Setúbal vs FC Porto | Vendaval azul à beira Sado

FC Porto regressou aos triunfos na Liga NOS e logo em grande estilo.

Na visita ao Vitória de Setúbal, os “dragões” golearam por 5-0, num jogo sem história e de sentido único, e no qual Vincent Aboubakar brilhou a grande altura, graças a um “hat-trick” e a uma assistência para um dos dois tentos de Moussa Marega.

O Jogo explicado em Números

  • Vitória atrevido, com dois remates, um enquadrado, nos primeiros dez minutos, contra apenas um (com má direcção) dos portistas. Porém, nesta fase os visitantes registavam impressionantes 81% de posse de bola.
  • O domínio total dos “dragões” acabaria, inevitavelmente, por virar do avesso a questão dos remates e, aos 20 minutos, já os comandados de Sérgio Conceição estavam por cima nesta variável, com quatro disparos, apenas um enquadrado, é certo, este da autoria de Aboubakar.
  • Aos 23 minutos, Brahimi isolou-se, numa ocasião flagrante criada por um passe de Aboubakar, mas o argelino permitiu a defesa de Cristiano. Só que aos 31 minutos, o próprio Aboubakar não desperdiçou e abriu o activo, ao desviar ao primeiro poste, de cabeça, um canto da esquerda.
  • O tento portista surgiu ao sétimo remate, terceiro enquadrado, tendo os “dragões” 78% de posse de bola nesta fase e cinco cantos, contra nenhum do Vitória. Os sadinos não passavam dos 57% de eficácia de passe, o que explica incapacidade para manter a posse do esférico.
  • Aos 40 minutos surgiu o segundo do Porto, numa jogada confusa com Aboubakar a obrigar Cristiano a grande defesa, Alex Telles a acertar no poste e a bola a chegar a Marega, que só teve de encostar. E já nos descontos do primeiro tempo, Aboubakar fez o 3-0, de penálti, após Vasco Fernandes carregar em falta o camaronês na grande área.
  • Vantagem natural do Porto ao intervalo, e expressiva, reflexo do que se passou em campo nos primeiros 45 minutos. Os “dragões” chegaram ao descanso com 12 remates, sete enquadrados, cinco ocasiões flagrantes criadas, 21 vezes a bola colocada na grande área sadina e 77% de posse de bola.
  • Os da casa até começaram bem, mas não passavam dos cinco disparos, dois com boa direcção e nenhuma ocasião flagrante. O melhor em campo nesta fase era Aboubakar.
  • O camaronês bisou em cinco remates, quatro deles enquadrados, criou uma ocasião flagrante e foi sobre ele a falta que deu o penálti – GoalPoint Rating de 7.7.
  • Primeiros 15 minutos do segundo tempo algo incaracterísticos. O Porto garantia 70% de posse nesta fase, mas só se registou um remate, e para o Vitória, desenquadrado. De resto, futebol confuso e sem grandes ideias.
  • Mas Marega inventou espaço na direita, passou dois adversários na grande área e serviu Aboubakar para o 4-0, passados 69 minutos de jogo. Foi o 13º remate portista, oitavo enquadrado, mas apenas o primeiro disparo dos “dragões” desde o descanso.
  • Belíssimo jogo de Danilo Pereira. O “trinco”, apesar de discreto, chegou aos 80 minutos com um rating de 6.6, fruto de dez recuperações de posse, 92% de eficácia de passe, três desarmes e três intercepções.
  • Mas o jogo era de Marega e Aboubakar, desta feita com o camaronês a isolar o maliano e este a não desperdiçar, com um toque subtil sobre Cristiano a fazer o 5-0.

O Homem do Jogo

Jogo tremendo de Aboubakar. O camaronês esteve imparável perante uma defensa do Vitória muito frágil. O ponta-de-lança fez três golos, um deles na sequência de uma grande penalidade cometida sobre o próprio, e ainda realizou uma assistência.

Fez também seis remates, cinco enquadrados e dois passes para finalização. Uma exibição para recordar que lhe valeram GoalPoint Rating de 9.0, o quarto melhor desta Liga NOS (dos três acima, dois foram de jogadores do FC Porto).

Jogadores em foco

  • Moussa Marega 7.8 – O maliano foi a muleta perfeita de Aboubakar. Lutador, poderoso fisicamente, marcou dois golos e fez a assistência para um dos tentos do camaronês.
  • Danilo Pereira 6.6 – O “trinco” foi fundamental nesta partida. Discreto a atacar (um remate, enquadrado, e um passe para finalização), terminou com 92% de eficácia de passe, recuperou dez vezes a bola e registou sete acções ofensivas.
  • Ricardo Pereira 6.4 – Desta feita o jovem português jogou à frente de Maxi Pereira, a médio, e não desiludiu. Fez um passe para finalização, um cruzamento eficaz em duas tentativas, teve sucesso em duas de três tentativas de drible e realizou três desarmes.
  • Cristiano 6.1 – Apesar da goleada, o melhor dos sadinos foi o seu guarda-redes. Cristiano realizou quatro defesas, três a remates de dentro da grande área.
  • Vasco Fernandes 3.6 – Jogo para esquecer do central sadino. Concedeu três cantos, cometeu uma grande penalidade e o melhor que fez defensivamente foram quatro alívios.

Resumo


PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …