Acusação de Bruno de Carvalho concluída. Terrorismo e mais 100 crimes

Andre Kosters / Lusa

O ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho e Mustafá, detidos no domingo, foram esta quinta-feira libertados e vão aguardar o julgamento em liberdade. A decisão do juiz não agradou ao Ministério Público (MP), que pondera recorrer.

O ex-presidente do Sporting e o líder da claque Juventude Leonina foram libertados porque o MP não apresentou provas suficientes dos crimes que são apontados aos dois arguidos, com exceção da droga que terá sido apreendida a Mustafá nas buscas à Juve Leo.

Para já, foram aplicadas aos dois mais recentes arguidos deste processo medidas de coação menos gravosas, que passam pelo Termo de Identidade e Residência, com apresentações diárias às autoridades, e uma caução de 70 mil euros. O despacho, lido na manhã de quinta-feira no Juízo de Instrução Criminal do Barreiro, deixou cair a hipótese de prisão preventiva como pretendia a investigação.

Em prisão preventiva continuam 38 dos 45 arguidos no processo. Os primeiros 23 cumprem esta sexta-feira seis meses de detenção e podem vir a ser libertados.

Em relação às medidas aplicadas a Bruno de Carvalho e Nuno Mendes – conhecido como Mustafá -, o MP considerou-as insuficientes, estando agora a ponderar a hipótese de recorrer da decisão, segundo revelou à Agência Lusa uma fonte oficial da Procuradoria-Geral da República.

Para aplicar as medidas de coação, o juiz de Instrução Criminal do Barreiro considerou que se verificam “os perigos de fuga”, “de perturbação do decurso do inquérito”, “da continuação da atividade criminosa” e de “grave perturbação da ordem e tranquilidades públicas”. O despacho considera ainda que a atuação dos arguidos “revela um manifesto desprezo pelas consequências gravosas que provocam nas vítimas.”

Bruno de Carvalho indiciado por 101 crimes e co-autoria moral

O MP concluiu e entregou o despacho de acusação relativo à investigação do ataque a Alcochete, que levou à detenção de Bruno de Carvalho e Mustafá no passado domingo.

Segundo informações divulgadas pela RTP, o ex-presidente do Sporting e o elemento de ligação aos adeptos Bruno Jacinto, bem como o líder da Juve Leo foram considerados pela acusação como autores morais do ataque às instalações do clube, bem como de 101 crimes, nos quais 38 de sequestro e um de terrorismo.

O canal televisivo vai mais longe, afirmando que o ataque de 15 de maio a Alcochete começou a ser preparado dez dias antes, depois do empate entre o Benfica e o Sporting, com a ordem de execução a ser dada depois do Marítimo-Sporting, transmitida pelo próprio Bruno de Carvalho a Fernando Mendes, antigo membro da claque em questão.

Com a acusação concluída, de acordo com a SIC Notícias, cai por terra a possibilidade de a procuradoria ouvir Jorge Jesus. O testemunho do antigo treinador do Sporting tinha sido considerado essencial para a investigação. Jorge Jesus deverá ser ouvido apenas em fase de julgamento.

Telefonemas e testemunhos foram essenciais para a detenção de Bruno de Carvalho, neste domingo, o mesmo dia em que foi detido o líder da claque Juventude Leonina, Mustafá.

O alegado envolvimento de Bruno de Carvalho no ataque aos jogadores terá sido confirmado por três dos arguidos. Outras declarações terão sido também consideradas relevantes pelo MP, como as do antigo responsável do Sporting que fazia a ligação às claques, Bruno Jacinto.

Bruno de Carvalho é visto como o autor moral dos ataques à Academia, que culminaram com a agressão a vários jogadores. O ex-oficial de ligação com as claques, também arguido no caso, terá revelado que Mustafá lhe disse que o ex-presidente deu “luz verde” para o ataque em Alcochete.

Em 15 de maio, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na academia do clube, em Alcochete, por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram alguns jogadores, membros da equipa técnica e outros funcionários.

A GNR deteve no próprio dia 23 pessoas e efetuou, posteriormente, mais detenções, que elevaram para 40 o número de arguidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …