Técnicos do INEM recusaram-se a sair em quatro ambulâncias por falta de desinfeção

António Cotrim / Lusa

Técnicos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) recusaram-se, nesta segunda-feira, a sair em serviço por falta de desinfeção de quatro ambulâncias destinadas para o transporte de doentes com covid-19.

A notícia é avançada esta terça-feira pelo Jornal de Notícias na sua edição impressa, que dá conta que a GNR deixou de fazer a higienização das ambulâncias e o INEM teve de contratar uma empresa privada que apenas limpou duas ambulâncias.

Sem a devida higienização dos veículos, os profissionais recusaram-se a sair em serviço, temendo o risco de se contaminarem e de contaminarem os outros.

Os técnicos de emergência pré-hospitalar garantem que o INEM foi avisado com antecedência deste problema, não tendo feito nada para o resolver, escreve o JN.

Até esta segunda-feira, era a Unidade de Emergência de Proteção e Socorro da GNR que garantia a limpeza e desinfeção das ambulâncias do INEM, dos veículos da Cruz Vermelha Portuguesa e das viaturas dos Bombeiros.

Estes profissionais foram entretanto deslocados para a Unidade de Emergência de Proteção e Socorro para os fogos florestais, deixando de ter disponibilidade para efetuar os procedimentos de limpeza após o transporte de doentes com covid-19.

O INEM explicou ao Jornal de Notícias que quer que a desinfeção “volte à sua rotina habitual”, feita pelos técnicos, assegurando que estes têm “todos os equipamentos e produtos necessários para cumprir aquela que é uma das suas funções: garantir a manutenção e prontidão das ambulâncias”.

Sindicato contra decisão

O Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar criticou a decisão do INEM de terem de ser os técnicos a fazer a desinfeção das ambulâncias, que era assegurada pela GNR, alertando para o tempo que a operação vai demorar.

Contactado esta terça-feira pela agência Lusa, o presidente Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (STEPH), Pedro Moreira, questionou se a desinfeção feita pelos técnicos garante o mesmo nível de proteção do que a realizada pela GNR.

“Se o próprio instituto reconheceu a necessidade dessa desinfeção ser feita e garantida pela GNR com material e equipamento que por eles era prestado, e que agora não está a ser disponibilizado pelo instituto, interrogámos o que é que levou a isso” e se “garante o mesmo nível de proteção”, disse Pedro Moreira.

Por outro lado, alerta para o tempo que esta operação manual vai demorar em relação à realizada pela GNR, que “era uma “questão de minutos” e com “a garantia efetiva de todo o material e equipamento que estes usavam e o seu profissionalismo”.

“Se o processo pela GNR era um processo rápido em que a indisponibilidade das ambulâncias era de um tempo muito reduzido agora será um tempo aumentado, porque o processo de desinfeção sendo manual, contrariamente ao que estava a ser prestado pela GNR, acarreta uma consequência logo direta de um aumento de tempo já para não falar do local onde as ambulâncias são desinfetadas e todas as condições inerentes do processo no que diz respeito a todo material e ao equipamento de proteção para que isso aconteça”.

Portugal contabiliza pelo menos 1.424 mortos associados à covid-19 em 32.700 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Relativamente ao dia anterior, há mais 14 mortos (+1%) e mais 200 casos de infeção (+0,6%). O número de pessoas hospitalizadas desceu de 474 para 471, das quais 64 se encontram em unidades de cuidados intensivos.

O número de doentes recuperados é de 19.552.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Campo magnético da Terra pode mudar 10 vezes mais rápido do que se pensava

As mudanças na direção do campo magnético da Terra podem ocorrer dez vezes mais rápido do que se pensava até então, sugerem novas simulações levadas a cabo por cientistas da Universidade de Leeds (Reino Unido) …

O buraco negro mais faminto do Universo engole por dia uma massa equivalente à do Sol

No centro do quasar mais brilhante já descoberto "mora" um dos maiores buracos negros que é também o mais "faminto" de todo o Universo: por dia, engole o equivalente à massa do nosso Sol. As …

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …