O sucesso da Coreia do Sul a controlar a Covid-19 vem com um custo

O intenso controlo da população limita a privacidade dos sul-coreanos, mas tem sido parte crucial do sucesso da Coreia do Sul no combate ao surto do novo coronavírus.

A Coreia do Sul tem sido amplamente elogiada pela sua gestão do surto e disseminação da doença de coronavírus Covid-19. O foco tem sido em grande parte o enorme programa de teste de vírus do país.

O que não foi tão amplamente divulgado é o uso intenso da tecnologia de vigilância no país, principalmente o CCTV e o rastreamento do uso de cartões bancários e telemóveis, para identificar quem deve ser testado. E essa é uma lição importante para países mais liberais que podem ser menos tolerantes a essas medidas de invasão de privacidade, mas esperam imitar o sucesso da Coreia do Sul.

Embora Taiwan e Singapura tenham-se destacado em conter o coronavírus, a Coreia do Sul e a China fornecem os melhores modelos para interromper surtos quando um grande número de pessoas foi infetado. A China colocou em quarentena pacientes confirmados e em potencial e restringiu os movimentos dos cidadãos, bem como as viagens internacionais.

Mas a Coreia do Sul alcançou um nível semelhante de controlo e uma baixa taxa de mortalidade (atualmente 1%) sem recorrer a medidas autoritárias. Isto certamente parece o padrão para as nações democráticas liberais.

A parte mais conspícua da estratégia sul-coreana é bastante simples: testar, testar e testar um pouco mais. O país aprendeu com o surto de MERS em 2015 e reorganizou o seu sistema de controlo de doenças. Possui um bom sistema de assistência médica de grande capacidade e uma sofisticada indústria de biotecnologia que pode produzir kits de teste rapidamente.

Estes fatores permitem que o país realize 15.000 testes por dia, ficando apenas atrás da China em números absolutos e terceiro no mundo em testes por pessoa. Mas como a Covid-19 é uma doença leve para a maioria das pessoas, apenas uma pequena fração dos pacientes costuma entrar em contacto com as autoridades de saúde para realizar testes com base nos seus sintomas ou no contacto conhecido com pessoas infetadas. Muitos pacientes com sintomas leves, principalmente os mais jovens, não percebem que estão doentes e a infetar outros.

Se estes pacientes não puderem ser encontrados, a capacidade de realizar testes não significa muito. É aqui que entra a infraestrutura da cidade inteligente. O objetivo é descobrir onde estão os pacientes conhecidos e testar qualquer pessoa que possa ter entrado em contacto com eles. Existem três maneiras principais de rastrear as pessoas.

Primeiro, cartões de crédito e débito. A Coreia do Sul tem a maior proporção de transações sem dinheiro no mundo. Ao rastrear transações, é possível desenhar os movimentos de uma pessoa.

Segundo, os telemóveis podem ser usados para a mesma finalidade. Em 2019, a Coreia do Sul teve uma das maiores taxas de propriedade de telemóveis do mundo (há mais telefones do que pessoas). A localização dos telemóveis é gravada automaticamente com total precisão, porque os dispositivos são conectados a transcetores a qualquer momento. E existem aproximadamente 860.000 transcetores 4G e 5G no país inteiro.

Fundamentalmente, as empresas de telecomunicações exigem que todos os clientes forneçam os seus nomes reais e números de identificação. Isto significa que é possível rastrear quase toda a gente seguindo a localização dos seus dispositivos.

Finalmente, as câmaras de CCTV também permitem que as autoridades identifiquem pessoas que entraram em contacto com pacientes com Covid-19. Em 2014, as cidades sul-coreanas tinham mais de 8 milhões de câmaras de CCTV – ou uma câmara por 6,3 pessoas. Em 2010, todos foram capturados em média 83,1 vezes por dia e a cada nove segundos.

É provável que estes números sejam muito maiores hoje. Considerando o tamanho físico do país, é seguro dizer que a Coreia do Sul possui uma das maiores densidades de tecnologia de vigilância do mundo.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Hackers russos tentam extorquir 50 milhões de dólares à Apple

Um grupo de piratas informáticos radicados na Rússia exigiu à Apple 50 milhões de dólares (mais de 41 milhões de euros) para evitar a divulgação de informações sobre os próximos modelos do MacBook. A informação é …

Vacinação no Superior. Há professores que estão a recusar dar aulas presenciais

Há professores do Ensino Superior que estão a recusar dar aulas presenciais enquanto não forem vacinados contra a covid-19, tal como está a acontecer com os docentes e não docentes de outros níveis de ensino. O …

Viseu está orfã do projeto de Almeida Henriques. Movimento pede a Jorge Sobrado que avance

A morte de Almeida Henriques deixou Viseu "orfã". Cerca de duas dezenas de personalidades subscreveram uma carta aberta pedindo ao ex-vereador da Cultura Jorge Sobrado que se envolva no debate autárquico. Em declarações ao Público, Jorge …

"Parece-me uma coisa feita à pressa". Críticas aos Censos continuam

Os Censos 2021 têm sido alvo de críticas relativamente aos critérios para identificação de pessoas em situação de sem-abrigo, à ausência de questões sobre identidade de género e orientação sexual, bem como sobre a lista …

Cápsula Crew Dragon já está a caminho da Estação Espacial Internacional

A cápsula espacial da empresa SpaceX foi lançada, esta sexta-feira, por um foguetão Falcon 9 com destino à Estação Espacial Internacional (EEI), levando a bordo quatro astronautas. O Falcon 9 descolou do centro espacial Kennedy, na …

Football Leaks. Rui Pinto ficou no estabelecimento prisional da PJ por indicação da ministra

A ministra da Justiça e o diretor-geral dos Serviços Prisionais determinaram a permanência em prisão preventiva de Rui Pinto no estabelecimento prisional da Polícia Judiciária (PJ), revelou um dos guardas ouvido esta quinta-feira no julgamento …

Incêndios. Tribunal de Contas diz que faltam concretizar medidas aprovadas em 2017

As medidas de prevenção e combate aos incêndios rurais decididas após os grandes fogos de 2017 "ainda não foram completamente concretizadas", existindo várias áreas que carecem "de aperfeiçoamento", revela uma auditoria do Tribunal de Contas …

Pessoas com mais de 65 anos já podem agendar vacina contra a covid-19

As pessoas com mais de 65 anos já podem escolher a data e o local para serem vacinadas através do Portal do Auto-agendamento para Vacinação contra a covid-19, que entrou esta sexta-feira em funcionamento. Os Serviços …

Eventos-teste para retoma dos espetáculos acontecem este mês em Braga. Vão ter 400 espectadores

Os primeiros dois eventos-teste para preparar o regresso dos espetáculos ao vivo com um grande número de espectadores vão decorrer em Braga nos dias 29 e 30 de abril com cerca de 400 pessoas em …

De boas intenções está o inferno cheio. Acabar com voos até 600 km é "proibição cega"

O fim das viagens de avião com menos de 600 quilómetros, um desejo manifestado pelo ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, é uma intenção "louvável". Ambientalistas e especialistas concordam, mas falam em "areia para os …