Sismo de magnitude 7.4 no Japão foi réplica do terramoto de 2011

A Agência de Meteorologia do Japão anunciou que o sismo de magnitude 7.4 na escala de Richter que sacudiu o nordeste do paíse na madrugada desta terça-feira foi uma réplica do terramoto de magnitude 9 que desencadeou um tsunami na mesma região, em março de 2011.

A agência adverte ainda que um outro terramoto de grande dimensão pode atingir o país nos próximos dias, pelo que insta os residentes a “permanecerem cautelosos” durante aproximadamente uma semana.

“As réplicas podem continuar não só durante cinco anos, mas durante 100 anos“, disse o sismólogo Yasuhiro Umeda, da Universidade de Kyoto, à emissora japonesa NTV. O sismo que sacudiu esta terça-feira a província de Fukushima foi o mais forte a atingir esta região do Japão desde o terramoto de 11 de março de 2011.

O terramoto, que ocorreu às 5h59 (20h59 de segunda-feira em Lisboa) a uma profundidade de 20 quilómetros, a cerca de 200 quilómetros de Tóquio, onde também foi sentido, levou as autoridades locais a emitirem alertas de tsunami, que foram levantados horas depois.

A Agência de Meteorologia do Japão tinha advertido para a possibilidade de ondas de até três metros de altura após o terramoto. As primeiras ondas foram registadas pouco depois, com a maior, na baía de Sendai, a atingir 1,4 metros, mas sem causar quaisquer danos significativos.

Não foram reportadas, até ao momento, vítimas mortais ou danos materiais significativos. Segundo dados divulgados pela televisão pública NHK, até 13h30 locais (5h30 em Lisboa), tinham sido contabilizados 12 feridos ligeiros.

A 11 de março de 2011, um sismo de magnitude 9 na escala de Richter e o tsunami que se seguiu devastaram o nordeste do Japão, fizeram mais de 18 mil mortos, e provocaram graves danos na central de Fukushima Daiichi, desencadeado a pior crise nuclear desde Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não não foi uma réplica com 5 anos!!!! NÃO!!! NÃO HÁ RÉPLICAS COM % ANOS DE INTERVALO!!!!…falem com quem sabe e sejam humildes não digam disparates!!!!

    • Caro Pefonseca,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Antes de publicar esta notícia com a palavra “réplica” no título, e por nos parecer estranho, investigámos humildemente o assunto. Não só validámos que a Agência de Meteorologia do Japão se refere a um “aftershock” do sismo de Fukushima, como encontrámos uma referência do sismologista Yasuhiro Umeda, segundo o qual ‘aftershocks could continue not only for five years but as long as 100 years,’ que acrescentámos à nossa notícia.
      Assim, ao que nos foi dado apurar, parece de facto haver réplicas com % anos de intervalo.

  2. Todos errados.
    Isso foi uma réplica da queda do meteorito de há cerca de 60 milhões de anos, que provocou a extinção dos dinossauros.
    Ou terá sido do estoiro do Big-bang ?

RESPONDER

Ex-Presidente do Sudão admite ter recebido mais de 80 milhões da Arábia Saudita

O antigo Presidente do Sudão, que foi deposto em abril após vários meses de protestos, começou a ser julgado esta segunda-feira por corrupção. O julgamento por corrupção do ex-Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, começou esta segunda-feira e, …

Hong Kong. Funcionário do consulado britânico desaparece após enviar mensagem à namorada a pedir para rezar por ele

A 08 de agosto, Simon Cheng Man-kit, de 28 anos, estava a regressar a Hong Kong depois de ter estado na cidade chinesa Shenzhen. No momento em que, a bordo de um comboio de alta …

Open Arms. Procurador siciliano ordena apreensão do navio e desembarque imediato dos ocupantes

Luigi Patronaggio, o procurador da cidade de Agrigento, na Sicília, ordenou esta terça-feira a apreensão do navio Open Arms e o desembarque imediato dos quase 100 migrantes africanos que este levava a bordo. O jurista, que …

Jovens suspeitos de três homicídios filmaram um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, os dois jovens de 18 e 19 anos suspeitos de três homicídios no Canadá e que foram encontrados mortos após duas semanas em fuga, terão filmado um “testamento final” com …

Em resposta a Macron, Putin diz que autoridades agiram para evitar situação igual à dos "coletes amarelos" em França

O Presidente da Rússia Vladimir Putin disse, durante um encontro com o seu homólogo francês Emmanuel Macron, que as autoridades russas agiram para garantir que as manifestações dos seus opositores permanecem dentro "da lei", evitando …

Gémeas que viviam em garagem estavam sinalizadas há seis anos

As gémeas de 10 anos que viviam numa garagem no concelho da Amadora estavam sinalizadas há seis anos pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e a sua situação conhecida pelo Ministério Público …

Afinal, duração máxima dos contratos a prazo no Estado também baixa para dois anos

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, assumiu o compromisso de emitir uma orientação aos serviços da Administração Pública para respeitarem a redução da duração máxima dos contratos a prazo de …

Turistas franceses arriscam seis anos de prisão. Roubaram areia de uma famosa praia em Itália

Um casal francês foi detido ao transportar 40 quilos da famosa areia da ilha da Sardenha, em Itália, e agora pode enfrentar até seis anos de prisão, caso a justiça italiana os considere culpados. O casal …

Pedro Dias transferido de Monsanto para Coimbra

Pedro Dias, condenado a 25 anos de prisão pelo triplo homicídio de Aguiar da Beira, distrito da Guarda, em outubro de 2016, foi transferido da prisão de segurança especial de Monsanto, em Lisboa, para o …

Após três dias de inferno, incêndio na Grã Canária começa a perder força

O incêndio florestal na ilha espanhola de Grande Canária começou esta madrugada a perder força após três dias em que esteve incontrolável, anunciou esta terça-feira o presidente, Ángel Víctor Torres. As primeiras notícias do dia sobre …