Novo escândalo de abusos sexuais no Chile leva à suspensão de 14 sacerdotes

A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou, esta terça-feira, a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores.

“Estes padres cometeram atos que podem constituir crimes nos domínios civil e canónico”, indicou a diocese em comunicado.

A suspensão surgiu depois da difusão de uma reportagem do Canal113 chileno, na qual foram denunciados abusos sexuais e condutas impróprias por parte de um grupo de prelados de Rancagua, a 90 quilómetros a sul da capital, Santiago.

Todos eles pertenciam a um grupo que se auto-intitulou de “La Familia”, segundo a investigação jornalística.

A diocese explicou que, apesar de não existir “qualquer elemento a indicar que as ações dos padres suspensos constituem crimes do ponto de vista jurídico”, confirma-se uma queixa junto das autoridades e a abertura de um inquérito.

“Todas as informações foram enviadas para a Santa Sé”, adiantou o comunicado.

A diocese de Rancagua lamentou os atos denunciados e pediu à comunidade católica informações sobre o novo escândalo que implica a igreja chilena, já marcada pelas alegações de encobrimento de abusos sexuais que resultaram na demissão de 34 bispos na semana passada, após terem sido chamados ao Vaticano.

Os bispos reuniram-se três vezes com o Papa Francisco, na sequência de uma série de erros e omissões na gestão de casos de abuso, especialmente em relação ao caso de Juan Barros, bispo acusado de encobrir o padre Fernando Karadima.

Francisco vai agora receber no Vaticano, entre 1 e 3 de junho, cinco sacerdotes chilenos que foram vítimas de abusos do padre Karadima e seguidores na paróquia de El Bosque, informou na terça-feira o Vaticano.

“São cinco sacerdotes que foram vítimas de abusos de poder, consciência e sexuais“, referiu o Papa Francisco, em comunicado.

O Papa também vai receber outros dois sacerdotes que ajudaram as vítimas e dois leigos que estão envolvidos no processo, ficando todos na Casa de Santa Marta, a residência de Francisco.

A maioria destas pessoas participou em encontros no Chile com enviados do Papa Francisco para esclarecerem os casos de abusos e o alegado encobrimento.

“Vão ser realizadas reuniões numa atmosfera de confiança e confidencialidade. Na manhã de 2 de junho, o Papa vai celebrar uma missa privada e depois vão decorrer encontros em grupo e individuais”, acrescentou.

Karadima foi condenado em 2011 pela justiça canónica a uma vida de reclusão e penitência por esses atos.

Juan Barros, nomeado bispo em março de 2015 por Francisco, foi acusado no Chile de encobrir os casos de abuso sexual cometidos pelo influente Karadima quando era pastor da igreja El Bosque, em Santiago.

Desde 2000, cerca de 80 sacerdotes foram denunciados por abusos sexuais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Comprar móveis mata relacionamentos

Os números não mentem e está comprovado: comprar móveis com a sua cara-metade é a arma fatal do seu relacionamento. A marca online de móveis Article conduziu recentemente uma pesquisa com cerca de 2.000 norte-americanos, em …

Marisa Matias critica Centeno por “encabeçar ameaças” a Itália

A eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, disse a Mário Centeno, num debate no Parlamento Europeu, que é “desconcertante” vê-lo, enquanto presidente do Eurogrupo, a “encabeçar as ameaças” a Itália, questionando-o se não "há …

Moscovici quer voltar a "tweeetar" com Costa (mas deixa avisos)

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, diz que ficará "encantado" se o primeiro-ministro e seu "bom amigo" António Costa tiver o prazer de voltar a "tweetar". Isto para sublinhar que espera que Portugal …

Não há acordo. Greve dos enfermeiros começa quinta-feira e só acaba no fim do ano

Os enfermeiros mantêm a greve que começa na quinta-feira nos blocos operatórios de cinco hospitais, por falta de acordo com o Governo sobre a estrutura da carreira. A informação foi prestada à Lusa pelos presidentes da …

Próximas eleições portuguesas podem ser marcadas por fake news

A difusão de notícias falsas durante as eleições brasileiras atingiu níveis sem precedentes e o fenómeno chegou também a Portugal, onde se pode estar a preparar uma ação semelhante para as próximas eleições nacionais, alertou …

Proposta de Orçamento mostra um "profundo desconhecimento" do país

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou esta terça-feira que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) mostra um "profundo desconhecimento" e está de "costas voltadas" para o país. "É um Orçamento que mostra …

Caso Khashoggi: Trump mantém-se ao lado da Arábia Saudita

Donald Trump emitiu um comunicado em que se pronunciou sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, revelando que embora condene veemente o crime, a relação dos Estados Unidos é com Reino da Arábia Saudita, "parceiros …

Visita de João Lourenço pode deixar “irritante” entre Portugal e Angola para trás

A primeira viagem de Estado de João Lourenço a Portugal é uma demonstração de que Portugal e Angola "pretendem enterrar o irritante e avançar com os temas da cooperação direta", avança Jornal de Angola. No editorial …

Documento de 2014 previu colapso e aconselhava encerramento da estrada de Borba

Há novos dados que apontam que a tragédia da estrada de Borba, que desmoronou, provocando a morte de 2 pessoas e mais 3 desaparecidas, poderia ter sido evitada. Um memorando de 2014 já previa a …

Noiva adolescente leiloada no Facebook. Rede social só reparou depois do casamento

Uma jovem de 16 anos do Sudão do Sul foi leiloada para casamento no Facebook. Quando a rede social reparou, a jovem já tinha sido comprada e estava casada. De acordo com a organização pelos Direitos …