pereira Bastos defendeu este domingo que Portugal deveria pedir desculpa aos ciganos e resolver o problema da habitação, apontando que não adianta de nada haver um Dia Nacional do Cigano. O …