Suécia em dificuldade face à segunda vaga leva rei a dizer que país “falhou”

A Suécia e a sua estratégia atípica contra a covid-19 enfrentam dificuldades face a uma importante segunda vaga, alertaram esta quinta-feira responsáveis locais, no mesmo dia em que o rei diz que o país nórdico “falhou”.

“A autoridade de saúde pública preparou três cenários no verão. Preparámo-nos para o pior, mas é duas vezes pior”, explicou Lars Falk, um responsável de cuidados intensivos no hospital Karolinska de Estocolmo, à agência France Presse.

Serviços de reanimação sob pressão, pedido de reforço de todo o pessoal de saúde qualificado em Estocolmo, mortalidade até 10 vezes mais alta que a dos seus vizinhos do norte: este outono, a estratégia sueca, menos rígida face à epidemia, repete os maus resultados da primavera.

“Infelizmente, o nível de contágio não diminui (…) e é muito preocupante”, afirma à AFP o diretor de saúde da região de Estocolmo, Bjorn Eriksson, descrevendo “a enorme pressão sobre o sistema de saúde”.

“Agora chega”, protestou na semana passada. “Não vale beber um copo depois do trabalho, encontrar-se com pessoas fora de casa, fazer compras de Natal ou tomar café: as consequências são terríveis”.

No início da semana, as hospitalizações ligadas à covid-19 na Suécia igualaram o seu pico de 20 de abril, com quase 2.400 doentes em tratamento, embora a proporção em cuidados intensivos seja duas vezes menor que na primavera, à volta de 10%.

O número de mortos atingiu os 7.802 na quarta-feira – mais de 1.800 desde o início de novembro – e o de novos casos ronda em média os 6 mil diários, segundo os dados oficiais.

“Creio que falhámos”, afirmou hoje o rei da Suécia, Carlos XVI Gustavo, numa rara incursão no comentário da atualidade.

Morreram muitas pessoas e é terrível. É algo que nos faz sofrer a todos”, afirmou à televisão SVT durante uma entrevista de final de ano.

Sem máscaras, nem encerramento dos bares, restaurantes e lojas ou quarentena obrigatória, a Suécia distinguiu-se por uma estratégia baseada essencialmente em “recomendações” e muito poucas medidas coercivas.

Face ao forte aumento do número de infetados, foram feitas recomendações mais rigorosas, nomeadamente para não se conviver com pessoas além das de casa.

Ao contrário do que muitos acreditam, o país escandinavo nunca visou a imunidade coletiva, mas os responsáveis sanitários pensaram que o elevado nível de contágios na primavera lhes permitiria conter mais facilmente um ressurgimento da epidemia a longo prazo.

A segunda vaga da epidemia atingiu a Suécia um pouco mais tarde do que os restantes países na Europa, mas o excesso de mortalidade ultrapassou os 10% em novembro e deve continuar a agravar-se.

Apesar das críticas na terça-feira de uma comissão independente, o primeiro-ministro, Stefan Lovfven, recusou até agora considerar a estratégia um fracasso.

Ainda que a maioria mantenha confiança nas autoridades, a taxa desceu desde setembro, segundo uma sondagem Ipsos divulgada hoje.

O médico Lars Falk considera que “se deve fazer mais”, aumentando as restrições, nomeadamente durante o período das festas.

Nas últimas semanas foram tomadas algumas medidas, tendo sido proibidas as reuniões de mais de oito pessoas e a venda de álcool depois das 22 horas, enquanto os alunos do secundário passaram para o ensino à distância.

Como o resto da Europa, a Suécia deposita grande esperança na vacinação que espera lançar no final de dezembro e disponibilizar a toda a população em meados de 2021.

A pandemia de covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019 na China, provocou pelo menos 1.636.687 mortos resultantes de mais de 73,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço da agência France Presse.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …

Ramalho Eanes defende que Otelo "tem direito a lugar de proeminência" na História

O ex-presidente da República Ramalho Eanes defendeu esta segunda-feira que Otelo Saraiva de Carvalho, falecido no domingo, tem direito a um "lugar de proeminência histórica", apesar "da autoria" do que considerou "desvios políticos perversos, de …