Último balanço dos sismos na Indonésia aponta para pelo menos 555 mortos

(h) Basarnas / EPA

A Indonésia localiza-se no “Anel de Fogo do Pacífico”, zona de grande atividade sísmica

Os terramotos que assolaram a ilha indonésia de Lombok nas últimas semanas causaram pelo menos 555 mortos e cerca de 1500 feridos, de acordo com o último balanço divulgado esta sexta-feira pelas autoridades daquele país.

Esta ilha turística perto de Bali, no sul da Indonésia, foi atingida por dois fortes terramotos a 29 de julho e a 5 de agosto, seguidos por réplicas, e de um novo sismo de magnitude 6,9​ a 19 de agosto.

Um total de 555 pessoas morreram, a maioria no norte de Lombok, informou a Agência Nacional de Gestão de Desastres da Indonésia. Outros morreram na ilha vizinha de Sumbawa. As áreas turísticas estão localizadas principalmente no oeste e sul de Lombok.

Dezenas de milhares de casas, mesquitas e outros edifícios foram danificados ou destruídos. Cerca de 390 mil pessoas encontram-se em abrigos temporários.

Organizações humanitárias envolvidas em operações de socorro relataram falta de alimentos e água potável para fornecer aos deslocados.

O custo da reconstrução deverá ultrapassar os 400 milhões de euros, segundo as autoridades.

O país está situado no “Anel de Fogo do Pacífico”, zona de grande atividade sísmica e vulcânica que regista cerca de sete mil terramotos por ano, na maioria moderados.

As imagens de satélite dos dias que se seguiram ao terramoto, do passado dia 5 de Agosto, revelam que a ilha de Lombok sofreu alterações na sua superfície, tendo subindo cerca de 25 centímetros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …

Cancelamento de consultas leva a quebra de vacinação contra a pneumonia

O cancelamento ou adiamento de milhares de consultas levou a uma quebra na vacinação contra a pneumonia. É preciso "voltar a dar confiança às pessoas para que regressem aos estabelecimentos de saúde", apela o Mova. De …

Há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal (e duas crianças nos Cuidados Intensivos)

Portugal regista esta segunda-feira 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infectados, mais 165, segundo o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há duas crianças internadas nos Cuidados …

"O que se passa com enfermeiros e lay-off é uma vergonha." Marques Mendes também fala dos "4 contratos" do Novo Banco

António Costa e Rui Rio "não têm a coragem de dizer a verdade" no âmbito da polémica do Novo Banco, critica o comentador Luís Marques Mendes, considerando que ambos procuram sacudir água do pacote. Na …

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …