Quarta-feira, Setembro 30, 2020
Suspeito da morte de Maëlys admite ter filmado agressões sexuais a crianças

Suspeito da morte de Maëlys admite ter filmado agressões sexuais a crianças

jennifer.cleyetmarrel / Facebook

Maëlys de Araújo com os pais

O principal suspeito da morte da jovem lusodescendente Maëlys de Araújo admitiu ter filmado agressões sexuais contra a afilhada e a prima, de quatro e seis anos de idade, respetivamente, antes de, alegadamente, matar a mais nova.

Maëlys de Araújo

A confissão de Nordahl Lelandais surgiu durante uma audição, num tribunal em Grenoble, quando o suspeito afirmou que, por estar sob o efeito de álcool e drogas “não distinguia entre uma mulher e uma criança”, noticiou hoje a agência AFP.

Os vídeos das agressões, filmados pelo Lelandais e posteriormente apagados, foram recuperados do telemóvel do suspeito. As gravações terão sido feitas durante o verão de 2017, pouco tempo antes do desaparecimento de Maëlys de Araújo, de oito anos, no final de agosto.

O acusado admitiu ainda, de acordo com a agência AFP, que cita uma fonte do tribunal, que se sentia “atraído” por crianças, mas que esta teria sido a sua primeira agressão contra menores.

O antigo treinador de cães do exército, de 35 anos, está detido na prisão de Saint-Quentin-Fallavier desde 10 de julho, depois de ter passado cinco meses numa unidade psiquiátrica, após a confissão do assassínio, em fevereiro.

Maëlys de Araújo desapareceu numa festa de casamento, em Pont-de-Beauvoisin, na noite de 27 de agosto de 2017 e, em 31 de agosto, Nordahl Lelandais foi detido para interrogatório.

Em 03 de setembro, o francês foi formalmente acusado de sequestro, na sequência da descoberta de vestígios de ADN da menina no seu carro e, em novembro, foi acusado de homicídio.

Em 14 de fevereiro deste ano, após a descoberta de um rasto de sangue da criança no seu carro, Lelandais confessou que a matou “involuntariamente” e levou a polícia até ao local montanhoso onde enterrou os seus restos mortais.

No mês seguinte, a 19 de março, na audição pelos juízes de instrução de Grenoble, Lelandais indicou que a menina entrou no seu carro para ir ver os seus cães e atribuiu a sua morte a uma bofetada que lhe deu quando ela entrou em pânico na viatura.

Apesar de quase todos os restos mortais da criança terem sido encontrados em fevereiro, as causas exatas da morte ainda estão por determinar.

Entretanto, em 29 de março, Nordahl Lelandais admitiu ter matado um militar, dado como desaparecido desde abril de 2017 e conduziu os investigadores ao local onde foram descobertos os ossos do cabo Arthur Noyer, de 23 anos.

Em julho, Nordahl Lelandais começou a ser investigado também por agressão sexual a uma prima de seis anos, que teria acontecido apenas uma semana antes da festa de casamento em que Maëlys desapareceu.

Segundo a advogada dos pais de Maëlys de Araújo, estes temem que mais corpos sejam descobertos, uma vez que as confissões do suspeito apenas têm sido motivadas pela apresentação de provas.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Biden revelou impostos de 2019 antes do debate. Pagou mais 200 mil dólares do que Trump

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou na terça-feira a sua declaração de impostos de 2019, horas antes do seu primeiro debate televisivo contra o republicano Donald Trump, que se viu …

IGAI. Oito elementos do SEF com processos disciplinares pela morte de ucraniano

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) vai instaurar oito processos disciplinares a elementos do SEF na sequência do inquérito que apurou as circunstâncias da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa. Além dos oito …

Disney vai despedir 28 mil trabalhadores nos EUA devido ao "impacto prolongado da covid-19"

A Disney anunciou que vai despedir cerca de 28 mil trabalhadores dos seus parques de diversão, cruzeiros e outros eventos nos Estados Unidos devido à crise financeira causada pela pandemia de covid-19. A covid-19 chegou e …

OE2021: IVA gasto em alguns setores vai poder ser recuperado nas compras seguintes

O IVA suportado pelos consumidores em serviços ou produtos dos setores mais afetadas pelo impacto da pandemia vai poder ser recuperado nas compras seguintes realizadas nos mesmos setores, disse o ministro Pedro Siza Vieira. Em causa …

Temeu-se uma explosão em Paris. Mas foi "apenas" um caça a quebrar a barreira do som

Um avião militar que ultrapassou a barreira do som provocou esta quarta-feira o receio de que tivesse ocorrido uma explosão em Paris, já que o barulho foi ouvido em grande parte da capital francesa e …

Maduro propõe neutralizar sanções norte-americanas com Lei Antibloqueio

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, entregou na terça-feira um projeto de Lei Antibloqueio à Assembleia Constituinte (AC, composta unicamente por simpatizantes do regime) para neutralizar os efeitos das sanções impostas pelos Estados Unidos (EUA) …

Subsídio aos pobres na pandemia "não pode ser para sempre"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta terça-feira que os subsídios destinados aos mais pobres pelo Congresso no âmbito da luta contra a pandemia de covid-19 “infelizmente para os demagogos e comunistas, não pode …

Reembolso do IVA do turismo e restauração pode demorar um ano se vier no IRS

A partir de 2021 os contribuintes poderão receber parte do valor do IVA de consumos no setor do turismo e restauração, medida anunciada pelo Governo na segunda-feira e que, antecipou a Deloitte, pode ser concretizada …

Novo lay-off passa a ser acessível para empresas com perdas entre 25% e 40%

As empresas com quebras de faturação homólogas entre 25% e 40% vão poder recorrer ao apoio à retoma progressiva, instrumento que passa também permitir a redução até 100% do horário quando a quebra de faturação …

Associação das Forças Armadas considera diretiva para comunicação inclusiva uma "provocação"

O presidente do Conselho Nacional da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) afirmou que a nova diretiva do Governo que implementa uma comunicação inclusiva em todos os documentos oficiais é uma provocação aos militares …