Ventura adianta detalhes do desconfinamento: “Vai haver um sinal na próxima segunda-feira”

Pedro Reis Martins / Lusa

André Ventura

Marcelo Rebelo de Sousa está a ouvir esta quarta-feira os nove partidos com assento parlamentar, por videoconferência, sobre a renovação do estado de emergência. André Ventura revelou que o desconfinamento avança já no dia 15 e começa pelas creches

Depois da reunião, André Ventura falou no Parlamento e disse que o que “parece que está em cima da mesa para o Governo” é a reabertura das creche e pré-escolar, alguns estabelecimentos com venda ao postigo, e ainda está a ser “avaliada” a reabertura de cabeleireiros e similares – eventualmente com limitação de horários e diferenciação aos fins de semana.

O líder do Chega adiantou que “é o que o governo admite fazer, uma espécie de primeiro desconfinamento muito limitado. Parece-me ser o que está em cima da mesa para o Governo”, disse.

O deputado mostrou-se de acordo com um “nível de desconfinamento por regiões”, mas afirma que pediu ao Governo “mais clareza” nos indicadores apresentados, de modo a que não seja “a confusão” da última vez. No entanto, o Chega, defende um desconfinamento em duas fases, para dar sinais robustos à economia, e não um desconfinamento tão faseado.

Ventura afirma que parece certo que o Governo vai avançar já na próxima semana com algum grau de desconfinamento “leve”, em jeito de teste para o pós-Páscoa. “Vai haver já um sinal de desconfinamento na próxima segunda-feira”, referiu.

Também Francisco Rodrigues dos Santos falou aos jornalistas depois da audiência com o Presidente da República. O Presidente do CDS disse que deu nota ao Chefe de Estado sobre a necessidade de testar massivamente não só as escolas do público como do privado, e que o desconfinamento deve ser “gradual e progressivo” até ao verão.

Acrescentou ainda que o desconfinamento só deverá começar depois da Páscoa, para não haja avanços e recuos nomeadamente nas aulas presenciais – que devem ser o primeiro passo a dar.

Sobre as escolas, o líder do CDS diz que o Governo não deu indicadores concretos sobre o que está a preparar, mas o CDS defende que estas devem ser prioritárias e que o ensino presencial deve ser retomado nos alunos até aos 12 anos.

Para o líder do CDS, é também importante para o bem-estar físico e mental das pessoas que haja uma reabertura gradual do pequeno comércio (que deve começar pelos serviços de necessidade como os cabeleireiros) e do desporto. “Devem ser retomadas as competições desportivas dos escalões mais jovens, identificadas pela DGS como de baixo e médio risco”, diz.

Em relação às novas variantes, o líder do CDS defende um reforço do controlo das fronteiras para impedir a entrada da variante britânica em Portugal, sendo que há muita circulação de pessoas entre os dois países.

Relativamente à economia, Francisco Rodrigues dos Santos diz que a “propaganda do Governo” tem sido enganadora, e o “dinheiro não está a chegar à economia real”.

“Exigimos ao Governo que faça chegar o dinheiro à economia e exigimos que peça à Comissão Europeia um prazo maior para amortização das moratórias, que são uma verdadeira bomba relógio”, disse Francisco Rodrigues dos Santos.

O CDS esteve ontem com o primeiro-ministro, em São Bento, e hoje reuniu-se por videoconferência com o Presidente da República.

Por sua vez, a deputada do PEV, Mariana Silva, defendeu um desconfinamento realizado “de forma planeada, organizada e bem comunicada”, com medidas reajustáveis, alertando que “o pico” das consequências sociais e económicas ainda não é conhecido.

Para Mariana Silva, “o desconfinamento planeado” do governo “poderá ser de alguma forma o mais indicado para que não tenhamos que dar passos atrás neste longo caminho em que as pessoas já começam a ficar cansadas e para que não sintam sequer que estão injustiçadas nas medidas que venham a ser tomadas para o futuro”.

De acordo com a deputada, na audiência foi ainda abordada a vacinação, na qual os Verdes “fizeram questão de dizer que é necessário comprar a outros fornecedores, é necessário pensar se é possível produzir a vacina em Portugal, para que realmente este processo seja mais célere e que 70% da população possa estar vacinada em agosto”.

André Silva, do PAN, falou também no Parlamento depois de reunião com o PR. O deputado antevê alguma reabertura baseada em critérios mas que “seja socialmente justa e adequada”. Diz ainda que deu nota ao PR no sentido de abertura de algumas atividades culturais. “É possível fazer abertura gradual de atividades culturais com metodologias e regras claras”, defendeu.

João Cotrim Figueiredo, líder do Iniciativa Liberal disse aos jornalistas que o “Governo está ainda muito atrasado e atabalhoado sobre como” proceder ao desconfinamento do país.

Depois das audições com Presidente e Governo, Cotrim de Figueiredo defendeu que o plano “devia ter claramente expressos os critérios e circunstâncias em que as medidas poderiam ou não ser aplicadas”, acrescentando que “nisso o governo está atrasado”.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, mostrou “preocupação face ao agravamento da situação económica e social”, mas sublinhou que as medidas já não estão a ter eficácia: “Quando começam a desacreditar nos efeitos e benefícios das medidas, as pessoas não compreendem o sentido e alcance delas”.

O comunista sugere que o Governo não deve seguir cegamente os especialistas médicos e que é fundamental, para que as pessoas acreditem, que o processo de rastreio e testagem se faça, não só com o anúncio.

Para Catarina Martins, coordenadora do BE, refere que há uma preocupação e uma prioridade: “Amanhã estamos numa situação delicada na AR, de aprovação de um decreto de emergência que é de transição para o desconfinamento, sem ainda termos plano de desconfinamento. Mas há urgência da abertura das creches, pré-escolas e primeiro ciclo. Esta é prioritária, ainda antes da Páscoa”, disse.

A bloquista deixou outro apelo ao Governo: esta “ponderação deve ser feita com os apoios no terreno. Ora, uma parte desses apoios só está garantida para as que têm atividade cancelada pelo estado de emergência. É importante abrir setores, mas sendo ela faseada, não podem ser excluídos dos apoios. E era bom que não piorássemos a situação para os setores mais afetados”.

Ana Isabel Moura, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Liveblog Autárquicas. Poderá ser "a primeira vez que um partido ganha três vezes seguidas"

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Alemanha: Sociais-democratas reclamam vitória (com "desastre" para os conservadores)

Os sociais-democratas SPD reivindicaram hoje vitória nas eleições parlamentares alemãs, numa altura em que os conservadores da CDU, força política de Angela Merkel, se aproximam de uma votação mínima histórica, de acordo com as primeiras …

Em 2018, cientistas de Wuhan terão planeado infetar morcegos com coronavírus

Em 2018, um grupo de cientistas da cidade chinesa de Wuhan, onde foi registado o primeiro caso de covid-19, estaria a planear infetar, com coronavírus modificados, morcegos que vivem em cavernas. Os cientistas terão pedido 14 …

Este batom foi lançado em 1971, mas está esgotado - e é mais uma prova do impacto económico do TikTok

O Black Honey da Clinique é o mais recente produto de maquilhagem a bombar no TikTok. Muitas marcas estão a notar o poder económico que em ser viral na aplicação e estão a tentar promover …

Portugal regista mais duas mortes e 599 casos de covid-19

Nas últimas 24 horas registaram-se mais duas mortes e 599 novos casos de covid-19 em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da DGS. Portugal regista hoje duas mortes atribuídas à covid-19, assim como 599 novos …

Em 2021, Sochi voltou a ser Sochi e em Sochi ganha a Mercedes – com recorde histórico para Hamilton

Lando Norris, o jovem piloto da Mclaren, vai sair da Rússia com um misto de sensações. No fim-de-semana em que conquista a primeira pole position da carreira, perde também, de forma dramática, a hipótese de …

As pessoas que comem mais gordura láctea têm menor risco de doença cardíaca

As pessoas que fazem uma dieta com maior teor de gordura láctea têm um menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares, revela um novo estudo. Uma equipa internacional de cientistas estudou o consumo de gordura láctea de …

Alaphilippe revalida título de campeão mundial de fundo

O francês Julian Alaphilippe revalidou neste domingo o título de campeão mundial de fundo, ao cortar isolado a meta no final da “prova rainha” dos Mundiais de ciclismo de estrada, que decorreram na região belga …

Do céu ao inferno. Adeptos do Palmeiras chamam "arrogante" a Abel Ferreira

O Palmeiras perdeu e está cada vez mais longe da liderança do Brasileirão. Os adeptos estão insatisfeitos com as exibições e chamaram "arrogante" a Abel Ferreira. O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, perdeu na deslocação …

Mesmo depois da morte de Ihor, centro do aeroporto ainda tem videovigilância "muito limitada"

Um ano e meio após a morte de Ihor Homeniuk, o centro de instalação temporária do aeroporto de Lisboa (CIT) continua sem cobertura total de câmaras de videovigilância em zonas comuns. A situação atual distancia-se daquilo …