Sismo de magnitude 7.4 no Japão foi réplica do terramoto de 2011

A Agência de Meteorologia do Japão anunciou que o sismo de magnitude 7.4 na escala de Richter que sacudiu o nordeste do paíse na madrugada desta terça-feira foi uma réplica do terramoto de magnitude 9 que desencadeou um tsunami na mesma região, em março de 2011.

A agência adverte ainda que um outro terramoto de grande dimensão pode atingir o país nos próximos dias, pelo que insta os residentes a “permanecerem cautelosos” durante aproximadamente uma semana.

“As réplicas podem continuar não só durante cinco anos, mas durante 100 anos“, disse o sismólogo Yasuhiro Umeda, da Universidade de Kyoto, à emissora japonesa NTV. O sismo que sacudiu esta terça-feira a província de Fukushima foi o mais forte a atingir esta região do Japão desde o terramoto de 11 de março de 2011.

O terramoto, que ocorreu às 5h59 (20h59 de segunda-feira em Lisboa) a uma profundidade de 20 quilómetros, a cerca de 200 quilómetros de Tóquio, onde também foi sentido, levou as autoridades locais a emitirem alertas de tsunami, que foram levantados horas depois.

A Agência de Meteorologia do Japão tinha advertido para a possibilidade de ondas de até três metros de altura após o terramoto. As primeiras ondas foram registadas pouco depois, com a maior, na baía de Sendai, a atingir 1,4 metros, mas sem causar quaisquer danos significativos.

Não foram reportadas, até ao momento, vítimas mortais ou danos materiais significativos. Segundo dados divulgados pela televisão pública NHK, até 13h30 locais (5h30 em Lisboa), tinham sido contabilizados 12 feridos ligeiros.

A 11 de março de 2011, um sismo de magnitude 9 na escala de Richter e o tsunami que se seguiu devastaram o nordeste do Japão, fizeram mais de 18 mil mortos, e provocaram graves danos na central de Fukushima Daiichi, desencadeado a pior crise nuclear desde Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não não foi uma réplica com 5 anos!!!! NÃO!!! NÃO HÁ RÉPLICAS COM % ANOS DE INTERVALO!!!!…falem com quem sabe e sejam humildes não digam disparates!!!!

    • Caro Pefonseca,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Antes de publicar esta notícia com a palavra “réplica” no título, e por nos parecer estranho, investigámos humildemente o assunto. Não só validámos que a Agência de Meteorologia do Japão se refere a um “aftershock” do sismo de Fukushima, como encontrámos uma referência do sismologista Yasuhiro Umeda, segundo o qual ‘aftershocks could continue not only for five years but as long as 100 years,’ que acrescentámos à nossa notícia.
      Assim, ao que nos foi dado apurar, parece de facto haver réplicas com % anos de intervalo.

  2. Todos errados.
    Isso foi uma réplica da queda do meteorito de há cerca de 60 milhões de anos, que provocou a extinção dos dinossauros.
    Ou terá sido do estoiro do Big-bang ?

RESPONDER

Museu de Nova Iorque devolve ao Egito "caixão dourado" roubado em 2011

O Museu Metropolitan (MET) de Nova Iorque vai devolver ao Egito um sarcófago roubado em 2011, durante as manifestações da chamada "Primavera Árabe", anunciou este domingo a instituição nova-iorquina. Construído em ouro para o sacerdote Nedjemankh, …

Quase um terço da população chinesa terá mais de 65 anos em 2050

Trinta por cento da população chinesa terá mais de 65 anos, dentro de três décadas, informou hoje um jornal chinês, ilustrando o rápido envelhecimento do país, apesar de ter abolido a política de filho único. “O …

Trump pede à Europa que julgue os seus "jihadistas" (ou os EUA terão de os libertar)

O presidente dos Estados Unidos apelou aos países europeus, nomeadamente o Reino Unido, a França e a Alemanha, para repatriarem e julgarem os seus combatentes do Estado Islâmico feitos prisioneiros na Síria. Caso contrário, aponta …

Depois de 11 mortes e 1800 condenações, franceses querem o fim dos Coletes Amarelos

A maioria dos franceses defende que devem parar os protestos nas ruas dos “coletes amarelos”, três meses após o início das primeiras manifestações que fizeram 11 vítimas mortais, noticia esta segunda-feira a agência France Presse. Uma …

Uma tese de doutoramento levou Marcelo à capa do El País

A tese de doutoramento sobre Marcelo Rebelo de Sousa é de autoria de uma professora universitária e jornalista da RTP. O tema já chegou ao jornal espanhol El País. O jornal percorre as provas de popularidade …

Seguros de saúde sobem para 2,6 milhões com crise no SNS

No primeiro semestre de 2018 o número de contratos de seguros de saúde aumentou 3%, em termos homólogos, para 2,6 milhões, escreve esta segunda-feira o Jornal de Notícias na sua edição impressa. Os dados, da Autoridade …

PSP usa critérios étnicos para avaliar risco de bairros problemáticos

Apesar de a recolha de dados étnico-raciais não ser permitida em Portugal, a PSP utiliza ainda critérios étnicos na avaliação do grau de risco de zonas urbanas sensíveis (ZUS), avança o jornal Público esta segunda-feira. Segundo …

Pyongyang fala em “momento decisivo” em vésperas de nova cimeira com Washington

O principal diário norte-coreano, Rodong Sinmun, escreve esta segunda-feira que o país enfrenta "um momento decisivo", em termos de desenvolvimento económico, a pouco mais de uma semana da cimeira entre o líder norte-coreano e dos …

OCDE quer tribunais especiais para julgar a corrupção

Portugal precisa de fortalecer os mecanismos de prevenção da corrupção, defende a OCDE, que sugere a criação de tribunais especializados e a redução das possibilidades de recurso dos arguidos.  O retrato da análise da corrupção …

Costa "está a colocar todos os potenciais sucessores no palco”

No seu habitual espaço de comentário político semanal na SIC, Luís Marques Mendes falou sobre as recentes alterações no Governo, a moção de censura do CDS que "não faz sentido" e a "crise anunciada" da …