Demitiram-se todos os bispos do Chile devido a escândalo de pedofilia

Mazur / Catholic Church England and Wales

Papa Francisco

Todos os bispos do Chile, um total de 34 elementos, apresentaram a sua renúncia ao Papa Francisco, no seguimento do escândalo de abusos sexuais que abalou o clero do país. Uma decisão tomada depois de confrontados pelo Papa com indícios graves.

Os bispos do Chile foram convocados de 15 a 17 de Maio para se reunirem com o Papa Francisco, sendo confrontados com um documento que aponta uma série de erros e de omissões na gestão de casos de abuso sexual de menores, especialmente em relação ao bispo Juan Barros, acusado de encobrir o padre Fernando Karadima.

Juan Barros, nomeado bispo em Março de 2015 pelo Papa Francisco, foi acusado no Chile de encobrir os casos de abuso sexual cometidos pelo influente Fernando Karadima quando era pastor da igreja El Bosque, em Santiago.

Karadima foi condenado em 2011, pela justiça canónica, a uma vida de reclusão e penitência por esses actos de abuso.

Francisco apresentou aos bispos chilenos, nos encontros mantidos no Vaticano, dados que indiciam “numerosas situações de abuso de poder, de autoridade e de abusos sexuais” na Igreja Chilena, ao longo de décadas, refere o jornal Le Monde.

Estes dados constam de um relatório não publicado, com 2300 páginas, que foi redigido pelos investigadores escolhidos pelo Papa para investigar a Igreja Chilena. As conclusões do documento, que não foi tornado público, foram reveladas por uma televisão chilena, deixando transparecer várias situações graves.

Com base nestas conclusões, o Papa acusou os bispos chilenos de terem destruído provas de crimes sexuais, de terem pressionado os advogados da Igreja para minimizarem as acusações, e de “negligência grave” na protecção de crianças de padres pedófilos.

Num documento de 10 páginas entregue aos bispos chilenos, o Papa acusou toda a hierarquia chilena da Igreja de ser colectivamente responsável por “graves falhas” no tratamento de casos de pedofilia, e na consequente perda de credibilidade da Igreja Católica.

O Le Monde nota que o relatório fala na destruição de “documentos comprometedores” e que constata que religiosos expulsos por “comportamentos imorais” foram acolhidos noutras dioceses, com funções que implicavam a manutenção de “contacto diário e directo com menores”.

No final das três reuniões com o Papa, os bispos chilenos não viram outra solução que não apresentar a sua renúncia, colocando assim o seu destino nas mãos de Francisco.

Em conferência de imprensa sem direito a perguntas, o secretário-geral da Conferência Episcopal do Chile, Dom Fernando Ramos Pérez, e o bispo de San Bernardo, Juan Ignacio González Errázuriz, leram um comunicado com o anúncio, pedindo desculpas pela dor causada às vítimas pelos seus erros e omissões.

“Imploramos o seu perdão e a sua ajuda para continuar a avançar para a cura e a cicatrização de feridas”, salientaram.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …

Espanha. Jovem é esfaqueado após alertar para o uso de máscara

Três homens foram detidos em Madrid sob suspeita de terem esfaqueado um jovem que chamou a atenção de um deles por não usar máscara no interior de uma mercearia. Espanha é dos países do mundo mais …

Dez apostas que podem despontar o seu talento na Liga NOS

Nos últimos anos, dificilmente se encontra um mercado de Verão tão interessante como este. Contra todas as expectativas, dado que a pandemia trouxe alguma incerteza, os clubes portugueses têm investido mais e melhor, desde o …

Mulher morre devido a um ataque de ransomware a um hospital na Alemanha

Uma mulher morreu esta semana devido a um ataque de ransomware direcionado ao sistema operativo de um hospital em Duesseldorf, na Alemanha. Segundo as autoridades alemãs, a mulher precisava de cuidados médicos urgentes e foi encaminhada …

Portugal está "numa terceira fase de crescimento" da pandemia, avisa epidemiologista

"Estamos numa terceira fase de crescimento" de novos casos de covid-19, garante Baltazar Nunes, epidemiologista do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. O número de novos casos voltou a aumentar esta sexta-feira, batendo o recorde …

Áustria corrige Trump. Os seus cidadãos não vivem em florestas

O Governo austríaco decidiu corrigir a afirmação do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que afirmou que as pessoas naquele país europeu vivem em "cidades da floresta". Trump referiu recentemente a Áustria e outros países europeu …