Supremo rejeita libertação de investigadora que acusou juízes de corrupção

Maria de Lurdes Rodrigues / Facebook

Investigadora Maria de Lurdes Rodrigues foi condenada a prisão efectiva por acusar juízes de corrupção.

Investigadora Maria de Lurdes Rodrigues foi condenada a prisão efectiva por acusar juízes de corrupção.

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou o pedido de habeas corpus de Maria de Lurdes Rodrigues, a investigadora que está a cumprir pena de prisão por crimes de difamação e injúria contra magistrados.

Quatro deputados da Assembleia Legislativa da Madeira endereçaram ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) um pedido de libertação de Maria de Lurdes Lopes Rodrigues, que está a cumprir uma pena de três anos de prisão no Estabelecimento Prisional de Tires.

Mas o STJ indeferiu o pedido, considerando que “não se verifica a ilegalidade da prisão”, conforme cita o jornal Público.

O diário teve acesso à decisão do STJ, que data de 15 de Fevereiro passado, e que refere que os magistrados consideram que é “infundada” a solicitação de habeas corpus requerida pelos deputados da Madeira.

A deputada Raquel Coelho, que representa o Partido Trabalhista Português (PTP) no Parlamento madeirense e uma das subscritoras do pedido enviado ao STJ, refere ao Público que a prisão de Maria de Lurdes Rodrigues “viola a Constituição”.

Em Outubro passado, o deputado José Manuel Coelho, também do PTP, defendeu a investigadora empunhando um megafone, em pleno Parlamento da Madeira, o que levou à interrupção dos trabalhos.

Maria de Lurdes Rodrigues foi detida em Setembro de 2016, mas o processo remonta há mais de 20 anos, depois de ter sido preterida no processo de atribuição de uma bolsa de estudos.

Na altura, desafiou o então ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho, e fez declarações contra os magistrados que pegaram no seu caso, nos tribunais, insinuando práticas de corrupção.

Acabou por ser condenada a pena de prisão, sendo uma das poucas pessoas que está atrás das grades, em Portugal, por crimes de difamação e injúrias.

ZAP //

16 COMENTÁRIOS

  1. A drogadita agora e cientista?!

    Conclusao, se eu for um desocupado bloquista sem produzir nada para a sociedade, e a unica funcao for fumar umas ganzas e participar em manifestacoes sobre qualquer coisa, sou chamado de investigador/cientista!!!!!

  2. Olha! Olha!

    Mudaram o titulo!!
    Anteriormente era “SUPREMO REJEITA LIBERTAR CIENTISTA QUE ACUSOU JUÍZES DE CORRUPÇÃO”

    Enfim, o jornalista tb deve fumar umas ganzas.

    • Boa Maria!

      Sabe a quem é que iisso serve? A quem está aqui a julgar a liberdade de expressão de quem diz a verdade inconveniente sobre a nossa magistratura e sobre o nosso sistema de justiça podre!

      Eu ainda deixo cair o meu maxilar no chão, quando lei algumas coisas aqui. Temos uma das justiças mais lentas, vergonhosas e suspeitas da praça do mundo civilizado… Mas ainda há quem não hesite em estigmatizar quem meta o dedo na frida.

      Este país tem a gente que merece… Por isso é que me fui embora. Xau, ò Portugal dos pequeninos…

  3. Pois claro temos uma justiça de caca (para não dizer a palavra vernácula). Se fosdse um caso de ladroagem de bens públicos loco haveria uma porta gigentesca de saída. Tenho nojo da gentalha que está em lugares importantes de decisão

  4. Pois, a minha única experiência na presença de um juiz foi deprimente. Será difícil juntar numa mesma pessoa uma dose tão alta de arrogância e incompetência. Não digo que isso seja regra, mas certamente não será excepção…

  5. Não se brinca com a máfia da justiça, no Portugal dos pequeninos.

    Em Portugal não se vai preso por jogadas com submarinos, mas por dizer verdades sobre o mau funcionamento da justiça… É xilindró garantido!

    • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK … notasse?
      Quando um cidadão não se pode exprimir, passo a não saber que tipo de Democracia temos.
      Todo o funcionário publico está sujeito ao escrutínio publico, ao fim e ao cabo são pagos com dinheiros dos contribuintes.

  6. Justiça?
    Onde estava a justiça quando roubaram o abono de família / as reformas /as habitações a quem ficou desempregado / o direito ao fundo de desemprego / as habitações que a porcaria lá da sociedade polis anda a destruir / os salários chorudos dados a gestores descabidos / às mortes que acontecem com frequência nas urgências dos hospitais / aos desvios de dinheiros como os 10.000.000.000 € desaparecidos nas barbas de mais uma instituição ( Finanças ) que se diz zelosa e reta / aos previcadores bancários / todos sabemos que Portugal está em 3º lugar como país mais corrupto a nível europeu.
    Que tem feito a justiça portuguesa em relação ao país estar no nível LIXO ?
    A palavra JUSTIÇA é uma palavra muito seria e existe pessoas bem pagas para a defender e não andar a enxovalhar os cidadãos com palestras de boa justiça e sentirem-se ofendidos quando seu dever era meter a mão na consciência e justificar os seus salários com coisas serias ( olhemos o caso do juiz… como aquele do caso de Angola ) todos eles tem barriga como todos nós.

  7. Eu conheço 2 juízes, 1 de Gondomar e outro da relação do Porto, que estão todas as metidos em bares de alterne e no casino de Espinho. Toda a gente sabe quem são. Já dizia a minha avó, as verdades doem mais que as mentiras. E só para finalizar, o meu nome é CAVALO.

RESPONDER

Peixes estão a confundir plástico com comida e a introduzi-lo na cadeia alimentar

Um estudo norte americano divulga que várias espécies de peixes estão a "introduzir" na sua cadeia alimentar o plástico, por confundirem com comida. Todos os anos mais de oito milhões de toneladas de resíduos de …

Carrinha atropela várias pessoas nas Ramblas, em Barcelona. Imprensa local avança mais de dez mortes

Uma carrinha atropelou hoje dezenas de pessoas na zona turística das Ramblas, em Barcelona, fazendo vários feridos, anunciou a polícia espanhola. As autoridades já confirmaram que se trata de um atentado terrorista. Uma furgoneta branca atropelou …

Governo declara estado de calamidade pública

O Governo vai declarar o estado de calamidade pública face à "previsão do agravamento" nos próximos dias do risco de incêndio, nos distritos do interior das regiões Centro e Norte e alguns concelhos do distrito …

Cientistas criam teste sanguíneo que deteta cancro a partir de ADN

Investigadores anunciaram terem desenvolvido um teste sanguíneo capaz de detetar precocemente vários tipos de cancro, ao localizar material genético derivado de células tumorais. Investigadores anunciaram ter desenvolvido um teste sanguíneo capaz de detetar precocemente vários tipos …

Marcelo e Costa visitam Pedrógão, PSD quer é saber onde está o dinheiro

Dois meses depois do maior incêndio de Portugal, o Presidente da República e o primeiro ministro visitam o local. A oposição exige, por sua vez, saber "o que tem sido feito com o dinheiro doado". O …

Um ano depois, Rúben aguarda justiça (e nem o dinheiro aliviou a dor)

Um ano depois das agressões em Ponte de Sor, a mãe de Rúben Cavaco diz que o filho ainda espera justiça e que continua sem compreender porque razão os gémeos iraquianos tiveram imunidade diplomática. A mãe …

As bactérias percebem o ambiente como os humanos

As bactérias, assim como os seres humanos, sentem o ambiente, uma descoberta que pode levar ao desenvolvimento de melhores medicamentos contra infecções bacterianas, revelaram cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder, nos Estados Unidos. A descoberta, …

Sismo em Lisboa (o mais forte dos últimos 45 anos) não fez feridos

O sismo registado hoje pelas 07:44 em Sobral de Monte Agraço, Lisboa, não provocou danos pessoais ou materiais, e foi "sentido com intensidade máxima III na escala de Mercalli modificada", adiantou o Instituto Português do …

Sem-abrigo "herói de Manchester" acusado de roubar vítimas do atentado

Ficou conhecido como um dos "heróis de Manchester" depois de ter ajudado as vítimas do atentado terrorista que matou 22 pessoas, após um concerto de Ariana Grande, mas, afinal, terá roubado as vítimas do ataque. Chris …

"Dinossauro Frankenstein" pode ser o elo perdido entre herbívoros e carnívoros

Uma equipa de cientistas acredita ter resolvido o mistério sobre o chamado "dinossauro Frankenstein", um esqueleto encontrado no Chile, em 2015, que parecia ser composto por partes de espécies diferentes. Um novo estudo, publicado na Royal …