Novo escândalo de abusos sexuais no Chile leva à suspensão de 14 sacerdotes

A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou, esta terça-feira, a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores.

“Estes padres cometeram atos que podem constituir crimes nos domínios civil e canónico”, indicou a diocese em comunicado.

A suspensão surgiu depois da difusão de uma reportagem do Canal113 chileno, na qual foram denunciados abusos sexuais e condutas impróprias por parte de um grupo de prelados de Rancagua, a 90 quilómetros a sul da capital, Santiago.

Todos eles pertenciam a um grupo que se auto-intitulou de “La Familia”, segundo a investigação jornalística.

A diocese explicou que, apesar de não existir “qualquer elemento a indicar que as ações dos padres suspensos constituem crimes do ponto de vista jurídico”, confirma-se uma queixa junto das autoridades e a abertura de um inquérito.

“Todas as informações foram enviadas para a Santa Sé”, adiantou o comunicado.

A diocese de Rancagua lamentou os atos denunciados e pediu à comunidade católica informações sobre o novo escândalo que implica a igreja chilena, já marcada pelas alegações de encobrimento de abusos sexuais que resultaram na demissão de 34 bispos na semana passada, após terem sido chamados ao Vaticano.

Os bispos reuniram-se três vezes com o Papa Francisco, na sequência de uma série de erros e omissões na gestão de casos de abuso, especialmente em relação ao caso de Juan Barros, bispo acusado de encobrir o padre Fernando Karadima.

Francisco vai agora receber no Vaticano, entre 1 e 3 de junho, cinco sacerdotes chilenos que foram vítimas de abusos do padre Karadima e seguidores na paróquia de El Bosque, informou na terça-feira o Vaticano.

“São cinco sacerdotes que foram vítimas de abusos de poder, consciência e sexuais“, referiu o Papa Francisco, em comunicado.

O Papa também vai receber outros dois sacerdotes que ajudaram as vítimas e dois leigos que estão envolvidos no processo, ficando todos na Casa de Santa Marta, a residência de Francisco.

A maioria destas pessoas participou em encontros no Chile com enviados do Papa Francisco para esclarecerem os casos de abusos e o alegado encobrimento.

“Vão ser realizadas reuniões numa atmosfera de confiança e confidencialidade. Na manhã de 2 de junho, o Papa vai celebrar uma missa privada e depois vão decorrer encontros em grupo e individuais”, acrescentou.

Karadima foi condenado em 2011 pela justiça canónica a uma vida de reclusão e penitência por esses atos.

Juan Barros, nomeado bispo em março de 2015 por Francisco, foi acusado no Chile de encobrir os casos de abuso sexual cometidos pelo influente Karadima quando era pastor da igreja El Bosque, em Santiago.

Desde 2000, cerca de 80 sacerdotes foram denunciados por abusos sexuais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …

Mulher que acusa de abuso juiz nomeado por Trump para o Supremo aceita depor

Christine Blasey Ford, a mulher que acusou de agressão sexual o juiz Brett Kavanaugh, nomeado por Donald Trump para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, aceitou testemunhar perante o Senado, na próxima semana, disse neste …

Hubble deteta radiação nunca antes vista numa estrela de neutrões

Uma invulgar emissão de radiação infravermelha, de uma estrela de neutrões próxima, detetada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA, pode indicar novas características nunca antes vistas. Uma possibilidade é que exista um disco poeirento em redor …

Sócrates acusa direita de estar "empenhada" no processo Marquês

O antigo primeiro-ministro José Sócrates acusou este sábado a direita política portuguesa de estar "empenhada no processo Marquês através da manutenção da procuradora-geral da República". O ex-governante, que esteve neste sábado em Vila do Conde, distrito …

André Ventura vai lançar movimento para destituir Rui Rio

O vereador do PSD em Loures André Ventura vai lançar na próxima semana o movimento Chega, para substituir Rui Rio na liderança e colocar o partido no “espetro ideológico do centro-direita português”. Em comunicado, André Ventura …

Universidade brasileira cria gelado que reduz efeitos colaterais da quimioterapia

Foi criado no Brasil um gelado que ajuda a diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia em pacientes com cancro. Desenvolvido por investigadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o gelado tem três sabores: morango, …

Irmãos portugueses que combatiam pelo Daesh dados como mortos na Síria

Os irmãos Celso e Edgar foram dados como mortos na Síria, revela o jornal Expresso neste sábado. Os dois portugueses eram jiadistas que combatiam pelo autodenominado Estado Islâmico (Daesh). Em Raqqa eram conhecidos pelo seu nome …