Serena Williams: “Carlos Ramos? Não sei quem é”

Jason Szenes / EPA

Serena Williams venceu a russa Maria Sharapova esta terça-feira e, na conferência de imprensa, uma das perguntas foi relativa a Carlos Ramos, o árbitro português com quem a tenista se desentendeu no ano passado.

A tenista norte-americana passou com distinção a primeira ronda do US Open, depois de ter vencido a russa Maria Sharapova por um duplo 6-1, esta terça-feira. Na conferência de imprensa que aconteceu logo após o jogo, uma das perguntas foi relativa a Carlos Ramos, árbitro português com quem Serena Williams se desentendeu na final deste torneio do Grand Slam no ano passado.

Carlos Ramos está impedido de arbitrar as irmãs Williams no US Open e, questionada sobre este facto, a número 8 do ranking WTA respondeu: “Pois… eu não sei quem é”.

“É uma decisão coletiva, queremos focar-nos na competição”, afirmou Stacey Allaster, da Federação norte-americana de Ténis, que organiza o torneio, que no ano passado foi marcado pela final entre a japonesa Naomi Osaka e Serena Williams.

Serena recebeu três advertências por violações de regulamento, a última das quais por chamar “ladrão” ao árbitro, exigindo um pedido de desculpas e garantindo que o português nunca mais arbitraria um encontro seu. Williams qualificou também a atitude de Carlos Ramos de “sexista”.

Carlos Ramos aplicou um jogo de penalização da Serena Williams, que acabaria por perder a final para Naomi Osaka, por 6-4 e 6-2.

Segundo o Sapo Desporto, Allaster sublinhou que não foi feito qualquer pedido por parte das Williams para afastar o árbitro português. O responsável pela arbitragem do US Open, Sören Friemel, afirmou que o torneio já tomou esta medida em situações anteriores.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …

Putin avisa que quem ameaçar a Rússia "se irá arrepender como nunca"

O presidente Vladimir Putin emitiu um alerta durante o seu discurso anual ao Governo. O líder frisou que qualquer membro da comunidade internacional que ameace a Rússia "se irá arrepender como nunca se arrependeu antes". O …

Nove anos depois, Bruxelas deixa de monitorizar atividade da CGD

A Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia (DG Comp) encerrou o processo de monitorização do plano estratégico da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "A Caixa Geral de Depósitos, S.A. (CGD) informa que recebeu comunicação da Direção …

Se não fosse o vídeo de Darnella Frazier, "Derek Chauvin ainda seria polícia"

Darnella Frazier, na altura com 17 anos, foi a responsável pelo vídeo que mostra o ex-agente da polícia Derek Chauvin a prender o afro-americano George Floyd, que acabou por não resistir. Esta terça-feira foi um dia …

Eutanásia. Jurisdição do PSD considera haver matéria para processo disciplinar a Rio e Adão Silva

O Conselho Nacional de Jurisdição do PSD considerou que existe "matéria bastante para abertura de processo disciplinar" ao presidente do partido e ao líder parlamentar por violação de uma decisão do Congresso sobre eutanásia, faltando …