Mais de um terço dos portugueses não vai vacinar-se contra a covid-19

Mais de um terço dos portugueses afirmam não querer vacinar-se contra a covid-19 por não acreditarem na eficácia do medicamento que deverá chegar a Portugal em janeiro, segundo um estudo da Eurosondagem divulgado este sábado.

À questão “quando houver uma vacina contra a covid-19, acredita nela e vai vacinar-se?”, 48,5% dos inquiridos respondem que “sim”, 37,2% “não” e 14,3% têm dúvidas, não sabem ou não querem revelar o que farão.

Neste estudo da Eurosondagem para o Porto Canal e o semanário Sol, a maioria dos entrevistados que se opõem à vacina são do sexo feminino (37,2%), contra 36,9% do sexo masculino.

Entre os homens a vacina tem mais apoio (49%) do que entre as mulheres (48%). A Eurosondagem não estratificou as respostas a esta questão por grupos etários.

Outra questão colocada na sondagem foi a recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa a Presidente da República, com 72% a responder que “fez bem”, 15,5% “não fez bem” e 12,5% a manifestar dúvidas ou não responder.

O estudo incluiu também uma questão sobre a “grande controvérsia entre as atuais operadoras de telecomunicações e a ANACOM sobre o 5G”. Nas respostas, só 15,2% dos entrevistados disseram concordar com “um leilão aberto a novos operadores”. A “melhoria e universalidade da atual rede móvel em 3G e 4G e voz” foi a opção escolhida por 65,5% dos inquiridos, com 19,3% a não responder.

No tradicional barómetro das legislativas, o PS continua na frente, com 38,8%, subindo quase na mesma proporção (2,4 pontos percentuais) da descida do BE (2,3 pontos percentuais) relativamente aos resultados das últimas legislativas.

O BE cai mais de um ponto percentual (1,1) relativamente à sondagem de novembro, o PS sobe 0,5 p.p. e o PSD 0,3 p.p.

O PSD recolhe agora 29,4% das preferências, o BE 7,2%, a CDU 5,3%, o Chega 5,2%, o CDS 2,5%, o PAN 2,0% e a Iniciativa Liberal 1,1%.

O estudo da Eurosondagem foi realizado entre o segunda e quinta-feira através de 1020 entrevistas telefónicas validadas para fixos e móveis e tem um erro máximo de 3,07% para um grau de probabilidade de 95%.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A Imunização por via de vacinação, contra certas Doenças, não é un acto “contemporâneo”. Ao longo da Historia da humanidade, fomos assistindo ao aparecimento de inúmeras doenças de origem viral. O desenvolvimento de Vacinas e a sua administração, permitem de preservar a vida Humana na sua grande maioria, isso é um “Facto”, incontestável!. Em relação a esta nova estirpe de Coronavirus, que se avera mais virulenta e letal, e o desenvolvimento de uma Vacina (eficaz) em tempo recorde, com todas as contradições, inquietantes afirmações, duvidas e hipotéticas probabilidades quanto a sua eficácia e segurança, todas estas informações emitidas por a C.S e mesmo por as mais diversas Autoridades na matéria, muitas das vezes polémicas; instalam inevitavelmente a desconfiança numa parte da População. Por mim, espero que independentemente de qualquer laboratório que seja, as vacinas produzidas venham a ser “a” Solução, mais uma vez para travar e aniquilar este invisível inimigo. Ou estaremos condenados a um Dantesco desastre Humanitário!…

RESPONDER

João Ferreira contra "bipolarização", apela ao voto dos descontentes em Lisboa

Esta segunda-feira, o candidato comunista à câmara de Lisboa, João Ferreira, salientou que "é importante não deixar o descontentamento aprisionado numa encenada bipolarização". O candidato da CDU à câmara de Lisboa, João Ferreira, apelou esta segunda-feira …

Expetativa era que Novo Banco usasse no máximo 1,5 milhões. Venda acelerada gerou perdas além do previsto

Sérgio Monteiro, consultor do Banco de Portugal para a venda do Novo Banco, revelou esta terça-feira que a "expectativa central" em 2017 era que o banco pedisse, no máximo, 1,5 mil milhões de euros ao …

TAP adia negociações para novos acordos até ao fim do ano

Os acordos de emergência previam que fosse dado início, no primeiro trimestre, ao processo negocial para a revisão dos instrumentos de regulamentação coletiva de trabalho. No entanto, a TAP formalizou, junto do Governo, um pedido …

Vacinação terá evitado 140 mortes. Portugal pode atingir "zona vermelha" em 15 dias

Houve um "ligeiro crescimento" no número de novos casos de covid-19 em Portugal, mais notório nas crianças até aos 9 anos, com uma descida nos idosos. Este dado é um fruto da vacinação que terá …

Cientistas implantam (e apagam) memórias falsas nas mentes de voluntários

Uma equipa de cientistas alemães mostrou como memórias falsas podem ser facilmente implantadas e apagadas da mente de pessoas. As descobertas têm sérias implicações no sistema judicial. As memórias não são confiáveis, até porque o cérebro …

Deputada Cristina Rodrigues propõe que trabalhadores tenham direito a desligar

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues propôs alterações ao Código do Trabalho para estabelecer que os trabalhadores tenham direito a desligar e um acréscimo remuneratório para os profissionais em teletrabalho fazerem face ao aumento das …

FDA recomenda suspensão da vacina da Johnson & Jonhson após casos de coágulos

A Administração de Medicamentos e Alimentos (FDA) e o Centro para o Controlo de Doenças (CDC) dos Estados Unidos pediram uma pausa imediata no uso da vacina da Johnson & Johnson, depois de terem sido …

Reforma das Forças Armadas. Ministro recuou em dois pontos (o resto, é pouco mais do que "cosmética")

Os diplomas para a reforma do comando superior das Forças Armadas (FA) já seguiram para a Assembleia da República. João Gomes Cravinho recuou em dois pontos e atenuou outros. Fontes militares destacaram ao semanário Expresso …

Com 24 infetados, bastam nove para Moura passar a linha vermelha. "Forma de cálculo é vergonhosa"

O concelho de Moura tem 24 casos ativos. Bastam apenas nove infetados para que seja ultrapassada a linha vermelha estabelecida pelo Governo.  Álvaro Azedo, presidente da câmara de Moura, disse à TSF que a forma de …

Atlético quer riscar seis jogadores do plantel. João Félix escapa

O jovem internacional português, que se lesionou no último domingo, não estará na lista de dispensas que o Atlético de Madrid tem em vista no final desta temporada. De acordo com a rádio Cadena SER, a …