/

Singapura condena inglês a seis semanas de prisão por não usar máscara

1

How Hwee Young / EPA

O estado-cidade asiático tem aplicado leis severas para controlar a transmissão da covid-19. Um homem inglês de 40 anos foi condenado a seis semanas de prisão depois de em Maio se ter recusado a usar máscara num comboio e ter ameaçado funcionários públicos.

Um tribunal de Singapura condenou esta semana um homem inglês a seis semanas de prisão depois deste se ter recusado a usar uma máscara em público e quebrado os protocolos de combate à pandemia, escreve a CNN.

Benjamin Glynn, de 40 anos, foi considerado culpado de quatro acusações depois de se recusar a usar máscara num comboio em Maio e numa aparição no tribunal em Julho, por causar incómodo público e por ter ameaçado funcionários públicos. O inglês foi também sujeito a uma análise psiquiátrica a pedido do juiz, depois da sua conduta em tribunal.

O homem representou-se a si mesmo em tribunal e pediu que as “acusações ilegais” caíssem e que lhe devolvessem o seu passaporte para que pudesse regressar a casa e ficar com a sua família. O juiz respondeu que Glynn estava “completamente errado” ao achar que não tinha de seguir as leis de Singapura sobre o uso de máscara.

O estado-cidade asiático tem geralmente conseguido manter a pandemia controlada. O país tem leis rigorosas e já prendeu e multou outras pessoas por não seguirem as regulações criadas para controlar a covid-19, tendo alguns estrangeiros já perdido os vistos para trabalhar.

Recorde-se que em Fevereiro, um tribunal já tinha condenado um homem inglês a duas semanas de prisão por este ter saído do quarto de hotel durante a quarentena para se encontrar com a sua noiva.

  AP, ZAP //

1 Comment

  1. Exemplos destes , são urgentes por cá.
    As autoridades , vêem e olham para o lado , em lojas e na restauração e outros idem .
    Será que estamos entregues , a estes enegrumenos ???
    Vai passar ao alivio das medidas anti-covid , a partir de 70% dos vacinados
    Quando se atingir a imunidade de grupo ?? mas a OMS , diz que com o aparecimento da nova variante , só com 85 % dos vacinados , é que se atinge a imunidade de grupo , afinal , em que ficamos , 70 % ou 85% ??
    vai deixar de ser obrigatório o uso de máscara , mas já mais de 80 % já pessoas não usam !! E ninguém diz
    nada !!
    Casos tristes continuam a repetir-se .
    As autoridades , não tem papel e lapiz para multar , e continuamis a ssobiar para o lado !
    Cuidem-se

    Cuidem-se

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.