Suspeito do rapto de Maëlys foi apresentado aos pais como seu “namorado”

(dr)

Maëlys de Araújo, menina luso-descendente de 9 anos que está desaparecida.

Surgem novos dados no âmbito da investigação ao desaparecimento de Maëlys de Araújo, a menina luso-francesa de 9 anos que desapareceu num casamento, em França. A criança terá apresentado o suspeito do seu rapto como “namorado” e as autoridades suspeitam que ele pode ter tido um cúmplice.

Continua a não haver sinal de Maëlys de Araújo, a menina de 9 anos que desapareceu de uma festa de casamento, numa localidade francesa, na noite de 26 para 27 de Agosto.

O único suspeito do caso, em que cujo carro foram encontrados vestígios de ADN da criança, continua a negar qualquer envolvimento no desaparecimento. Mas as autoridades estão certas de que ele está envolvido.

A FranceInfo nota que os investigadores não excluem a hipótese de existir um “possível cúmplice ou patrocinador” que pode ter encomendado o rapto da menina. Assim, surge a possibilidade de que ele pode ter tido ajuda ou ter entregue a criança a uma terceira pessoa.

Os indícios contra Nordahl Lelandais, um antigo militar de 34 anos, são muitos, a começar pelo “comportamento inadequado” que terá tido com Maëlys e com outras crianças presentes no casamento, conforme reporta o Paris Match.

Um dos convidados do copo-de-água refere a esta publicação que “o suspeito foi visto, por várias testemunhas, na sala onde as crianças dormiam sob o olho da babysitter“, num “espaço isolado”, onde “falava com Maëlys e mostrava-lhe fotos, no seu telefone, dos seus cães, uma das paixões da menina”.

O Correio da Manhã também refere que Maëlys chegou a apresentar Nordahl Lelandais aos pais como o seu “namorado”. A situação foi vista, na altura, como “uma pequena brincadeira inocente”, mas, agora, está a levantar outras suspeitas.

Cocaína para o casamento

O Paris Match apurou também que o suspeito não fazia parte da lista de convidados do casamento, mas que, depois de ter insistido tanto para ir, foi convidado para o copo-de-água, oferecendo-se para levar cocaína.

Ele era já conhecido das autoridades por consumir e vender cocaína, segundo a FranceInfo. Durante o casamento, terá consumido a droga e também a terá vendido a outros convidados.

A mesma FranceInfo assegura, ainda, que Lelandais terá sido seguido por polícias à civil, antes de ser detido, e que terá tentado despistá-los, o que é visto como um comportamento suspeito – embora pudesse estar com receios devido ao facto de vender estupefacientes.

Apesar de haver vários indícios contra ele, como o ADN da menina no carro, as declarações contraditórias, o facto de ter lavado o carro na manhã depois da festa e de ter saído do casamento por várias vezes, o seu irmão mais velho diz que ele está “inocente a 100%”.

“Ele não podia, numa hora, ter levado a pequena, ter tomado banho, mudado de roupa e regressado ao casamento. Os polícias deveriam, também, procurar noutro lado em vez de “baterem” só no meu irmão. Havia 10 cadastrados sexuais entre os convidados do casamento. Não eram amigos de Nordahl”, assegura Sven Lelandais, de 36 anos, em declarações ao jornal local Dauphiné Libéré.

O diário trata de destacar que não há provas de que havia realmente 10 pessoas com registos criminais por crimes sexuais na festa de casamento.

“Mentiroso” e “violento”

Este jornal regional também ouviu várias ex-namoradas do suspeito que o definem como um homem “mentiroso”, “violento” e “manipulador”. “Contam todas a mesma coisa: Nordahl perseguia-as, assediava-as, segui-as de carro para tentar atingi-las”, refere uma fonte não identificada.

Entretanto, o suspeito já foi transferido da prisão onde foi inicialmente detido, depois de ter recebido “numerosas ameaças de morte da parte de outros presos”, revelou o seu advogado à imprensa francesa.

As autoridades continuam a investigar e a procurar Maëlys, mas as esperanças de encontrar a criança vão ficando cada vez mais reduzidas.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Contrariando as autoridades, Hong Kong assinala aniversário de Tiananmen. "Podem reprimir as nossas atividades mas não o nosso espírito"

Evocando razões de saúde pública devido à pandemia, as autoridades de Hong Kong proibiram a vigília de quinta-feira que visava assinalar o 31.º aniversário do massacre de Tiananmen. As aglomerações com mais de oito pessoas …

Governo pondera criar nova contribuição sobre a banca para financiar Segurança Social

O Governo de António Costa está a estudar a criação de uma contribuição adicional de solideriedade sobre o setor bancário para ajudar a financiar a Segurança Social e fazer face aos custos de resposta à …

Arqueólogos encontram rara ferramenta de caça com 300 mil anos

Arqueólogos encontraram uma ferramenta de madeira utilizada na caça há 300 mil anos. É muito raro encontrar artefactos paleolíticos feitos de madeira, realça o autor do estudo. Uma equipa de investigadores da Universidade de Tübingen e …

Twitter não descarta suspender conta de Donald Trump

Um alto responsável da plataforma digital Twitter não excluiu a suspensão da conta da Donald Trump caso o Presidente norte-americano prossiga a publicação de mensagens incendiárias que transgridam as regras daquela rede social. Com 81,7 milhões …

Patrões agradados com o plano do Governo. PSD diz que "é muito fraco"

Enquanto patrões e sindicalistas ficaram bastante satisfeitos com o Programa de Estabilização Económica e Social apresentado pelo Governo, o PSD deixou duras críticas. Esta quinta-feira, no final do Conselho de Ministros, onde foi aprovado o plano …

Na resposta a uma crise, ligações humanas podem piorar ainda mais as coisas

Um novo estudo sugere que a conexão humana nem sempre é uma coisa boa, sobretudo quando se trata de ultrapassar uma crise com sucesso. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 2480 voluntários …

Brasil ultrapassa Itália e torna-se no terceiro país com mais mortes

O país sul-americano, que tem uma população estimada em 210 milhões de habitantes, contabiliza 34.021 vítimas mortais e 614.941 casos confirmados. O Brasil ultrapassou a Itália e tornou-se no terceiro país do mundo com mais mortes …

PCP é o primeiro partido a retomar comícios ao ar livre

O PCP foi o último partido a fazer um comício, em março, antes de o país "parar" devido à pandemia de covid-19 e vai ser o primeiro a organizar uma iniciativa deste tipo, no domingo, …

Asteróide que matou os dinossauros criou uma província hidrotermal nove vezes maior do que Yellowstone

O asteróide que dizimou os dinossauros da face da Terra criou uma província hidrotermal nove vezes maior do que a caldeira do supervulcão Yellowstone, localizado nos Estados Unidos, conclui um novo estudo agora divulgado. De acordo …

Encontrar uma agulha num palheiro cósmico. Astrónomos resolvem mistério do primeiro Anel de Einstein

Determinados a encontrar uma agulha num palheiro cósmico, um par de astrónomos viajou no tempo através dos arquivos de dados antigos do Observatório W. M. Keck em Mauankea e do Observatório de Raios-X Chandra da …