Sócios do Sporting vão decidir em AG se Bruno de Carvalho continua suspenso

Miguel A. Lopes / Lusa

Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting

Os sócios do Sporting vão decidir no sábado em Assembleia Geral se Bruno de Carvalho vai permanecer suspenso, na apreciação do recurso do ex-presidente do clube.

Da ordem de trabalho para a reunião magna, marcada para as 14h30, no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, constam oito pontos, todos de recursos das suspensões aplicadas pela Comissão de Fiscalização, em agosto.

Bruno de Carvalho contesta a suspensão de um ano, dispondo de 15 minutos na AG para argumentar, enquanto os outros membros da direção por si liderada, Alexandre Godinho, Carlos Vieira, José Quintela, Rui Caeiro e Luís Gestas, recorrem de penas de 10 meses de suspensão. Já Elsa Judas e Trindade Barros incorrem em expulsão de sócio.

A votação sobre os recursos dos visados vai ser decidida por maioria simples, ou seja, 50% mais um voto dos presentes na reunião magna.

A 2 de agosto, a Comissão de Fiscalização justificou a suspensão de um ano a Bruno de Carvalho, por ter sido “o principal artífice e responsável da situação grave e anti-estatutária criada” no clube. A CF admitiu a existência de “matéria suficiente” para aplicar a Bruno de Carvalho a “sanção mais grave prevista” no Sporting – expulsão de sócio -, mas optou por não o fazer por respeito “ao passado do clube”.

O presidente da Mesa da AG, Rogério Alves, assumiu o empenho do clube na salvaguarda da segurança dos participantes nesta reunião magna.

Bruno de Carvalho foi destituído da presidência do Sporting em AG, a 23 de junho, e impedido de concorrer às eleições do clube de Alvalade, das quais Frederico Varandas saiu como novo presidente.

O antigo líder leonino está ainda acusado pelo Ministério Público da autoria moral do ataque à Academia do clube, em Alcochete, em 15 de maio, sendo acusado de 40 crimes de ameaça agravada, 19 de ofensa à integridade física qualificada, 38 de sequestro, um de detenção de arma proibida e crimes classificados como terrorismo, não quantificados.

Bruno de Carvalho chegou a ser detido a 11 de novembro, mas foi libertado quatro dias depois com uma caução de 70 mil euros e sujeito a apresentações diárias às autoridades.

Bruno de Carvalho não vai à AG

Bruno de Carvalho não vai à Assembleia Geral do Sporting. Fonte próxima do ex-presidente leonino explicou ao DN que, apesar da ausência, irá aproveitar os 15 minutos de discurso, pois irá mandatar alguém da sua confiança para ler um discurso escrito pelo próprio Bruno de Carvalho, naquela que serão na prática as suas alegações.

Esta é a estratégia que Bruno de Carvalho tem definida neste momento, embora a mesma fonte admita a possibilidade de ser alterada, caso algum facto que decorra até à hora da reunião magna o obrigue a marcar presença no pavilhão.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …

Canal Panda e jogar sem medo. A receita de Lage para vencer os russos do Zenit

O Benfica joga esta terça-feira com o Zenit de São Petersburgo, na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Os encarnados precisam de vencer por dois (ou mais) golos para garantir …