/

Enquanto o Texas enfrenta uma vaga de frio, Ted Cruz decidiu ir para o México

4

jbouie / Flickr

Ted Cruz, senador republicano do Texas

O senador republicano do Texas foi apanhado a embarcar numa viagem com destino a Cancún, no México, numa altura em que muitos norte-americanos estão sem água e eletricidade por causa de uma vaga de frio.

Numa altura em que milhões de texanos tentam, como podem, enfrentar a vaga de frio que assola os Estados Unidos (já há pelo menos 30 mortes a lamentar), o senador republicano do Texas, Ted Cruz, foi apanhado no aeroporto, esta quarta-feira, a embarcar num voo com destino a Cancún, no México.

As fotografias do senador, acompanhado pela família, causaram indignação nas redes sociais e o episódio também não passou despercebido não só pela oposição democrata, como também por figuras do seu partido.

No dia seguinte, de volta à sua casa em Houston, o senador falou com os jornalistas, tendo admitido que a viagem “foi, obviamente, um erro” e que, “pensando bem, não o deveria ter feito”. À sua porta, um grupo de manifestantes exigia a sua demissão. E a razão dada pelo republicano para justificar a sua partida – “ser um bom pai” – só pareceu agravar ainda mais o cenário.

“Comecei a ter dúvidas quase no momento em que me sentei no avião porque, por um lado, todos nós que somos pais temos a responsabilidade de cuidar dos nossos filhos, cuidar da nossa família. É algo que os texanos têm feito em todo o estado”, disse Cruz, citado pela cadeia televisiva CNN.

“Mas também tenho uma responsabilidade que levo muito a sério pelo estado do Texas e, francamente, partir quando tantos texanos estavam a sofrer não me pareceu correto, por isso, mudei o meu voo de regresso e voltei no primeiro voo disponível”, acrescentou.

Num comunicado anterior, o político já tinha afirmado que só voou para o México para poder acompanhar as filhas, que lhe tinham pedido para “fazer uma viagem com amigos”.

“Como as aulas foram canceladas durante a semana, as nossas filhas pediram-nos para fazer uma viagem com amigos. Querendo ser um bom pai, voei com elas, ontem à noite, e volto ainda esta tarde”, podia ler-se na nota.

No entanto, o jornal New York Times teve acesso a mensagens enviadas pela sua mulher, Heidi, que pintam um quadro muito diferente, nas quais pergunta numa conversa privada com um grupo de amigos se “alguém quer ou pode sair por uma semana”, porque a casa onde vivem está “congelada”.

“Podemos ir para Cancún”, terá dito numa outra mensagem, fazendo referência a um “voo direto” e a “hotéis com disponibilidade”, e sugerindo que a viagem durasse até domingo.

Heidi terá ainda recordado que a família já ficou “muitas vezes” hospedada no Ritz-Carlton, em Cancún, e destacado que o resort tinha uma excelente segurança e que estava com preços muito bons naquela semana.

De acordo com o jornal nova-iorquino, a decisão de ir para o calor do México, quando muitos texanos estão sem eletricidade e água em casa, pode ter-lhe custado o sucesso das suas ambições políticas. Ted Cruz já concorreu à Presidência uma vez e é quase certo que o deseja fazer novamente em 2024, ou depois disso.

  Filipa Mesquita, ZAP //

4 Comments

  1. Mais um Trump…
    Milhões sem energia (devido a uma rede elétrica de 3° mundo desligada do resto dos EUA!), a pior onda de frio em décadas, milhões sem água, dezenas de mortes, etc, portanto o melhor é ir de férias!…

  2. Oh Eu, Mas então porque serve a riqueza e o poder? O homem não faz nada mal.
    São os idiotas mentecaptos que seguem tipos como Trump, Bolsonaro e Ventura, que lhes dão força política

  3. Se querem ver um estado americano falhado olhem para a Califórnia. Tem mais sem-abrigo que o resto dos EUA juntos. As pessoas não conseguem pagar uma casa, as empresas estão submersas em impostos.
    5 milhões de californianos abandonaram o estado na última década.
    Sabem para onde foi a maioria? Para o Texas!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE